sexta-feira, 15 de julho de 2016

Compartilhe

von miller

Chegou ao fim a novela entre Von Miller e o Denver Broncos. No último dia para finalizar um acordo de longa duração, o clube chegou a um acordo com o jogador e fechou um contrato de seis anos. O valor total do contrato é de 114,5 milhões de dólares, com 70 milhões garantidos. O valor ultrapassa o contrato entre o Miami Dolphins e o DTe Ndamukong Suh, o que torna Miller o defensor mais bem pago da história da NFL. O montante garantido do contrato ainda ultrapassa o de jogadores como o DT Fletcher Cox  do Philadelphia Eagles (US$ 63M), DT Marcell Dareus do Buffalo Bills (US$ 60M) e DE Olivier Vernon do New York Giants (US$ 52M).

“Para a vida toda”

O acordo encerra a polêmica que rodeava entre Von Miller e Denver Broncos. Em março, o Broncos anunciou que Miller receberia a Franchise Tag do time e, assim, renovaria automaticamente por mais um ano. Apesar disso, o atleta disse nas semanas seguintes que não assinaria e até que a Franchise Tag é um problema para a NFLEu nunca joguei por dinheiro. É mais do que isso para mim. Mas a Franchise Tag é um problema que diz respeito à liga inteira e por isso estou brigando para melhorar a situação”.

Assim como Von Miller, a estratégia de não assinar a Franchise Tag também foi utilizada no ano passado com o Denver Broncos. Demaryius Thomas fez o mesmo em 2015 e novamente no dia limite o atleta renovou por 5 anos e US$70 milhões. Dez Bryant, do Dallas Cowboys, também passou pela mesma situação na temporada passada.

Com o acordo, o Denver Broncos segura o MVP do Super Bowl 50 e, discutivelmente, o melhor jogador de sua defesa. Entre idas e vindas, o setor mantém sua base e tem tudo para repetir o desempenho mostrado na temporada passada. Dessa forma, a última grande incógnita restante para o time de Denver fica por conta da posição de QB, onde Mark Sanchez. Trevor Siemian e Paxton Lynch, escolha de primeira rodada do time, deverão disputar a titularidade para o começo dessa temporada.

Compartilhe

Comments are closed.