sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2018

Compartilhe

Depois de adquirir Jimmy Garoppolo via troca em outubro do ano passado, a torcida do Niners ficou com a clara sensação de ter encontrado seu Franchise QB. E nessa quinta-feira, houve a confirmação disso.

O San Francisco 49ers anunciou na tarde dessa quinta-feira a renovação de contrato com Jimmy G. O novo contrato tem o valor de U$ 137,5 milhões com 5 anos de duração, tornando-o o jogador mais caro da história da liga, com um contrato médio de U$ 27.5 milhões/ano. Segundo Matt Maiocco, jornalista da NBC Sports Bay Area, o contrato terá um valor garantido de U$ 74 milhões. Dessa forma, a franquia impede que o garoto sensação teste o mercado, além de assegurar seu futuro junto a tradicional franquia da Califórnia.

Garoppolo é uma ex-escolha de segundo round do Draft de 2014, vindo de Eastern Illinois. O jogador passou suas três temporadas e meia no New England Patriots, onde era o reserva imediato de Tom Brady. Apesar de ter poucas oportunidades em New England, quando as teve, ele não decepcionou. Em dois jogos como titular (durante a suspensão de Brady pelo Deflategate), anotou 498 jardas, 4 TDs e 0 INTs, enchendo os olhos de todos e mostrando que poderia ser o substituto de Brady.

Entretanto, devido a indecisão acerca de quando Brady aposentaria e dado a aproximação do término do contrato de calouro, o 49ers aproveitaram a oportunidade e puxaram o gatilho pelo jogador, trocando-o por uma escolha de segundo rodada do Draft de 2018.

Dentro de campo, o jogador mostrou que a aposta foi certeira. Em 6 jogos pela franquia, sendo 5 como titular, o jogador anotou 1.560 jardas, 7 TDs e 5 INTs, liderando a franquia a 5 vitórias nos jogos em que foi titular. Mais do que isso, a sua chegada foi um verdadeiro ponto de mudança na franquia. Venceu franquias como Jaguars, Rams e Titans, todas que foram aos playoffs nessa temporada, com um bom desempenho do ataque nos três jogos.

Além disso, Garoppolo terá a chance de trabalhar com Kyle Shanahan, que fez um brilhante trabalho com Matt Ryan no Atlanta Falcons, que culminou num MVP para o jogador. Pelo que mostrou nesse pouco tempo como titular, muitos colocam Garoppolo como o jogador com o maior horizonte nos próximos anos. Sabendo disso, o 49ers adotou um velho mantra muito usado na NFL. Na liga, você paga a um jogador pelo que ele pode fazer, e não pelo que você já fez. E foi justamente isso que a franquia fez.

Se olharmos os números brutos do contrato, ficamos assustados. Estamos falando de U$ 27.5 milhões/ano para um jogador com 7 jogos como titular. Se compararmos o com nomes com Aaron Rodgers (U$ 20.3 milhões), Tom Brady (U$ 22.0 milhões) ai que o susto é maior ainda. Mas se analisarmos com calma, e considerando alguns fatores, veremos que o 49ers tomou uma decisão muito correta.

A Franchise Tag para a posição de QB deverá ficar próxima dos U$ 22.5 milhões. Muitos colocavam como a Tag como a melhor opção para Garoppolo. Entretanto, o caso “Kirk Cousins” nos mostra que nem sempre essa é a melhor solução para os casos. Em caso de um tremendo sucesso, a franquia perderia poder de negociação para uma extensão contratual na próximo offseason, assim como ocorreu com Cousins.

Assinando esse contrato de 5 anos, o 49ers foge disso. Aproveita a folga no cap que possui e concentra a maior parte do salário garantido no inicio do contrato, o que é usualmente é chamado de contrato frontload. Além disso, apesar de não sabermos a estrutura do contrato, imaginasse que esse valor garantido equivalha a 2 anos totalmente garantidos e um terceiro ano com o valor residual. Caso o jogador continue a se desenvolver, o contrato poderá vir a se tornar uma barganha.

Com seu QB assegurado e mais de U$ 80 milhões de cap disponível para reforçar o time, o 49ers coloca-se numa posição de poder brigar dentro da divisão. A principal peça encontra-se lá e agora é saber cerca-la da maior quantidade de talento possível. Além disso, a franquia ainda tem uma pick top 10 nesse draft, que possui bons valores propensos a sair nessa altura do Draft.

Acreditando nisso, a franquia tem fé na possibilidade de voltar a disputar um jogo de playoffs, após 4 anos ausente.

“Quando você encontrar o cara certo nessa posição, é realmente bom para sua franquia”, disse Lynch no mês passado, durante o Senior Bowl. “Nós acreditamos que encontramos o cara certo”.

O 49ers encontraram seu quarterback e pagaram com prazer para mantê-lo por perto.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe