Preview da Semana 14 do College Football

3 de dezembro de 2016
Tags: andre oliveira, College Football, mundo college, ncaa,

Principais Resultados e Observações da Semana 13

Quinta (24/11)

  • Texas A&M 39 x 54 LSU

Com um grande desempenho ofensivo e em dia de quebra de recordes, LSU derrotou o Aggies em pleno Kyle Field. O principal nome do jogo foi sem dúvidas o RB Derrius Guice. Recebendo mais oportunidades por conta da lesão de Leonard Fournette, Guice se tornou o novo dono da maior marca de jardas terrestres da história do programa, antes pertencente ao próprio companheiro de equipe. Foram 285 jardas em 37 tentativas, além de 4 TDs. O QB Danny Etling também teve um ótimo jogo, passando das 300 jardas aéreas (324 na partida) pela segunda vez na carreira e lançando 2 TDs. A vitória na última partida da temporada regular foi crucial para coroar a campanha do time sob o comando do HC interino Ed Orgeron, que acabou sendo efetivado no cargo durante o final de semana.

Sexta (25/11)

  • #23 Washington State 17 x 45 #5 Washington

Parecia que apenas um time jogava na Apple Cup desse ano. Washington literalmente dominou Wazzu desde o início do jogo, praticamente definindo o confronto no primeiro quarto da partida. Foram 4 TDs marcados e apenas 1 FG sofrido no período inicial. A vantagem do Huskies não chegou a ficar abaixo de 3 posses em mais nenhum momento da partida. Com o resultado positivo, Washington garantiu o título da PAC-12 North e voltou ao Top 4 do College Football Playoffs.

  • Iowa 40 x 10 #16 Nebraska

A volta do QB Tommy Armstrong não foi suficiente para evitar o vexame do Cornhuskers contra Iowa. Em dia de grande desempenho do jogo corrido, o Hawkeyes abriu duas posses de vantagem logo no primeiro quarto e não permitiu que o adversário se aproximasse no placar pelo resto do confronto. Os RBs LeShun Daniels Jr. e Akrum Wadley passaram das 100 jardas terrestres cada e acumularam 3 TDs. A vitória de Iowa acabou beneficiando a rival Wisconsin, que garantiu o título da Big Ten West com a derrota de Nebraska.

  • Air Force 27 x 20 #19 Boise State
  • Memphis 48 x 44 #20 Houston
  • Texas 9 x 31 TCU
  • #21 Western Michigan 55 x 35 Toledo
  • North Carolina 21 x 28 North Carolina State

Sábado (26/11)

  • #1 Alabama 30 x 12 #13 Auburn

Apesar de um primeiro tempo “bizarro”, Alabama não deu chance para a zebra e venceu Auburn no 81º Iron Bowl. O placar de 13 x 9 para Crimson Tide no intervalo não refletia o que tinha sido o primeiro tempo. A equipe de Nick Saban claramente era superior, mas turnovers ofensivos impediam o time de aumentar a vantagem. No segundo tempo, a história foi diferente. Alabama marcou 2 TDs nas suas duas primeiras posses ofensivas do terceiro quarto e segurou o jogo corrido adversário. Enquanto isso, o fraco jogo aéreo de Auburn se mostrava novamente inefetivo e incapaz de virar o placar.

  • #2 Ohio State 30 x 27 #3 Michigan

A aguardada partida entre Buckeyes x Wolverines certamente correspondeu as expectativas de um dos melhores jogos da temporada. O duelo só foi decidido na segunda prorrogação, após as equipes chegarem ao fim do último quarto empatadas em 17 x 17. Com a campanha de Michigan no 2º OT terminando em FG, o TD de 15 jardas do HB Curtis Samuel deu a vitória ao Buckeyes. Mesmo que o placar final tenha sido alto, os dois setores defensivos foram os principais nomes da partida. A defesa de Ohio State conseguiu interceptar Wilton Speight duas vezes e Malik Hooker retornou uma das interceptações para TD. Já a defesa do Wolverines pressionou J.T. Barrett o jogo inteiro, chegando a levar o quarterback adversário ao chão em 8 oportunidades. A vitória do Buckeyes acabou ajudando Penn State a ir para o Championship Game da Big Ten. Para ir à final de conferência, o Nittany Lions precisava não só derrotar Michigan State como torcer para um tropeço do Wolverines.

