segunda-feira, 9 de Janeiro de 2017

Compartilhe

usatsi_9008582_168380931_lowres

Veja os destaques e os acontecimentos de cada partida da rodada de Wild Card, a primeira da pós-temporada.

Houston Texans (9-7) HOU 27 x 14  OAK Oakland Raiders (12-4), NRG Stadium

A partida entre Houston Texans e Oakland Raiders chegou a esse último fim de semana sendo considerada como o pior confronto da rodada de Wild Card. O Texans foi campeão da AFC South, uma das, senão a pior divisão da liga, enquanto o Oakland Raiders ficou atrás do Kansas City Chiefs na divisão oeste da conferência americana. Contudo, o problema maior era o desfalque de Derek Carr, QB do Raiders, que quebrou a fíbula faltando poucas semanas para os decisivos jogos de playoffs, desta maneira colocando Matt McGloin e depois Connor Cook em campo. O novato do Raiders entrou em uma panela de pressão. Jogando fora de casa, contra uma grande defesa, sendo obrigado a vencer o jogo para seguir em frente e esta sendo a primeira partida do Raiders nos playoffs desde 2002. E ele não suportou a pressão. Com uma partida muito ruim, comprometeu demais o ataque da sua equipe e viu o sistema defensivo adversário o engolir. Não dá para dizer que o Texans dominou a partida, contudo, a equipe de Oakland não ofereceu nenhum risco ao time mandante. Vitória segura do Texans que agora enfrenta o New England Patriots, fora de casa.

Melhores da Partida: 

Houston Texans HOU

WR DeAndre Hopkins: 5 recepções para 67 jardas e 1 TD

OLB Whitney Mercilus: 7 tackles, 2 sacks, 3.5 tackles para perda de jardas e 2 hits no Quarterback

CB A.J. Bouye: 2 tackles, 4 passes desviados e 1 interceptação

Oakland Raiders OAK

WR Andre Holmes: 4 recepções para 50 jardas e 1 TD

DE Khalil Mack: 11 tackles e 2 tackles para perda de jardas

MLB Perry Riley Jr.: 6 tackles


Seattle Seahawks (10-5-1) seahawks-logo 26 x 06 lions-logo  Detroit Lions (9-7), CenturyLink Field

Jogando diante de sua apaixonada torcida, o Seahawks conquistou a décima vitória seguida de pós-temporada em seus domínios ao bater o Detroit Lions por 26 a 6, pela rodada de Wild Card. Em uma noite inspirada, a franquia de Seattle foi dominante na defesa, segurando o ataque do Lions, que só conseguiu pontuar através de 2 FG convertidos pelo K Matt Pratter. Além disso, o QB Russell Wilson contou com grandes atuações dos WR Doug Baldwin e Paul Richardson, sem contar na excelente performance do RB Thomas Rawls, que correu para 161 jardas e anotou um TD.

O placar foi inaugurado somente no segundo período, após belíssima recepção com uma das mãos de Paul Richardson, em uma conexão de 2 jardas com Wilson. O lance ainda gerou certa polêmica pois o recebedor puxou a grade do capacete do defensor de Detroit mas os árbitros não assinalaram a falta. Ainda no primeiro tempo, cada equipe converteu um FG, levando o jogo ao intervalo com 10 a 3 no placar.

No segundo tempo, o Lions reduziu a diferença para 10 a 6 após mais um FG convertido por Pratter, mas daí em diante só deu Seahawks. Já no último período, outro FG para Seattle (13 a 6), um TD de Thomas Rawls (corrida de 4 jardas), com extra point errado, e um de Doug Baldwin, após passe de 13 jardas de Wilson. O curioso nessa última pontuação é que, momentos antes, o próprio Baldwin havia feito uma incrível recepção e manteve a posse da bola com as nádegas, sem contar que o TD foi “roubado” de seu companheiro Jermaine Kearse, já que o passe era para ele, que estava livre e com os braços abertos para receber a bola quando Baldwin deu uma de esperto e roubou o ponto. Tudo certo para o Seattle, que agora viaja para Atlanta para encarar o Falcons pela Divisional Round.

Melhores da Partida: 

Seattle Seahawks seahawks-logo

QB Russell Wilson: 23/30, 224 jardas e 2 TD.

RB Thomas Rawls: 27 corridas para 161 jardas e 1 TD.

WR Doug Baldwin: 11 recepções para 104 jardas e 1 TD.

Detroit Lions lions-logo

QB Matthew Stafford: 18/32 para 205 jardas.

RB Zach Zenner: 11 corridas para 34 jardas.

WR Marvin Jones: 4 recepções para 81 jardas.


