quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Compartilhe

Com a zebra passeando em Kansas City, e o jogão entre Panthers e Saints, a rodada de Wild Card nos proporcionou muitas emoções. E da mesma forma que fizemos durante a temporada regular, continuamos a selecionar e comentar as melhores jogadas da rodada. Dito isto, é hora de conferir o TOP 5 da semana de Wild Card.

LEIA MAIS: TOP 5 – Melhores jogadas da semana 17

5) Derrick Henry mais uma vez decisivo

A temporada atual tem sido de afirmação para Derrick Henry. Figura recorrente em nosso TOP 5, o RB tem se aproveitados das lesões, e da queda de produtividade do veterano DeMarco Murray para se firmar como o líder do backfield do Titans. Muito importante nos últimos jogos da temporada regular, Henry foi absolutamente decisivo no confronto que parecia perdido diante do Chiefs. Nesta partida, Derrick conseguiu a impressionante marca de 191 jardas de scrimmage e ainda um TD para selar a improvável passagem do Titans para a semifinal da Conferência Americana. No lance destacado, Henry se encontra alinhando ao lado de Marcus Mariota e, após receber a bola do QB, avança 35 jardas até o TD. Na repetição do vídeo é possível notar que a defesa do Chiefs espera uma jogada pela direita, no entanto, a corrida de Henry se desenvolve para o lado oposto. Além de Derrick, a movimentação de dois jogadores é bem interessante na jogada. Pelo lado do Titans, repare no bloqueio fundamental executado pelo RG Josh Kline (64) que se desloca para o lado esquerdo e faz uma jogada chave. Pelo lado do Chiefs, é interessante notar que Jarvis Jenkins (94) até poderia ter parado a jogada, porém, o DT não percebe que a bola está com Henry, e ataca Mariota.

LEIA MAIS: Quatro fatos sobre a rodada de Wildcard de 2018: O Sul domina!

4) Julio Jones mostrando que sempre será um ótimo alvo na red zone

Um dos três melhores WRs da NFL atual em quase todos os Rankings do mundo, Julio Jones teve mais uma temporada ultrapassando a marca de 1400 jardas recebidas em sua carreira. No entanto, a baixa quantidade de TDs recebidos (3) e sua pouca utilização na red zone chamaram a atenção durante a temporada. Substituto de Kyle Shanahan como OC do Falcons, Steve Sarkisian tem sido apontado como o grande responsável por esta subutilização de Jones na zona decisiva do campo. Com o trabalho bem contestado até aqui, Sarkisian não tem conseguido manter – nem ao menos próximo – o nível de seu antecessor. Entretanto, no confronto diante do Rams, Julio teve seu potencial explorado de forma mais inteligente no ataque do Falcons. Como podemos observar no vídeo acima, a jogada é bem criativa e conta com a movimentação de Jones para confundir a defesa do Rams. O WR do Falcons está alinhado na parte esquerda do ataque, porém, após o snap, Julio faz uma movimentação para o lado oposto. Repare que nenhum defensor acompanha o recebedor e, ao receber o passe, Jones tem um caminho praticamente livre até a end zone. O Safety Jon Johnson (43) ainda tenta uma recuperação, mas Jones avança e consegue seu 4º TD na temporada.

3) Drew Brees com uma conexão de 80 jardas para o TD de Ted Ginn JR

A temporada do Saints foi recheada de surpresas positivas. Além da evolução defensiva impressionante, o ataque terrestre arrasador com os ótimos Mark Ingram e Alvin Kamara também não era algo previsto para um time que tem Drew Brees como o seu QB. Todavia, na partida sensacional contra o Panthers, Brees precisou usar todo o seu talento contra a forte defesa de Carolina que fazia um ótimo trabalho contendo o jogo terrestre. Aos 38 anos, e em sua 17ª temporada na liga, mais uma vez o QB do Saints demonstrou porque é um dos melhores jogadores da história da NFL. Com os RBs combinando para apenas 45 jardas, sobrou para o veterano guiar a equipe para a vitória com 376 jardas aéreas 2 TDs e uma interceptação. No lance, podemos notar que Brees sai da linha de 20 jarda de seu campo e encontra Ted Ginn com um passe sensacional. Repare na repetição que o QB percebe que o Panthers não tem nenhum jogador patrulhando o fundo do campo e acha Ginn que, com sua característica velocidade, avança para um TD belíssimo. São 80 jardas nesta conexão que confirma que Drew Brees continua o mesmo.

