O Chargers deve se mudar para Los Angeles em 2017

2 de dezembro de 2016
Tags: chargers, marcos filho, Notícias do Dia,

chargers

 

Desde o fim da temporada passada, os boatos só crescem que o Chargers se mudaria de San Diego para Los Angeles. Com a ida do Rams de St. Louis para Los Angeles, a probabilidade de mudança das franquias ficou ainda mais cristalina. Com as franquias da NFL inaugurando estádios praticamente todo ano, o Qualcomm Stadium se tornou um estádio antigo para os padrões da NFL, já que sua inauguração se deu em 1967. Além disso, a equipe tem certa dificuldade em lotar o estádio nas 8 partidas anuais que são disputadas em San Diego, o que não alegra em nada a direção do Chargers. A franquia parece querer ficar em San Diego, porém em uma votação para decidir se seria construída uma nova casa, a votação não foi muito animadora – com apenas 43% a favor da construção, apesar da equipe precisar de 66,7% dos votos.

Leia mais: Permanência do Chargers em San Diego é improvável

O Presidente do Chargers, Dean Spanos, declarou que só deve notificar a NFL da mudança ou não após a temporada, querendo que seus jogadores e a cidade se concentrem totalmente no fim da temporada, porém, segundo a ESPN, Spanos exercerá a opção de mudar de cidade, só acontecendo um milagre para que ele não o faça. O Presidente tem até o dia 15 de janeiro de 2017 para exercer essa opção. O Chargers partindo para Los Angeles deve dividir o estádio com o Rams, o que já acontece na NFL com o Jets e o Giants em New York. Além de dividir o estádio, também dividiriam a pesada conta da construção. O que não seria dividido, seria a venda de ingressos, que deve ser feita separadamente. A franquia deve pagar uma taxa de realocação no valor de $ 650 milhões e também financiar um centro de treinamento para a equipe em L.A.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

Postagens Relacionadas









Marcos Filho é co-criador da Liga dos 32 e acompanha a NFL desde 2006. Escreve uma coluna por semana no site, a “Guia da Rodada”, disponível às sextas para mostrar o que tem de bom e de ruim nas partidas da rodada. Na offseason, aborda temas gerais. Twitter: @marcosfilho_20