Preview da Semana 13 do College Football

26 de novembro de 2016
Tags: andre oliveira, College Football, mundo college, ncaa,

Principais Resultados e observações da Semana 12

Quinta (17/11)

  • Houston 36 x 10 #5 Louisville

O placar reflete bem o que foi a partida. Mesmo sendo considerada favorita para o confronto, Louisville foi massacrada pelo Cougars e  QB Lamar Jackson completamente anulado pela defesa adversária. Mais significante do que os 11 sacks conquistados pela defesa de Houston, foi o fim das chances do Cardinals em se classificar para o College Football Playoffs após o resultado negativo.

Sexta (18/11)

  • #20 Boise State 42 x 25 UNLV

Sábado (19/11)

  • #16 LSU 10 x 16 #23 Florida

Em uma partida marcada pelo bom desempenho defensivo dos dois times (e uma confusão antes da partida), foi o Gators quem saiu com a vitória e consequentemente o título da SEC East. Após converter dois FGs seguidos, Florida abriu 6 pontos de vantagem sobre o oponente, mas LSU tinha a posse da bola em um 1st & Goal na linha 7 jardas. As três tentativas de corrida do Tigers não tiveram sucesso em entrar na end zone e o cronômetro zerou, dando a vitória para a equipe de Jim McElwain.

  • #14 West Virginia 28 x 56 #9 Oklahoma

O Sooners manteve o bom momento com a dominante vitória sobre West Virginia. Mesmo jogando fora de casa e na neve, Oklahoma demonstrou ser superior desde o início do confronto, fazendo com que o Mountaineers corresse atrás do placar durante toda a partida. Com um grande desempenho do seu jogo corrido, o time não exigiu muito de Baker Mayfield. Samaje Perine (160 jardas e 2 TDs) e Joe Mixon (147 jardas e 1 TD) deram conta do recado e castigaram a defesa de WVU. Defensivamente, apesar do adversário marcar 28 pontos, a equipe também teve uma atuação positiva. O Sooners agora enfrenta Oklahoma State na semana 14 valendo o título da Big 12.

  • #10 Colorado 38 x 24 #22 Washington State

A sequência de 8 vitórias consecutivas de Wazzu chegou ao fim com a derrota para o Buffaloes. Mesmo passando a maioria do tempo atrás do placar, Colorado conseguiu virar a partida no fim do terceiro quarto e marcar 10 pontos no último período. Destaque para a dupla formada pelo QB Sefo Liufau e o RB Phillip Lindsey, responsáveis pelos 5 TDs da equipe no jogo. Do outro lado, QB Luke Falk (Wazzu) até que fez um bom jogo, se aproveitando do começo devagar do adversário. Mas no último quarto a história foi diferente, com a defesa do Buffaloes não permitindo que o ataque do oponente marcasse nenhum ponto e levando Falk ao chão duas vezes.

  • Michigan State 16 x 17 #2 Ohio State

Não foi uma exibição satisfatória do Buckeyes, mas vitória é vitória. Ohio State não jogou bem contra o Spartans e por pouco não foi derrotado pelo rival. O equilíbrio da partida pode até ser explicado pela rivalidade entre as duas equipes, mas obviamente Ohio State era superior. A defesa conseguiu anular o jogo aéreo de Michigan State durante boa parte do confronto, mas teve muita dificuldade contra o ótimo RB L.J. Scott. O placar só foi definido nos cinco minutos finais. O Spartans conseguiu um TD com seu running back que empataria a partida, mas decidiu ir para a conversão de 2 pontos e não obteve sucesso. O ataque do time ainda receberia novamente a posse da bola restando 2 minutos para o fim, mas um interceptação do CB Gareon Conley garantiu o triunfo da equipe de Urban Meyer.

