Notas e Análises das equipes na Free Agency – NFC

21 de março de 2016
Tags: 49ers, Arthur Murta, bears, buccaneers, cardinals, cowboys, eagles, falcons, giants, lions, packers, panthers, rams, redskins, rodrigo perrotta, saints, seahawks, vikings,

fa pierrao

Após as notas e análises dos times da AFC, hoje é dia de falar sobre as negociações das franquias da NFC. Após mais de uma semana com o mercado de transferências aberto, vimos negociações sendo fechadas, especulações levantadas e laços desfeitos por jogadores e equipes. Restando poucos atletas com potencial para impactar logo de cara suas novas franquias, é hora de avaliar o trabalho feito pelos times nesse período. Vamos levar em consideração as novas contratações, as renovações e as saídas de atletas em cada elenco:

NFC LESTE

logo redskins WASHINGTON REDSKINS

Chegaram: DE Kendall Reyes (Chargers), CB Josh Norman (Redskins), CB Greg Toler (Colts), TE Veron Davis (Broncos) e SS David Bruton (Broncos)

Renovaram: CB Will Blackmon, LB Mason Foster, DE Junior Galette, QB Colt McCoy, QB Kirk Cousins, P Tress Way e TE Logan Paulsen

Saíram: OT Tom Compton (Falcons), LB Keenan Robinson (Giants), QB Robert Griffin III (Browns), FS Dashon Goldson (Free Agent), CB Chris Culliver (Free Agent), DE Jason Hatcher (Aposentado), DT Terrance Knighton (Patriots) e RB Alfred Morris (Cowboys)

Os torcedores acostumados com o histórico de contratações do time da capital devem estar achando esquisita essa Offseason discreta do Redskins. O maior investimento da equipe foi na manutenção de Kirk Cousins por meio da Franchise Tag. Além do QB, o time fez um esforço para renovar o contrato de alguns atletas importantes como Will Blackmon, Mason Foster e Junior Galette. De reforços externos só houve uma adição significativa, a de Kendall Reyes, que joga de DE no 3-4 e não perdeu nenhum jogo desde que chegou à NFL em 2012. Porém, os atuais campeões da NFC Leste dispensaram alguns veteranos – mesmo não muito valorizados – e vão ter trabalho para reporem as lacunas deixadas por eles. Nomes como Dashon Goldson, Jason Hatcher, Terrance Knighton e Keenan Robinson precisarão ser repostos.

NOTA: 6,0

logo eagles PHILADELPHIA EAGLES

Chegaram: Nigel Bradham (Bills), CB Ron Brooks (Bills), OG Brandon Brooks (Texans), WR Rueben Randle (Giants), QB Chase Daniel (Chiefs), WR Chris Givens (Ravens), C Stefen Wisniewski (Jaguars), CB Leodis McKelvin (Bills) e FS Rodney McLeod (Rams)

Renovaram: CB Nolan Carroll e QB Sam Bradford

Saíram: CB Byron Maxwell (Dolphins), LB Kiko Alonso (Dolphins), QB Mark Sanchez (Broncos), DE Cedric Thornton (Cowboys), QB Thad Lewis (49ers), SS Walter Thurmond (Free Agent) e RB DeMarco Murray (Titans) 

Howie Roseman reassume a vaga de General Manager da equipe e está tendo trabalho para reparar os danos causados pelo período que Chip Kelly ficou responsável pela montagem da equipe. Ele conseguiu trocar DeMarco Murray para o Tennessee Titans, Byron Maxwell e Kiko Alonso para o Miami Dolphins. A melhor contratação foi o Brandon Brooks, destaque no Texans e que chega para suprir uma enorme necessidade da equipe na linha ofensiva. Rodney McLeod também é uma boa opção para suprir a eminente saída de Walter Thurmond, que está contemplando a aposentadoria. A renovação de Nolan Carroll também ajuda a reforçar a secundária que teve seus altos e baixos ano passado. Outra contratação interessante é a de Nigel Bradham, mesmo vindo de um péssimo ano em Buffalo, ele teve o melhor ano de sua carreira com Jimmy Schwartz, atual coordenador defensivo do Eagles. O que pode ser questionado é o alto preço para renovar com Sam Bradford e, logo em seguida, pagar Chase Daniel para, em tese, ser o reserva mais caro da liga. Mesmo com os altos valores, dificilmente a franquia iria conseguir um substituto melhor, baseado nas opções disponíveis.