2) Christian McCaffrey com um TD de 56 jardas

Escolhido na 8ª posição geral do último draft, Christian McCaffrey teve algumas dificuldades em sua primeiros jogos na NFL. Seja pelos problemas na linha ofensiva do Panthers, ou mesmo uma questão de adaptação à nova realidade entre os profissionais, fato é que o talentoso jogador não teve o impacto imediato de alguns outros calouros de sua posição. Entretanto, com o passar das semanas, com a utilização mais inteligente de seus talentos e, principalmente, com a evolução de Cam Newton, McCaffrey deu mostras da arma ofensiva que pode ser na NFL  ao finalizar a temporada regular com 1086 jardas de scrimmage e 7 TDs em um bom ano de calouro. Na partida contra o Saints, o RB teve 117 jardas totais, incluindo a recepção de 56 jardas para TD que podemos acompanhar acima. No lance, é possível observar que McCaffrey está alinhado no backfield ao lado de Newton e se desloca para receber o passe. Uma das principais qualidades do jogador pode ser vista neste lance. McCaffrey não é apenas um RB que recebe passes, o produto de Stanford faz rotas com precisão, e se torna um verdadeiro WR quando é colocado nesta função. Vale o destaque para o corte preciso que Christian faz em sua rota deixando o defensor do Saints completamente fora da jogada. Para finalizar, o jogador do Panthers demonstra velocidade ao deixar quatro defensores para trás até a end zone.

1)Marcus Mariota com um passe para TD de Marcus Mariota

Analisar a trajetória do Titans e de seu QB nesta temporada é no mínimo curioso. Muitos analistas esperavam mais do QB em seu terceiro ano, e o mesmo teve uma temporada bem abaixo do que poderia render. Por outro lado, o Titans estava longe de ser um dos favoritos a uma das vagas nas semifinais de conferência, ou seja, a equipe está bem acima da maioria das previsões. Na partida contra o Chiefs, se tecnicamente não foi um primor, Mariota demonstrou raça para buscar a virada e ainda contou com a sorte no lance destacado acima. Estamos em uma 3ª para o TD com o Titans perdendo por 21 x 3 em uma partida que parecia decidida. Mariota recebe o snap e faz uma leitura na parte de cima onde Derrick Henry havia se movimentado para receber o passe. Com todos os seus alvos bem marcados, Marcus improvisa uma jogada e tenta um passe que é bloqueado pelo veterano Darrelle Revis (24), porém, a bola volta para o mesmo Mariota, que faz a recepção e salta para o TD. Quando um QB faz um passe para si mesmo, e ainda vira uma partida de playoffs perdendo por 21 x 3, ele certamente merece o primeiro lugar em nosso TOP 5.

Estas foram as melhores jogadas da semana de Wild Card. Gostaram? Faltou algum lance? Comentem!


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

7 Comentários

  1. Henrique Parísio on

    Muito bom o texto e as escolhas!!! Que na próxima temporada os Colts estejam presentes frequentemente na coluna. hehehehehe

  2. Rafael Guilherme da Silva on

    Caras, confesso q a jogada q matou a partida com o bloqueio do mariota pra corrida do henry, foi muito ele nesse jogou: entregou tudo q podia e mais um pouco. Coração de vencedor. Q homem.

  3. Foi muito bonita mesmo! Estava entre as possíveis escolhas, mas acabou entrando o passe/recepção para TD.

  4. Anderson M. Santos on

    A demissão do Pagano já merecia estar aqui! Sabe quando o cara tira a última sacola do armário? Tinha que emoldurar isso … e eternizar! Não posso comemorar muito! Vocês tinham Pagano, nós temos Vance Joseph! Abraço!

Leave A Reply