Veja algumas impressões dos times da NFC Norte na Semana 3 da pré-temporada

30 de agosto de 2017
Tags: bears, david telles, lions, Notícias do Dia, packers, vikings,

Mais uma semana de pré-temporada foi pra conta e como você já sabe, vamos abordar alguns pontos dos times da NFC Norte nessas partidas por aqui. Esse terceiro jogo de preparação é visto como o mais importante, uma vez que as primeiras unidades de cada equipe vão a campo por praticamente todo o 1º tempo de jogo, servindo como um ensaio geral do que está por vir.

CHICAGO BEARS

A vitória do Chicago Bears sobre o Tennessee Titans por 19 x 07 contou com boas atuações dos QBs Mike Glennon e Mitchell Trubisky, que brigam pela titularidade. Glennon se saiu um pouco melhor já que seu desempenho com os titulares foi bom, enquanto que Trubisky teve um início titubeante com a primeira unidade e só elevou seu nível de jogo quando os reservas entraram. Entre os recebedores, o WR Kendall Wright parece ter solidificado sua posição no slot e o reserva Tanner Gentry continua mostrando um bom entrosamento com Trubisky.

A defesa contra o jogo corrido parece muito sólida. Após ter levado a melhor na Semana 1 contra o jogo corrido do Arizona Cardinals, liderado por David Johnson, o front seven do Bears se destacou dessa vez contra a forte linha ofensiva do Titans e do RB DeMarco Murray. Murray conseguiu apenas 16 jardas em 6 carregadas (média de 2,66 jardas por tentativa). O pass rush também conseguiu boas pressões em Marcus Mariota e forçou alguns erros por parte do jovem QB, com destaque para Akiem Hicks, Eddie Goldman, Lamarr Houston e Christian Jones. A secundária se portou bem, porém perdeu alguns tackles em situações importantes da partida.

O lado negativo, sem dúvidas, fica por conta das lesões sofridas. A principal dela foi a do WR Cameron Meredith, principal recebedor do time, que rompeu o ligamento do joelho e está fora da temporada. Além dele, os titulares CB Prince Amukamara e OLB Leonard Floyd saíram com problemas físicos. O LS Patrick Scales e o LB Dan Skuta também foram baixas. Apesar disso, a atuação dos titulares Chicago Bears deixa uma boa impressão para quando os jogos forem a vera.

DETROIT LIONS

O Lions recebeu o New England Patriots no Ford Field e acabou sendo derrotado por 30 x 28. O time mostrou a velha ineficiência em pressionar o QB adversário e falhas na cobertura de passes de curta a média distância, resultando num aproveitamento de 80% de passes completos por Tom Brady. Somado a um início lento do ataque, o Lions rapidamente se viu num deficit de 24 pontos. Talvez a decepção tenha ficado com a principal escolha de Detroit no Draft de 2017, pois o LB Jarrad Davis foi envolvido pelo ataque aéreo de New England. Contra as corridas, seu ponto forte, melhorou seu desempenho no decorrer da partida.

Como pontos positivos, podemos destacar a atuação do sólido OL Ricky Wagner, que foi efetivo bloqueando tanto para o passe quanto abrindo janelas para as corridas. Nessa vertente o TE Darren Fells também teve seu destaque com bons bloqueios e conseguiu se desmarcar bem para recepcionar passes, apesar de ter tido poucas bolas na sua direção e ter anotado apenas uma recepção para 7 jardas. No jogo aéreo, o WR Marvin Jones se mostrou novamente preparado para temporada regular. Depois de ter se destacado no training camp, o recebedor se saiu bem neste jogo “a vera” contra a marcação sob pressão dos CBs do Patriots. Pelo chão, Ameer Abdullah teve um bom número de jardas por carregada (média de 4,6 por tentativa, somando 60 jardas em 13 corridas), além de 3 recepções para 39 jardas. O RB Dwayne Washington parece ter garantido sua vaga no elenco após mostrar força nas corridas e anotar um belo TD após quebrar tackles depois de uma recepção.

