quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

Compartilhe

Após um disputado confronto entre Jaguars e Patriots, e uma vitória surpreendentemente fácil do Eagles sobre o Vikings, foram definidos os participantes do Super Bowl deste ano. Mesmo contando com apenas dois jogos, a última rodada da NFL nos proporcionou belos lances. Sendo assim, da mesma forma que fizemos durante a temporada regular, selecionamos e comentamos as melhores jogadas. É hora de conferir o TOP 5 das Finais de Conferência.

LEIA MAIS: TOP 5 – Melhores jogadas das semifinais de Conferência

5) Mercedes Lewis recebendo TD após bela jogada do Jaguars

Começamos o nosso TOP com a única jogada da semana protagonizada por uma equipe derrotada. Na disputada final da AFC, Jaguars e Patriots fizeram uma partida repleta de lances interessantes, tanto do ponto de vista tático, como também em relação à beleza das jogadas. Bem superior na primeira metade da partida, o Jaguars conseguia manter Tom Brady fora do campo e fazia uma partida surpreendente do ponto de vista ofensivo. Abusando de sua maior arma ofensiva, o RB Leonard Fournette, a equipe de Jacksonville permitia, inclusive, que o contestado Blake Bortles tivesse tranquilidade para utilizar o jogo aéreo se aproveitando da atenção redobrada que a defesa de New England dava para o ótimo RB. Observe que o Patriots coloca vários jogadores no “box” no intuito de parar a corrida de Fournette. A movimentação de Lewis é importante, pois o TE simula um bloqueio, o que também induzir a defesa a acreditar em uma jogada pelo solo, porém, rapidamente, se desloca para receber o passe. Um detalhe interessante é como esta movimentação deixa Patrick Chung (23) completamente vendido na jogada.

LEIA MAIS: O melhor e pior das Finais de Conferência de 2018

4) Stephon Gilmore justificando o investimento

Uma das maiores contratações (financeiramente) da última offseason, Stephon Gilmore chegou ao Patriots com um belíssimo vinculo de 5 anos e US$ 65 milhões. Os números desta movimentação indicam a confiança que Bill Belichick tem no ex-jogador do Bills. No entanto, os primeiros jogos do CB em New England não foram nada satisfatórios. Com a unidade defensiva registrando recordes negativos históricos nas primeiras semanas, Gilmore parecia completamente perdido em seu novo time. Entretanto, com a evolução defensiva na segunda metade da temporada e, principalmente, nos playoffs, o atleta começou a justificar o investimento em sua aquisição. Na jogada acima, tivemos uma boa mostra das qualidades de Gilmore que, em uma 4ª para 14 jardas, faltando pouco menos de dois minutos para o final do jogo, faz uma jogada decisiva e belíssima desviando o passe em direção ao calouro Dede Westbrook. Na repetição da jogada é interessante acompanhar toda a movimentação do CB na marcação perfeita sobre Westbrook até o momento do desvio vital.

3) Patrick Robinson com uma Pick Six sobre Case Keenum

Protagonista de um dos lances mais marcantes da temporada e, talvez, da história dos playoffs na semana passada, Case Keenum aparece na semana seguinte em nosso TOP 5 como o “antagonista” da bela jogada acima. O destaque desta vez é para o CB Patrick Robinson do Eagles. Escolhido na 1ª rodada do draft em 2010 pelo Saints, Robinson passou também por Chargers e Colts até chegar ao Eagles em 2017. Jogador com uma carreira oscilante, Patrick vem fazendo um bom trabalho em Philadelphia onde participou de todos os jogos da equipe nesta temporada. Na jogada destacada, podemos reparar que Chris Long (56) consegue passar pela OL do Vikings e chega a encostar em Keenum que, por isto, acaba lançando um passe muito ruim. Robinson, então, se aproveita do lance, faz a interceptação, e começa um retorno excepcional. O destaque vai para a paciência do CB esperando e orientando os bloqueios até chegar à end zone. Jogada chave na partida em um momento que o Vikings tinha vantagem no placar – e que mudou completamente os rumos do confronto.

Leia textos exclusivos a cada semana sobre todos os times da NFL. Seja um assinante L32

2) Nick Foles e Alshon Jeffrey combinando para um TD sensacional

Jogador de talento inquestionável, Alshon Jeffery sempre teve os maiores questionamentos em relação ao seu desempenho pautados por questões extracampo. Sofrendo com algumas lesões em seus últimos anos em Chicago, Jeffery chegou ao Eagles para ser o WR 1 de Carson Wentz. Após a lesão do QB titular, a equipe de Philadelphia se viu obrigada a utilizar Nick Foles que parecia estar na reta final de sua carreira na liga; mesmo tendo apenas 29 anos de idade. Porém, algo que parecia improvável vem ocorrendo, Foles e Jeffery vêm demonstrando um belo entrosamento, principalmente, nas partidas dos playoffs. Nos embates contra Falcons e Vikings, Jeffery teve 146 jardas e 2 TDs; enquanto Foles combinou para 598 jardas e 3 TDs. O QB, inclusive, merecia estar nesta coluna por mais algumas outras jogadas, incluindo um passe para TD de Torrey Smith com direito a flea flicker. No entanto, a jogada escolhida acima é a belíssima conexão entre Foles e Jeffery para o TD de 56 jardas. O lance ainda se torna mais impressionante se observarmos como Foles é pressionando pelo pass rush, é tocado, obrigado a se movimentar, mas, mesmo nestas condições, não tira os olhos do fundo do campo e consegue conectar um passe perfeito para Jeffery.

1) Tom Brady sendo Tom Brady

Falar de Tom Brady e seus recordes, principalmente, em pós-temporada é quase redundante. Os números do QB são inquestionáveis, entretanto, acima das estatísticas, a performance do jogador é o que mais se destaca nestes momentos. Para o torcedor que acompanha a NFL há uns anos, e que realmente ama ver a beleza do esporte, é um grande prazer ter a oportunidade de acompanhar, provavelmente, a melhor geração de QBs de todos os tempos com o próprio Brady, Peyton Manning, Drew Brees e Aaron Rodgers. Na partida contra o Jaguars, dono da melhor defesa da NFL, Brady conseguiu mais uma vez conduzir uma campanha para virar um jogo no 4º período. Outro destaque da jogada é o WR Danny Amendola. Jogador que não se destaca estatisticamente, e que convive com problemas para ficar saudável por longos períodos, Danny se mostra extremamente confiável nestes momentos. Como já havia feito em jogos decisivos anteriormente – incluindo no Super Bowl – Amendola consegue se destacar e se torna um alvo de confiança para Brady. No vídeo acima, estamos em uma 2ª para o TD e Brady, com muita tranquilidade, encontra o WR no fundo da end zone para virar o jogo. Vale o destaque para a bela recepção de Amendola em um passe de Brady que chegou com bastante força e um pouco acima do “baixinho” WR que se estica e ainda tem tempo de colocar os dois pés no campo para levar o Patriots para mais um Super Bowl.

Estas foram as melhores jogadas das Finais de Conferência. Gostaram? Faltou alguma? Comentem!


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

1 comentário

  1. 63 TD de pós temporada do Tom Brady era antes destes Playoffs começarem. Agora ele está com 68 TD’s.

Leave A Reply