  • #11 Louisville 38 x 41 Kentucky

Restando 1:45 para o fim, Louisville tinha a posse da bola em uma 1st & Goal na linha de 9 jardas até que um fumble sofrido por Lamar Jackson deu esperanças a Kentucky de vencer a partida. Em seis jogadas o ataque do Wildcats chegou a linha de 29 jardas faltando 12 segundos no relógio. Foi quando o K Austin MacGinnis acertou o FG de 47 jardas para definir o placar final e marcar a primeira campanha de 7 ou mais vitórias de Kentucky desde a temporada 2009.

  • #9 Colorado 27 x 22 #22 Utah
  • #7 Penn State 45 x 12 Michigan State
  • #14 Florida State 31 x 13 #15 Florida
  • #4 Clemson 56 x 7 South Carolina
  • #6 Wisconsin 31 x 17 Minnesota
  • #12 USC 45 x 27 Notre Dame
  • Vanderbilt 45 x 34 #17 Tennessee
  • Iowa State 19 x 49 #18 West Virginia
  • #24 Stanford 41 x 17 Rice
  • SMU 31 x 75 #25 Navy
  • Georgia 27 x 28 Georgia Tech
  • Virginia Tech 52 x 10 Virginia
  • Ole Miss 20 x 55 Mississippi State
  • California 36 x 10 UCLA

De Olho no Draft

DE Myles Garrett (Texas A&M)

Resultado de imagem para myles garrett

Falando de uma forma direta, Myles Garrett é o melhor jogador dentre todos os elegíveis para o próximo Draft e, a não ser que algo inesperado aconteça, deve ser selecionado entre as 3 primeiras escolhas da primeira rodada. Com 1,96m e 122 kg, é um pass rusher muito completo, capaz de vencer os OTs adversários com velocidade ou força. Explosivo e atlético, Garrett vem mantendo um nível absurdo de produtividade desde que chegou ao futebol americano universitário. Mesmo sofrendo com algumas lesões nesse ano,  era notável o impacto que causava nas partidas em que atuou. Apesar de não ser tão bom no jogo corrido como é no pass rush, Garrett mostrou uma tremenda evolução no quesito.

S Jamal Adams (LSU)

Resultado de imagem para jamal adams

Frequentemente comparado ao também ex-Tigers Tyrann Mathieu, Jamal Adams é um jogador fácil de ser notado durante os jogos. Seja cobrindo o fundo de campo, atacando RBs na linha de scrimmage, antecipando as rotas dos recebedores ou até marcando slot WRs, Adams está por todo campo. O tamanho, velocidade, capacidade de reação e agressividade o transformam em um temido Ballhawk que raramente é desafiado pelos QBs adversários. Apesar de toda a expectativa formada ao redor do seu companheiro de time, Leonard Fournette, há chances reais do jogador ser o primeiro atleta de LSU escolhido no próximo Draft, caso ele se declare.

TE O.J. Howard (Alabama)

Resultado de imagem para oj howard

Se percebe quão absurdamente lotado de talento é o ataque de Alabama quando atletas como O.J. Howard acabam sendo subutilizados. Apesar dos números não mostrarem, o jogador tem um enorme potencial e todas as ferramentas físicas para ser um atleta de elite na posição. O problema é que, assim como vasta maioria dos Tight Ends vindos do College, Howard é um jogador considerado muito “cru” tecnicamente. Sua execução de rotas é um dos principais pontos a serem trabalhados, principalmente porque o jogador confia demais no seu atleticismo e velocidade para ganhar dos defensores ao invés de refinar os seus cortes. Howard também é útil como bloqueador para o jogo corrido ou proteção do quarterback, mas precisará ganhar mais um pouco de massa muscular para ter sucesso no quesito na NFL.

Melhores Jogos da Rodada (Semana 14)

Oklahoma#9 Oklahoma Sooners (9-2, 8-0 Conf.) x #10 Oklahoma State Cowboys (9-2, 7-1 Conf.) – 15:30

Resultado de imagem para bedlam rivalry

Oficialmente, a Big 12 só terá um Championship Game na próxima temporada, mas o duelo entre Oklahoma Sooners e Oklahoma State Cowboys terá o mesmo valor. Devido ao recorde na conferência, quem ganhar a partida, leva o título da conferência. É o segundo ano seguido que o confronto decidirá o campeão da Big 12. No duelo da temporada passada, o Sooners levou a melhor fora de casa, batendo o Cowboys por 58 x 23.