GREEN BAY PACKERS

Com problemas nas peças de reposição para a linha ofensiva, o Green Bay Packers acabou sendo derrotado pelo Denver Broncos por 20 x 17 na sua terceira partida de pré-temporada. Os reservas da OL apresentaram problemas, em especial Jason Spriggs e Kyle Murphy, que parecem estar alguns degraus baixo dos titulares. Diante desse risco, Aaron Rodgers participou de somente 10 sanps ofensivos, logo dando lugar ao reserva Brett Hundley, que foi bem ao conseguir manter algumas jogadas vivas devido à sua movimentação. O jogo terrestre apresentou uma boa melhora, com Ty Montgomery conseguindo correr entre os tackles e o calouro Jamaal Williams recebendo bolas no backfield. No jogo aéreo, o destaque vai para o WR Trevor Davis que conseguiu 3 recepções em cima de 3 marcadores diferentes, conquistando 39 jardas após agarrar a bola além de um retorno de punt de 27 jardas.

Na defesa, a linha defensiva segue sendo dominante e difícil de ser parada. Mike Daniels e Kenny Clark foram bem colocando pressão no QB adversário através do interior da DL. Uma dessas pressões inclusive ocasionou uma INT por parte do S Kentrell Brice. Outro que teve novo destaque nesse setor foi o DL Christian Ringo, que até agora é um dos jogadores mais regulares do Packers nessa pré-temporada. Dessa vez, o jogador parou duas corridas e forçou um fumble. Os OLBs titulares viram pouco tempo de jogo, uma vez que só Nick Perry foi a campo e saiu com problemas físicos. Entre os reservas que entraram na rotação, Reggie Gilbert teve outra boa atuação e parece ter conquistado uma vaga no roster final. Na secundária Kentrell Brice teve um turnover que em seguida resultou numa campanha de pontuação para os Cabeças de Queijo e o S Marwin Williams deu sequência ao seu belo momento.

Como ponto negativo, fica a fraca atuação da OL na proteção para o passe e alguns problemas que o time enfrentou com faltas, além de falta de coesão em algumas jogadas. A secundária não foi consistente e enfrentou altos e baixos durante o confronto, com o CB Kevin King sendo o retrato do setor, combinando boas jogadas com outros lances em que pareceu perdido.

MINNESOTA VIKINGS

O Minnesota Vikings venceu o San Francisco 49ers por 32 x 31 em sua terceira partida de preparação para a temporada, porém a performance dos titulares ficou bem aquém do esperado. A primeira unidade do ataque deixou o jogo com 10 punts e apenas um FG, com a OL não inspirando confiança. Do outro lado da bola, a defesa com seus principais jogadores pareceu bater cabeça e ficou perdida em diversas ocasiões.

Individualmente, Sam Bradford foi bem completando 17 de seus 20 passes para 134 jardas, porém muitos deles foram curtos e pouco efetivos. O seu reserva Case Keenum deu vida ao ataque do Vikings na segunda etapa e o atleta se sobressaiu contra o pass rush de San Francisco, completando 4 de 6 passes quando pressionado, com 60 jardas e 1 TD nesta situação. Já o terceiro quarterback Taylor Heinicke anotou a conversão de 2 pontos que deu a vitória a franquia com as próprias pernas numa bela jogada. O RB Jerick McKinnon também teve seu brilho ao anotar um TD de 108 jardas num retorno de kickoff e com sua versatilidade tanto para correr com a bola quanto para receber passes, mostrando que pode ser usado de diversas formas nesse ataque. Outro ponto relevante foram as “estreias” do RB Latavius Murray e do WR Laquon Treadwell. Treadwell esteve em campo com os titulares e se mostrou confortável depois de muito tempo fora de combate. Já Murray foi usado em situações de descida curta e se mostrou competente nos bloqueios.

Na defesa, tivemos outra boa atuação do DE Danielle Hunter, que conseguiu colocar boas pressões no QB adversário. O LB calouro Ben Gedeon teve uma oportunidade entre os titulares e não teve uma boa noite. Na secundária, o S Antone Exum e o CB Jabari Price se destacaram. Num geral, a vitória foi boa pelo ponto de vista da recuperação do time mas os titulares enfrentaram dificuldades e tiveram uma atuação abaixo do que podem produzir, algo que precisa ser evitado na temporada caso o Vikings queira brigar por algo a mais.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Postagens Relacionadas









David Telles é o setorista da NFC NORTE. Analisa Packers, Bears, Lions e Vikings às segundas e sextas aqui no site. No projeto setoristas, falamos dos 32 times a cada duas semanas! Siga-o no Twitter para acompanhar mais da cobertura dessa divisão e debater sobre as matérias: @DavidRTelles