  • #12 Utah 28 x 30 Oregon

A vitória de Oregon sobre o Utes fora de casa foi certamente uma das maiores surpresas da rodada. O Ducks conquistou a vitória após passe de 17 jardas do QB Justin Herbert para o WR Darren Carrington restando 2 segundos para o fim do jogo. O triunfo foi apenas o segundo de Oregon dentro da Conferência na temporada e marcou a terceira derrota de Utah para um oponente da PAC-12, acabando com as chances do time em brigar pelo título da divisão South.

  • Kansas 24 x 21 Texas

Quando parecia que a temporada do Longhorns não poderia ficar mais decepcionante, veio a derrota para Kansas. O Jayhawks não vencia um time da Big 12 desde novembro de 2014 e a última vitória contra Texas foi em 1938 (!). Foi o tipo de jogo para o Longhorns esquecer completamente, com o time se “atolando” em erros durante toda a partida. O placar final só foi definido na prorrogação, graças a um FG de 25 do K Matthew Wyman. A derrota apertou ainda mais a corda ao redor do pescoço do HC Charlie Strong. O único ponto positivo para Texas foi o desempenho do RB D’Onta Foreman, que vem em fantástica temporada. O jogador teve absurdas 51 tentativas de corridas, mas conquistou 250 jardas e 2 TDs na partida.

  • #1 Alabama 31 x 3 Chattanooga
  • #3 Michigan 20 x 10 Indiana
  • Wake Forest 13 x 35 #4 Clemson
  • #6 Washington 44 x 18 Arizona State
  • Purdue 20 x 49 #7 Wisconsin
  • Rutgers 0 x 39 #8 Penn State
  • TCU 6 x 31 #11 Oklahoma State
  • UCLA 14 x 36 #13 USC
  • #15 Auburn 55 x 0 Alabama A&M
  • Syracuse 14 x 45 #17 FSU
  • #18 Nebraska 28 x 7 Maryland
  • #19 Tennessee 63 x 37 Missouri
  • #21 Western Michigan 38 x 0 Buffalo
  • California 31 x 45 #24 Stanford
  • Texas A&M 23 x 19 UTSA
  • Baylor 21 x 42 Kansas State
  • Notre Dame 31 x 34 Virginia Tech

De Olho no Draft

DE/OLB Tim Williams (Alabama)

Resultado de imagem para tim williams alabama

Um dos pilares da defesa de Nick Saban, Williams é um dos melhores pass rushers do College Football e tem todos os atributos necessários parar também ter sucesso no jogo profissional. O conjunto formado pelo seu ótimo porte físico (1,93m e 144kg), atleticismo e explosão o torna fácil de ser notado durante os jogos de Crimson Tide. Apesar de estar sempre ao redor do quarterback adversário (como demonstrado pelos seus 8.0 sacks neste ano), Williams ainda não é um jogador “polido” tecnicamente, apostando na grande maioria das vezes em seus atributos físicos para castigar os OLs do que em sua técnica. A defesa contra o jogo corrido também é outro ponto fraco, fazendo com que o jogador não seja considerado um jogador confiável o bastante para os três downs.

OT Mike McGlinchey (Notre Dame)

Resultado de imagem para mike mcglinchey

Em uma classe de Offensive Tackles, jogadores como Mike McGlinchey acabam se tornando ainda mais valiosos. Após começar a carreira por Notre Dame jogando como Right Tackle, o jogador passou atuou como Left Tackle e não teve problemas com a adaptação. A experiência nas duas posições ajudam, mas, obviamente, não é só isso que o tornam uma futura escolha de primeira rodada. Fisicamente ele tem todos os requisitos para a posição. Boa altura (2,02m)  e peso (141kg), braços muito longos, mãos pesadas e pés ágeis o suficiente. O jogador é bastante confiável na proteção ao quarterback, mas é noo bloqueio para o jogo corrido na linha de scrimmage que ele se destaca mais. Como já tradicional dos OLs vindo de Notre Dame, tecnicamente o jogador é bastante desenvolvido em relação a outros prospectos da posição.