Green Bay Packers (106) GB 38 x 13 NYG New York Giants (115), Lambeau Field

No jogo mais aguardado da rodada de Wild Card, o Green Bay Packers enfrentou certas dificuldades no início, mas contou com uma grande atuação do QB Aaron Rodgers para superar o New York Giants e se garantir na próxima fase dos playoffs. O jogo começou com o Giants dominando as ações, que com seu forte jogo aéreo teve oportunidades de abrir uma boa vantagem no marcador. Entretanto, sofrendo com drops dos seus recebedores, a franquia nova-iorquina teve que se contentar com dois FGs e tinha a liderança até a metade do 2º quarto. Green Bay, por sua vez, contava com uma boa proteção proporcionada por sua linha ofensiva ao QB Aaron Rodgers, porém o grande trabalho realizado pela secundária do Giants complicava a situação dos donos da casa. A cara do jogo mudou no fim do primeiro tempo da partida, quando o Packers conseguiu anotar dois TDs em jogadas magistrais de Rodgers, sendo uma delas uma Hail Mary. Com isso, o Packers foi para o intervalo liderando por 14 x 6. Na volta dos vestiários, o ataque dos mandantes se acertou, porém uma decisão controversa do técnico Mike McCarthy, que arriscou uma quarta descida ainda no seu campo de defesa, proporcionou um turnover em downs e o Giants não perdoou, anotou um TD e encostou no placar. Na campanha seguinte, Rodgers conduziu o Packers num avanço rápido que resultou em touchdown e reduziu o ímpeto dos visitantes. A partir daí, New York não encontrou respostas para o forte ataque de Green Bay e ainda cometeu dois turnovers (um fumble e uma INT), comprometendo qualquer chance de reação. O Packers avança nos playoffs e agora enfrenta o Dallas Cowboys na próxima rodada.

Melhores da partida

Green Bay Packers GB

QB Aaron Rodgers: 25/40 em passes, 362 jardas, 4 TDs.

WR Randall Cobb: 5 recepções, 116 jardas, 3 TDs.

LB Julius Peppers: 3 tackles, 2 QB hits, 2 sacks, 1 passe defendido.

New York Giants NYG

QB Eli Manning: 23/44 em passes, 299 jardas, 1 TD, 1 INT.

WR Tavares King: 3 recepções, 73 jardas, 1 TD.

S Landon Collins: 9 tackles, 1 QB hit, 1 sack, 2 passes defendidos.


Pittsburgh Steelers (11-5)steelers-logo30 x 12MIAMiami Dolphins (10-6), Heinz Field

O Steelers não teve trabalho para vencer, em casa, o desfalcado Miami Dolphins. O time da Flórida não contou com o quarterback titular Ryan Tanehill, além do cornerback Byron Maxwell e outros. Com isso, o Dolphins não conseguiu apresentar qualquer resistência ao Steelers. No primeiro quarto, o Steelers conseguiu abrir 14 pontos de vantagem com dois touchdowns longos de Antonio Brown (50 e 64 jardas); vantagem que foi diminuída após um field goal. Ao final do segundo quarto, a diferença subiu para 14 pontos e o Dolphins perdeu a chance de iniciar a reação no fim desse quarto, após um fumble na linha de oito jardas do campo de ataque. O time da casa tirou todas as chances do vistitante no terceiro quarto, ao aumentar a diferença para 24 pontos. O único touchdown do Dolphins na partida veio no último quarto, no famoso “garbage time”, em que os times já não estão jogando da maneira mais séria possível devido ao resultado do jogo. O trio de ataque do Steelers, composto por Bell, Ben e Brown, dominou a defesa do Dolphins. Ben teve momentos ruins com duas intercetações, mas foram apenas breves colapsos. A defesa do time da casa forçou três fumbles (recuperando dois) e interceptou Moore uma vez. O Dolphins, apesar do ótimo aproveitamento de Moore, não conseguiu ameaçar o time da casa, por causa, principalmente, dos desfalques da equipe.

Melhores da partida

Pittsburgh Steelerssteelers-logo

RB Le’Veon Bell: 19 corridas para 167 jardas e 2 TD. 2 recepções para 7 jardas.

WR Antonio Brown: 5 recepções para 124 jardas e 2 TD.

LB James Harrison: 6 tackles solo, 4 assistências, 1,5 sack e 1 fumble forçado.

Miami DolphinsMIA

QB Matt Moore: 29/36, 289 jardas, 1 TD e 1 INT.

WR Jarvis Landry: 11 recepções para 102 jardas.

K Andrew Franks: 2/2 FG.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.