Diferente do duelo do ano passado, Mason Rudolph chega saudável para o confronto. O talentoso quarterback comanda um balanceado e dinâmico ataque que tem a sua disposição um eficiente jogo corrido e aéreo. A dupla de RBs formada pelo senior Chris Carson e o freshman Justice Hill vem correndo muito bem com a bola nas últimas semanas. James Washington é sem dúvidas o mais produtivo e perigoso recebedor do time, mas WRs como Jalen McCleskey e Jhajuan Seales são sólidos contribuidores. Contra a defesa do Sooners, é esperado que o setor marque muitos pontos. Apesar de ter melhorado nas últimas semanas, a defesa de Oklahoma ainda demonstra muito inconsistência, além de tendências de ceder big plays. Apesar de ter segurado os quarterbacks adversários nas partidas contra Baylor e West Virginia, contra o jogo corrido a equipe tem deixado bastante a desejar.

Contudo, assim como o Cowboys, o Sooners possui um ataque muito talentoso. A receita é praticamente a mesma: Um bom quarterback (Baker Mayfield), uma ótima dupla de RBs (Samaje Perine e Joe Mixon) e um excelente WR (Dede Westbrook). Westbrook, por sinal, deve ter mais um jogo fantástico nesse final de semana. Apesar de contar com um jogador perigoso como Jordan Sterns, a secundária do Cowboys tem sido uma dor de cabeça por boa parte da temporada, muito por causa dos altos e baixos de seus cornerbacks.

Jogadores para se observar:

  • #6 QB Baker Mayfield (OK)
  • #32 RB Samaje Perine (OK)
  • #25 RB Joe Mixon (OK)
  • #11 WR Dede Westbrook (OK)
  • #78 LT Orlando Brown (OK)
  • #31 DE Ogbonnia Okoronkwo (OK)
  • #7 CB Jordan Thomas (OK)
  • #2 QB Mason Rudolph (OK State)
  • #27 RB Justice Hill (OK State)
  • #32 RB Chris Carson (OK State)
  • #28 WR James Washington (OK State)
  • #1 WR Jalen McCleskey (OK State)
  • #96 DT Vincent Taylor (OK State)
  • #13 FS Jordan Sterns (OK State)

#3 Clemson Tigers (11-1, 7-1 Conf.) x #23 Virginia Tech Hokies (9-3, 6-2 Conf.) – 23:00 (WatchESPN)

Imagem relacionada

Os dois finalistas do ACC Championship Game chegam com moral altíssima para o confronto. Tanto o Tigers como o Hokies vem de vitórias maiúsculas contra South Carolina e Virginia respectivamente. Contudo, a mesma dominância do último final de semana não tem sido uma constante na temporada dos dois times. Ambos acumularam vitórias muito importantes, mas ao mesmo tempo acabaram sendo derrotados por adversários teoricamente inferiores.

Deshaun Watson tem sido um dos maiores responsáveis pela inconsistência de Clemson no ano. Mesmo com um explosivo grupo ofensivo ao seu redor, o quarterback alternou grandes performances com desempenhos muito abaixo do esperado. Um dos poucos pontos constantes do ataque do Tigers é o RB Wayne Gallman. Contra a defesa do Hokies, que dispõe de uma secundária muito boa, o jogador pode acabar sendo a principal arma do time.

Ofensivamente, Virginia Tech também tem potencial de causar problemas para o adversário. O Hokies não possuem um formidável jogo corrido, mas o QB Jerod Evans e o RB Travon McMillan formam uma sólida dupla capaz de ganhar jardas importantes pelo chão. Isso pode acabar sendo crucial contra uma defesa que apesar de contar com jogadores talentosos como Carlos Watkins e Dexter Lawrence no front seven, tem mostrado uma tendência em ceder big plays para os corredores adversário.

Jogadores para se observar:

  • #4 QB Deshaun Watson (CLE)
  • #9 RB Wayne Gallman (CLE)
  • #7 WR Mike Williams (CLE)
  • #3 WR Artavis Scott (CLE)
  • #16 TE Jordan Leggett (CLE)
  • #55 OG Tyrone Crowder Jr. (CLE)
  • #94 DT Carlos Watkins (CLE)
  • #10 LB Ben Boulware (CLE)
  • #25 CB Cordrea Tankersley (CLE)
  • #18 SS Jadar Johnson (CLE)
  • #4 QB Jerod Evans (VT)
  • #1 WR Isaiah Ford (VT)
  • #7 TE Bucky Hodges (VT)
  • #4 DE Ken Ekanem (VT)
  • #31 CB Brandon Facyson (VT)
  • #3 CB Greg Stroman (VT)
  • #19 S Chuck Clark (VT)

#6 Wisconsin Badgers (10-2, 7-2 Conf.) x Penn State#7 Penn State Nittany Lions (10-2, 8-1 Conf.) – 23:00

Resultado de imagem para saquon barkley

Poucos previam que, em uma divisão que tem Ohio State e Michigan, seria Penn State a representante da Big Ten East na final de conferência. Uma sequência fantástica de 8 vitórias seguidas, incluindo um inesperado triunfo frente ao Buckeyes, permitiu a volta por cima da equipe após acumularem duas derrotas nos quatro primeiros jogos. A própria Ohio State acabou ajudando o Nittany Lions a alcançar a pós-temporada, após ter derrotado Michigan no último sábado, a qual levava vantagem em relação a Penn State no confronto direto.