S Malik Hooker (Ohio State)

Resultado de imagem para malik hooker

Hooker é uma das maiores surpresas desta temporada do College Football. Mesmo em seu primeiro ano como titular, o defensive back consegue fazer de tudo na defesa do Buckeyes. Marca o passe com seu atleticismo e velocidade, além de defender o meio da defesa contra o jogo corrida graças ao seu porte físico e força que o deixa capaz de se livrar dos bloqueios. Não importa o quanto Ohio State exija do seu defensor, ele corresponde. Apesar da pouca experiência, Hooker já é comparado a grandes nomes da posição que brilharam na NFL como o futuro HoF Ed Reed. Caso se declare para o próximo Draft, o jogador deve brigar como Jamal Adams e Jabrill Peppers pelo posto de melhor S da classe.

Melhores Jogos da Rodada (Semana 13)

#2 Ohio State Buckeyes (10-1, 7-1 Conf.) x #3 Michigan Wolverines (10-1, 7-1 Conf.) – 15:00 (ESPN+/WatchESPN)

Resultado de imagem para ohio state michigan

Uma das maiores rivalidades do College Football, com o título da divisão em jogo e com os dois times no Top 4. Buckeyes e Wolverines é, sem sombra de dúvidas, o jogo mais importante da temporada regular esse ano. Caso o time de Jim Harbaugh vença, garante o título da Big Ten East e enfrenta Wisconsin na final de conferência. Contudo, se os comandados de Urban Meyer forem o vencedores, Ohio State dependerá de uma derrota de Penn St contra Michigan St para ir ao Big Ten Championship Game.

Dentro de campo, o duelo promete ser bastante equilibrado. Michigan e Ohio State possuem elencos recheados de talento e duas das melhores defesas de todo o país, além de ataques bastante balanceados. O grande fator decisivo pode acabar sendo na posição de quarterback. Enquanto o Buckeyes conta com o dinâmico J.T. Barrett, detentor do recorde de TDs totais pelo programa (99), o nome responsável por comandar ainda é uma incógnita. Isso porque há chances de Wilton Speight, QB titular, voltar de lesão e jogar hoje. O jogador não é brilhante mas é talentoso o suficiente para conseguir mover as correntes no comando do ataque. Caso o jogador não esteja apto para a partida, John O’Korn, que foi titular na semana passada contra Indiana, será o substituto mais uma vez.

Jogadores para se observar:

  • #16 QB J.T. Barrett (Ohio St.)
  • #25 RB Mike Weber (Ohio St.)
  • #4 RB Curtis Samuel (Ohio St.)
  • #80 WR Noah Brown (Ohio St.)
  • #65 C Pat Eflein (Ohio St.)
  • #54 RG Billy Price (Ohio St.)
  • #6 DE Sam Hubbard (Ohio St.)
  • #59 DE Tyquan Lewis (Ohio St.)
  • #33 LB Dante Booker (Ohio St.)
  • #5 LB Raekwon McMillan (Ohio St.)
  • #8 CB Gareon Conley (Ohio St.)
  • #2 CB Marshon Lattimore (Ohio St.)
  • #24 S Malik Hooker (Ohio St.)
  • #3 QB Wilton Speight (MI)
  • #4 RB De’Veon Smith (MI)
  • #86 WR Jehu Chesson (MI)
  • #82 WR Amara Darboh (MI)
  • #88 TE Jake Butt (MI)
  • #52 OC Mason Cole (MI)
  • #43 DE Chris Wormley (MI)
  • #96 DT Ryan Glasgow (MI)
  • #33 DE Taco Charlton (MI)
  • #5 LB/S Jabrill Peppers (MI)
  • #26 CB Jourdan Lewis (MI)

 

#1 Alabama Crimson Tide (11-0, 7-0 Conf.) x Auburn#13 Auburn Tigers (8-3, 5-2 Conf.)

