quarta-feira, 13 de julho de 2016

Compartilhe

Divisional Playoffs - New York Jets v New England Patriots

Mais um capítulo para o caso “Deflategate”. O Tribunal de 2ª instância da justiça americana rejeitou nesta quarta-feira a apelação interposta por Tom Brady e pela NFLPA (Associação dos Jogadores) para que o caso fosse revisto por todos os membros da Corte e, desta forma, o QB continua suspenso por quatro jogos.

Anteriormente, o Poder Judiciário dos EUA já havia determinado que o comissário da NFL, Roger Goodell, possuía plenos poderes para aplicar punições para qualquer membro da liga que atentasse contra o esporte. Como o caso foi julgado por uma Câmara composta por 3 juízes, cuja votação terminou sendo 2 votos a 1 a favor da punição, o astro do New England Patriots interpôs um recurso, requerendo que a questão fosse apreciada por todo o corpo de magistrados do Tribunal. Com o apelo sendo negado, resta agora ao QB levar o caso à Suprema Corte dos EUA, no que parece ser um quadro bastante complicado de se reverter.

Vale lembrar que Goodell já deixou bem claro que não há nenhum tipo de conversa para um acordo com Tom Brady e, devido a isso, provavelmente ainda veremos novos capítulos dessa novela, que inclusive provocou uma recente mudança nas regras da NFL. No momento, Brady continua fora das quatro primeiras partidas da franquia de Massachussetts na temporada de 2016 e Jimmy Garoppolo assume o posto de titular nos jogos contra Arizona Cardinals, Miami Dolphins, Houston Texans e Buffalo Bills caso não haja uma reviravolta no caso.

Compartilhe

Comments are closed.