O desafio agora é contra o time que possui uma das melhores defesas do College Football. Wisconsin emplacou uma ótima sequência de 6 vitórias consecutivas para reivindicar o título da Big Ten West. O Badgers desse ano tem a mesma marca do time nas últimas temporadas. Um jogo corrido muito bom e uma defesa bastante agressiva e oportunista. Apesar da inconsistência na posição de quarterback, onde Alex Hornibrook e Bart Houston dividem snaps, Wisconsin tem conseguido marcar um bom número de pontos nos últimos jogos principalmente pela defesa conseguir colocar o time em boas posições de campo. São 21 interceptações na temporada, maior marca da FBS no ano.

Felizmente para Penn State, Trace McSorley tem conseguido evitar um alto número de turnovers mesmo tendo sido protegido de forma bastante questionável.  Aliás, a linha ofensiva de Penn State com toda certeza será umas das principais responsáveis pelo placar final da partida. A “muralha vermelha” de Wisconsin frequentemente tem conseguido pressionar os quarterbacks adversários e parar o jogo corrido. Para se ter uma ideia, o Badgers enfrentou 5 RBs que passaram das 1000 jardas terrestres durante a temporada e não cedeu mais de 50 jardas para nenhum deles. Mesmo assim, colocar a bola nas mãos de Saquon Barkley de todas as formas possíveis tem que ser uma prioridade. O elétrico RB pode contribuir não só nas corridas como também como recebedor saindo do backfield.

Jogadores para se observar:

  • #12 QB Alex Hornibrook (WI)
  • #6 RB Corey Clement (WI)
  • #65 LT Ryan Ramczyk (WI)
  • #81 TE Troy Fumagalli (WI)
  • #42 LB T.J. Watt (WI)
  • #47 LB Vince Biegel (WI)
  • #8 CB Sojourn Shelton (WI)
  • #9 QB Trace McSorley (Penn St)
  • #26 RB Saquon Barkley (Penn St)
  • #12 WR Chris Goodwin (Penn St)
  • #5 WR DaeSean Hamilton (Penn St)
  • #11 LB Brandon Bell (Penn St)
  • #40 LB Jason Cabinda (Penn St)

Outros Jogos Importantes

  • TCU x Kansas State – 15:00
  • #19 Navy x Temple – 15:00 (WatchESPN)
  • #16 West Virginia x Baylor – 18:30
  • #1 Alabama x #15 Florida – 19:00
  • Wyoming x San Diego State – 22:45 (watchESPN)

Top 25 do College Football Playoffs

 #1 Alabama Crimson Tide (12-0)

 #2 Ohio State Buckeyes (11-1)

 #3 Clemson Tigers (11-1)

#4 Washington Huskies (11-1)

#5 Michigan Wolverines (10-2) 

 #6 Wisconsin Badgers (10-2)

Penn State#7 Penn State Nittany Lions (10-2)

Colorado#8 Colorado Buffaloes (10-2)

Oklahoma #9 Oklahoma Soorners (9-2)

#10 Oklahoma State Cowboys (9-2)

#11 USC Trojans (9-3)

 #12 Florida State Seminoles (9-3)

#13 Louisville Cardinals (9-3)

Auburn#14 Auburn Tigers (8-4)

#15 Florida Gators (8-3)

West Virginia#16 West Virginia Mountaineers (9-2)

Western Michigan#17 Western Michigan Broncos (12-0)

#18 Stanford Cardinals (9-3)

#19 Navy Midshipmen (9-2)

Utah #20 Utah Utes (8-4)

#21 LSU Tigers (7-4)

#22 Tennessee Volunteers (8-4)

#23 Virginia Tech Hokies (9-3)

#24 Houston Cougars (9-3)

#25 Pittsburgh Panthers (8-4)

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

Postagens Relacionadas









André Oliveira acompanha NFL desde 2007 e NCAA Football desde 2012. É fã da estratégia e rivalidade envolvida no esporte. Responsável pela cobertura do College Football na coluna Mundo College, todo sábado. No twitter: @AndreO_NFL