Resultado de imagem para iron bowl

Crimson Tide já é a campeã da SEC West e enfrenta Florida pelo título da Conferência na próxima semana. Consequentemente, Auburn não briga por mais nada dentro da conferência a não ser uma possível vaga no Sugar Bowl com uma possível vitória. Contudo, como bem sabemos, Alabama x Auburn sempre é muito mais que apenas um jogo. Discutivelmente a maior rivalidade do futebol americano universitário, o jogo literalmente divide o estado em dois. Mesmo que Crimson Tide eventualmente vença o título nacional, Nick Saban mesmo chegou a afirmar que “o legado da temporada” será redefinido pelo resultado do Iron Bowl.

O ano tem tido um saldo muito positivo para ambos os times dadas as proporções. Crimson Tide mais uma vez dominante e chega invicta para o confronto e Auburn conseguindo uma boa campanha mesmo sofrendo bastante com lesões durante toda a temporada. Alabama possui uma defesa reconhecidamente fantástica, mas a de Auburn não fica muito atrás. É no ataque onde se encontra a maior disparidade de potencial. Sob o comando do QB Jalen Hurts, o setor ofensivo de Crimson Tide tem funcionado a todo vapor na temporada, avançado pelo ar e principalmente pelo chão. O mesmo não pode ser dito do ataque do Tigers. O jogo corrido é de longe a maior esperança do time, ainda mais com o QB Sean White meio “baleado”. Enfrentando a disparada melhor defesa contra o jogo terrestre, Auburn precisará se superar para marcar pontos no adversário e o mais importante: não cometer erros. Alabama já mostrou potencial de marcar pontos com a defesa, tanto que é que já 9 TDs não-ofensivos na temporada (5 retorno de fumbles e 4 retorno de INTs).

Jogadores para se observar:

  • #2 QB  Jalen Hurts (ALA)
  • #34 RB Damien Harris (ALA)
  • #3 WR Calvin Ridley (ALA)
  • #13 WR ArDarius Stewart (ALA)
  • #88 TE O.J. Howard (ALA)
  • #74 OT Cam Robinson (ALA)
  • #93 DE Jonathan Allen (ALA)
  • #56 OLB Tim Williams (ALA)
  • #22 OLB Ryan Anderson (ALA)
  • #10 ILB Reuben Foster (ALA)
  • #29 CB Minkah Fiztpatrick (ALA)
  • #26 CB Marlon Humphrey (ALA)
  • #13 QB Sean White (AUB)
  • #21 RB Kerryon Johnson (AUB)
  • #36 RB Kamryn Pettway (AUB)
  • #63 LG Alex Kozan (AUB)
  • #71 RG Branden Smith (AUB)
  • #70 RT Robert Leff (AUB)
  • #1 DT Montravius Adams (AUB)
  • #55 DE/OLB Carl Lawson (AUB)
  • #57 MLB Deshaun Davis (AUB)
  • #6 CB Carlton Davis (AUB)
  • #23 DB Johnathan Ford (AUB)
  • #15 CB Joshua Holsey (AUB)

Colorado#9 Colorado Buffaloes (9-2, 7-1 Conf.) x Utah#22 Utah Utes (8-3, 5-3 Conf.) – 22:30

Resultado de imagem para colorado buffaloes utah utes

Colorado é mais um bom exemplo de como as coisas mudam no College Football. Se na temporada passada eram os últimos colocados na divisão sul da Pac 12 com apenas 1 vitória e 8 derrotas, esse ano o time controla o próprio destino. Com um triunfo dentro de casa contra o Utes, que já está fora da disputa, o Buffaloes garante o título da divisão e enfrentam Washington na final de conferência. Mesmo com uma derrota, ainda haveriam chances de levarem a Pac-12 South, mas dependeriam de uma derrota de USC contra Notre Dame.