NOTA: 8,0

logo giants NEW YORK GIANTS

Chegaram: DE Olivier Vernon (Dolphins), RB Bobby Rainey (Buccaneers), CB Janoris Jenkins (Rams), LB Keenan Robinson (Redskins) e DT Damon Harrison (Jets)

Renovaram: DE Jason Pierre-Paul e K Josh Brown

Saíram: CB Prince Amukamara (Jaguars), DE Robert Ayers (Buccaneers), DT Cullen Jenkins (Free Agent), WR Rueben Randle (Eagles) e OG Geoff Schwartz (Lions)

Ao contrário da forma que costuma agir essa época do ano, o Giants chegou fazendo barulho desde a abertura do mercado de transferências e distribuiu enormes contratos para Olivier Vernon, Damon Harrison e Janoris Jenkins, além de uma aposta mais modesta em Keenan Robinson. É indiscutível que a defesa do time de New York sai muito fortalecida após as novas aquisições e, para os que questionam os altos valores, devemos considerar que o Giants se preparou para poder gastar esse dinheiro. Vernon receberá como um dos melhores em sua posição – condição que ele ainda não alcançou – e chega para formar uma boa dupla com Jason Pierre-Paul, que teve seu contrato renovado por um ano. Damon Harrison também vai ganhar bastante dinheiro, mas já provou em campo que é um dos melhores DTs da liga, especialmente contra o jogo corrido. A contratação mais suspeita foi a de Janoris Jenkins, jogador com bastante talento, mas que vem oscilando e teve problemas de motivação ano passado. Porém, se olharmos para as necessidades do time, a diretoria se mexeu muito bem para elevar o nível desses setores.

NOTA: 10,0

logo cowboys DALLAS COWBOYS

Chegaram: DE Cedric Thornton (Eagles) e RB Alfred Morris (Redskins)

Renovaram: CB Morris Claiborne, TE James Hanna, RB Lance Dunbar e LB Rolando McClain

Saíram: QB Matt Cassel (Titans), DE Greg Hardy (Free Agent), DE Jeremy Mincey (Free Agent) e RB Robert Turbin (Colts)

Pela situação apertada no teto salarial, não era esperado que o time de Dallas se movimentasse muito e é isso que vem acontecendo. O Cowboys acertou na contratação do versátil Cedric Thornton, que jogava muito bem de DE no 3-4 em Philadelphia e deve ser utilizado como DT em Dallas. Além dele, a chegada de Alfred Morris pode dar um novo gás no jogo terrestre e o atleta vai tentar reviver seus melhores anos agora atrás da melhor linha ofensiva da NFL. Fora isso, a franquia fez bem em renovar com Rolando McClain, destaque do corpo de LBs nos últimos dois anos, e James Hanna, possível substituto de Jason Witten num futuro bem próximo. Por último, a diretoria resolveu dar mais uma chance para Morris Claiborne, selecionado com 6ª escolha geral do Draft em 2012 e que nunca passou perto de alcançar seu potencial. Com a saída de Jeremy Mincey e Greg Hardy, a franquia precisará se desdobrar para achar outras peças, será que veremos Joey Bosa sendo chamado na 4ª escolha geral do Draft deste ano?

NOTA: 6,5

NFC NORTE

logo vikings MINNESOTA VIKINGS

Chegaram: OG Alex Boone (49ers), OT Andre Smith (Bengals) e FS Michael Griffin (Titans)

Renovaram: RB Matt Asiata, DT Kenrick Ellis, OG Michael Harris, LB Chad Greenway, SS Andrew Sendejo, CB Terence Newman e CB Marcus Sherels

Saíram: WR Mike Wallace (Ravens), CB Josh Robinson (Buccaneers) e LB Casey Matthews (Free Agent)

A linha ofensiva era uma prioridade em Minnesota e a franquia conseguiu reforçar bem o setor. Alex Boone é um dos melhores da NFL em sua posição há algum tempo e Andre Smith é um excelente jogador que saiu muito mais barato que Russell Okung no Broncos por exemplo. A boa secundária da equipe terá Michael Grffin para compor a rotação principal e ainda vai contar com as voltas do veterano Terence Newman e de Andrew Sendejo para manter o nível de atuação. Nenhuma saída deve ser tão sentida, Casey Matthews passou a ser dispensável no momento em que Anthony Barr e Eric Kendricks começaram a se destacar e serem protagonistas da defesa. A única questão ainda em aberto é no corpo de recebedores, que ano passado era limitado e agora sem Mike Wallace o nível do setor cai um pouco mais.

