segunda-feira, 7 de março de 2016

Compartilhe

peyton-manning

Um dos maiores jogadores da história da NFL anunciou sua aposentadoria após 18 temporadas fazendo pessoas acompanharem e se apaixonarem pelo futebol americano. Peyton Manning é uma lenda e, por mais que o anúncio já fosse previsto, o esporte perde muito com sua saída. No jogo contra o New England Patriots, valendo o título da AFC, o jogador disse para Bill Belichick que este era seu último “rodeio”.

Escolhido na 1ª posição geral pelo Indianapolis Colts no Draft de 1998, o xerife se tornou o maior ídolo da cidade e a colocou no mapa do futebol americano. Em 14 temporadas com a franquia ele foi a dois Super Bowls e venceu um. Defendendo as cores azul e branco, Peyton Manning fez história, formou duplas de ataque impressionantes e fez a alegria de milhares de fãs que dedicavam seus domingos para ver o camisa 18 em ação pela televisão ou no estádio.

Em 2011, o QB sofreu uma grave lesão no pescoço e seu retorno para a NFL era questionável. Com isso, o time de Indianapolis precisou cortar o atleta do elenco para que pudesse se planejar e trazer Andrew Luck através do Draft para o seu lugar. O destino de Manning foi o Denver Broncos e o gerente geral John Elway – campeão duas vezes do Super Bowl com o Broncos -prometeu que o camisa 18 levantaria o Vince Lombardi Trophy com a franquia do Colorado.

manning

Foram quatro temporadas em Denver, onde conquistou a AFC Oeste em todas elas e chegou a dois Super Bowls. Se enganou quem imaginava ver o xerife sem a mesma técnica e inteligência após a cirurgia delicada no pescoço: desde 2012, Peyton Manning liderou o melhor ataque da história da NFL em 2013, foi eleito o MVP da liga também em 2013 e conquistou o Super Bowl 50 com o Broncos na última temporada. Além disso, foram 19.062 jardas aéreas e 151 TDs desde então.

Sua última temporada na NFL foi bem diferente do que estávamos acostumados a ver. Sofrendo com uma lesão na coxa desde o final de 2014, Manning não vinha fazendo grandes jogos em 2015 e, para piorar, lesionou a planta do pé, o que o deixou de fora por seis jogos da temporada regular. Porém, ele voltou na semana 17 e liderou o time a vitória que garantiu a melhor campanha da AFC, que foi decisiva nos playoffs. Para que fosse feita justiça, já que muitos consideravam injusto apenas um anel para um atleta que fez tanto ao longo dos anos, os “deuses” do futebol americano – com a ajuda da fortíssima defesa do Denver Broncos – deram o segundo Super Bowl da carreira de Peyton Manning logo em seu ano de despedida na liga, nada mais justo para um atleta que se dedicou como pouco ao esporte.

Peyton Manning completa 40 anos no dia 24/03 e se aposenta com um legado, recordes e sensação de dever cumprido. Para nós, é simplesmente triste imaginar que não veremos o eterno xerife mudando jogadas em poucos segundos, lançando passes cirúrgicos e esbanjando experiência na próxima temporada. Obrigado, Peyton, a NFL com certeza não será a mesma sem você.

Alguns números e recordes de Peyton Manning na NFL (1998-2015):

  • 2 vezes campeão do Super Bowl (XLI e 50)
  • MVP do Super Bowl XLI
  • 5 vezes MVP (2003, 2004, 2008, 2009 e 2013)
  • 14 vezes escolhido para o Pro Bowl
  • 7 vezes eleito para o All-Pro Team
  • Mais passes para TDs na história da NFL (539)
  • Mais jardas aéreas na história da NFL (71.940)
  • Mais vitórias na história da NFL (200)
  • Mais jardas aéreas em uma temporada (5.477 em 2013)
  • Mais passes para TDs em uma temporada (55 em 2013)
  • Maior número de viradas no ultimo quarto (45)
  • Vitória sobre os 32 times da NFL
  • Único QB a vencer dois Super Bowls por dois times diferentes (Colts e Broncos)
Compartilhe

Comments are closed.