O momento está todo do lado de Colorado.  A equipe vem de uma vitória maiúscula contra Wazzu na última semana, com direito a grande desempenho da dupla formada pelo QB Sefo Liufau e o RB Phillip Lindsay. Utah por outro lado perdeu para o Oregon Ducks em casa, derrota que tirou o time da briga pela divisão. Apesar disso, Utah tem capacidade de complicar esse jogo para o lado do Buffaloes. Joe Williams continua seu retorno triunfal ao College Football com grandes atuações, praticamente carregando o time nas costas ao lado do QB Troy Williams. Em relação ao ano passado, a defesa do time não é mais tão eficiente contra o jogo corrido, o que pode ser um problema considerando os jogadores adversários.

Jogadores para se observar:

  • #13 QB Sefo Liufau (Colorado)
  • #23 RB Phillip Lindsay (Colorado)
  • #1 WR Shay Fields (Colorado)
  • #58 NT Josh Tupou (Colorado)
  • #4 CB Chidobe Awuzie (Colorado)
  • #23 CB Ahkello Witherspoon (Colorado)
  • #3 QB Troy Williams (Utah)
  • #28 RB Joe Williams (Utah)
  • #72 LT Garrett Bolles (Utah)
  • #54 OG Isaac Asiata (Utah)
  • #93 DT Lowell Lotulelei (Utah)
  • #50 OLB Pita Taumoepenu (Utah)

 

Outros Jogos Importantes

  • #11 Louisville x Kentucky – 15:00 (WatchESPN)
  • Virginia Tech x Virginia – 15:00 (WatchESPN)
  • Pittsburgh x Syracuse – 15:30 (WatchESPN)
  • #12 USC x Notre Dame – 18:30 (WatchESPN)
  • Miami x Duke – 18:30 (WatchESPN)
  • Ole Miss x Mississippi State – 18:30 (WatchESPN)
  • SMU x #25 Navy – 18:30
  • Iowa State x #18 West Virginia – 18:30
  • #7 Penn State x Michigan State – 18:30 (WatchESPN)
  • #6 Wisconsin x Minnesota – 18:30
  • Oregon State x Oregon – 19:00
  • California x UCLA – 22:00 (WatchESPN)
  • #4 Clemson x South Carolina – 22:30 (WatchESPN)
  • Vanderbilt x #17 Tennessee – 22:30
  • #24 Stanford x Rice – 23:00
  • #14 Florida x #15 Florida State – 23:00 (WatchESPN)

 

Top 25 do College Football Playoffs

 #1 Alabama Crimson Tide (11-0) (-)

 #2 Ohio State Buckeyes (10-1) (-)

#3 Michigan Wolverines (10-1) (-)

 #4 Clemson Tigers (10-1) (-)

#5 Washington Huskies (9-1) (+1)

 #6 Wisconsin Badgers (9-2) (+1)

Penn State#7 Penn State Nittany Lions (9-2) (+1)

Oklahoma #8 Oklahoma Soorners (9-2) (+1)

Colorado#9 Colorado Buffaloes (9-2) (+1)

#10 Oklahoma State Cowboys (9-2) (+1)

#11 Louisville Cardinals (9-2) (-6)

#12 USC Trojans (8-3) (+1)

Auburn#13 Auburn Tigers (8-3) (+2)

 #14 Florida State Seminoles (8-3) (+3)

#15 Florida Gators (8-2) (+8)

  #16 Nebraska Cornhuskers (9-2) (+2)

#17 Tennessee Volunteers (8-3) (+2)

West Virginia#18 West Virginia Mountaineers (8-2) (-4)

Boise State#19 Boise State Broncos (10-1) (+1)

#20 Houston Cougars (9-2) (Não Ranqueado)

Western Michigan#21 Western Michigan Broncos (11-0) (-)

Utah #22 Utah Utes (8-3) (-10)

#23 Washington State Cougars (8-3) (-1)

#24 Stanford Cardinals (8-3) (-)

#25 Navy Midshipmen (Não Ranqueado)

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

 

Postagens Relacionadas









André Oliveira acompanha NFL desde 2007 e NCAA Football desde 2012. É fã da estratégia e rivalidade envolvida no esporte. Responsável pela cobertura do College Football na coluna Mundo College, todo sábado. No twitter: @AndreO_NFL