Por que o Ravens pode ser uma ameça na AFC?

17 de julho de 2017
Tags: fernando mossmann, Notícias do Dia, ravens,

A temporada 2016 do Baltimore Ravens não foi nem de longe comparável às últimas que a equipe teve. Depois de uma sequência de disputa de playoffs e até mesmo a conquista do Super Bowl XLVII, sobre o San Francisco 49ers, a equipe teve uma baixa no seu desempenho. Entretanto, já mostrou que está se reforçando para voltar a briga por algo maior.

LEIA MAIS: A importância de Terrell Suggs na reconstrução defensiva do Ravens

O Draft da equipe neste ano foi praticamente direcionado somente ao sistema defensivo, começando com a adição do CB Marlon Humphrey. Ele chega para disputar a titularidade já em seu primeiro ano com a equipe de Baltimore. Deve ser reserva e ganhar oportunidades ao longo do ano, disputando posição com jogadores mais experientes como Brandon Carr, reforço que veio do Dallas Cowboys na última Free Agency. Outro reforço importante que chegou foi o safety Tony Jefferson, vindo do Arizona Cardinals. Essas adições já trazem mais profundidade de elenco e competitividade para a secundária da equipe, um setor que ainda não está totalmente acertado.

Ainda no Draft e na defesa, a chegada do novato Tyus Bowser pode ser uma opção a mais para o HC John Harbaugh em um front seven que já é forte. Chris Wormley e Tim Williams são outros dois calouros que devem ganhar oportunidades nesta temporada. Contudo, somente isso não bastaria para o Ravens ser considerado uma ameaça real na conferência americana. O que conta também a favor da equipe é um retrospecto excelente em playoffs, sobretudo contra um tal de New England Patriots.

LEIA MAIS: A aposta de alto risco de Zach Orr

É inegável que, por mais um ano, o New England Patriots é o favorito ao título da conferência americana. Não apenas isso, como também é praticamente certo que fará a melhor campanha da AFC e com isso ganhará a vantagem de decidir as partidas dos playoffs no Gillette Stadium, em Foxborough. O atual campeão do Super Bowl contará mais um ano com uma dupla que, muito provavelmente, é uma das melhores da história da NFL, senão a melhor. Estou falando de Bill Belichick e Tom Brady, o cérebro e o motor da equipe. Além disso, o Patriots ainda se reforçou nesta offseason, sem perder peças importantes. Logo, caso a equipe tenha uma campanha ainda melhor que a do ano passado, não será nenhuma surpresa.

Os principais adversários e possíveis times que possam bater de frente com o Patriots no momento são o Pittsburgh Steelers e, correndo por fora, muito pela ótima campanha do ano passado, o Oakland Raiders. Contudo, nem só de elenco e talento é feita uma equipe. Pelo contrário, todos sabemos que muito do desempenho de um time ou de um jogador individualmente também, é resultado do seu esforço, da sua vontade e da sua gana. Sim, o Ravens tem uma equipe formada e uma boa defesa. O ataque pode não ser dos melhores comparado aos rivais de divisão Pittsburgh Steelers e Cincinnati Bengals, mas a adição de Jeremy Maclin já traz mais um alvo de confiança para Joe Flacco, que recentemente foi eleito um dos QBs mais “clutch” da história da NFL. A equipe tem sim condições de brigar pela divisão. Se acho provável que o Ravens conquiste a AFC North em 2017? Não. Vejo o Steelers a frente. No entanto, uma vaga no wildcard já lhe dá a oportunidade de disputar os playoffs, e uma vez no “mata-mata”, a situação muda completamente.

O Ravens venceu o New England Patriots no Gillette Stadium em 2009, ficou muito perto de derrotar Tom Brady e Bill Belichick em 2011, e em 2012 derrotou o Patriots para seguir rumo ao Super Bowl. Contra o Pittsburgh Steelers, outra vantagem. Das últimas 13 partidas entre as equipes, 9 vitórias para o Baltimore Ravens. Não se pode negar que se tem uma equipe que pode derrotar Steelers, Raiders e até mesmo o poderoso Patriots “na raça”, é o Ravens.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Postagens Relacionadas









Fernando Mossmann é o setorista da AFC NORTE. Analisa Steelers, Ravens, Bengals e Browns às segundas aqui no site. No projeto setoristas, falamos dos 32 times a cada duas semanas! Siga-o no Twitter para acompanhar mais da cobertura dessa divisão e debater sobre as matérias: @Fernando_insL32