NOTA: 7,0

logo packers GREEN BAY PACKERS

Chegaram: TE Jared Cook (Rams)

Renovaram: DE Mike Daniels, DE Letroy Guion, LB Nick Perry, RB James Starks, OG Lane Taylor e OT Vince Kowalski

Saíram: CB Casey Hayward (Chargers), QB Scott Tolzien (Colts), DT B.J. Raji (Aposentado), OT Don Barclay (Free Agent), WR James Jones (Free Agent), LB Mike Neal (Free Agent) e FB John Kuhn (Free Agent)

Se você torce para o Green Bay Packers, provavelmente, deve ficar entediado nesta parte do ano. A diretoria insiste em manter a filosofia de apostar no Draft e leva isso muito a sério, tanto que nenhuma cara nova chegou ao time até agora. Por enquanto podemos apenas destacar a renovação de contrato de Mike Daniels, um dos melhores jogadores da defesa do time na temporada passada. Nick Perry ganhou um novo acordo de um ano e terá a última chance de mostrar serviço, pois até aqui ele não vem justificando a escolha de primeira rodada que o Packers usou em 2012. Sobre as saídas: Casey Hayward vai deixar saudades, mesmo não sendo um dos melhores CBs da NFL ele era útil e fazia bem o seu papel na secundária. Além dele, James Jones e John Kuhn tinham suas parcelas de importância no ataque e a franquia pode sentir falta deles no que diz respeito a profundidade do elenco. Enquanto isso, os problemas entre os LBs continuam, mas a equipe continua improvisando Clay Matthews em todas as posições do setor. No final do mês, com poucos jogadores bons ainda disponíveis, o Packers conseguiu trazer Jared Cook para dar mais profundidade aos TEs e ainda pagou bem pouco por isso, um ponto positivo aqui.

NOTA: 5,0

logo lions DETROIT LIONS

Chegaram: WR Marvin Jones (Bengals), OG Geoff Schwartz (Giants), RB Stevan Ridley (Jets), CB/ST Joe Bademosi (Browns), WR Jeremy Kerley (Jets), SS Tavon Wilson (Patriots) e FS Rafael Bush (Saints) 

Renovaram: DT Haloti Ngata, QB Dan Orlovsky, LB Tahir Whitehead e TE Tim Wright

Saíram: WR Calvin Johnson (Aposentado), FS Isa Abdul-Quddus (Dolphins), RB Joique Bell (Free Agent), SS James Ihedigbo (Free Agent) e OG Manny Ramirez (Aposentado)

A aposentadoria de Calvin Johnson mudou totalmente os planos do Detroit Lions para a próxima temporada. O que antes era um setor sem maiores problemas no passado se tornou em uma das necessidades em pouco tempo. A contratação de Marvin Jones – com um contrato baseado mais no desespero do time do que na qualidade do jogador – ainda não preenche a lacuna deixada por Megatron no ataque. É bom o Lions rezar para Laquon Treadwell sobrar até a 16ª escolha, se não a franquia de Detroit vai ficar sem um WR dominante para a temporada que se aproxima. A contratação de Rafael Bush é importante para ocupar o lugar deixado por Isa Abdul-Quddus, assim como a renovação de Haloti Ngata, que promete continuar sendo uma das referências da defesa. O Lions, pelo menos na Free Agency, continua sendo o time mediano que foi no ano passado e não teve muito destaque até agora.

NOTA: 6,5

logo bears CHICAGO BEARS

Chegaram: LB Danny Trevathan (Broncos), LB Jerrell Freeman (Colts), DE Akiem Hicks (Patriots), QB Brian Hoyer (Bears) e OT Bobby Massie (Cardinals)

Renovaram: TE Zach Miller, RB Jacquizz Rodgers, DE Mitch Unrein, WR Alshon Jeffery, CB Tracy Porter e WR Marc Mariani

Saíram: LB Shea McClellin (Patriots), TE Mattellus Bennett (Patriots), FS Antrel Rolle (Free Agent), RB Matt Forte (Jets), OT Jermon Bushrod (Dolphins) e DE Jarvis Jenkins (Jets)

Será que o Chicago Bears consegue incomodar Packers e Vikings já na próxima temporada? As movimentações da equipe foram ótimas e muito bem pensadas. Desde a aposentadoria de Brian Urlacher, o grupo de LBs procurava por um atleta para ser o líder do setor, mas agora parece que o time tem um atleta com essa capacidade. Danny Trevathan chega com toda moral do mundo e um título de Super Bowl nas costas para assumir a titularidade na defesa do Bears. Para fazer companhia à Trevethan, a equipe de Chicago trouxe o experiente Jerrell Freeman para aumentar a qualidade do setor e ele também deve ser titular sem maiores problemas. A diretoria parece confiar mesmo em Jeremy Langford – teve um ano de calouro surpreendente -, tanto que nem se preocupou em procurar uma peça de reposição para Matt Forte. Entre os recebedores, Alshon Jeffery vai ficar pelo menos mais um ano por lá e vai formar a tão sonhada dupla com Kevin White na próxima temporada, enquanto a diretoria confirmou as especulações e resolveu apostar em Zach Miller no lugar de Martellus Bennett.

NOTA: 10,0

NFC SUL

logo panthers CAROLINA PANTHERS

Chegaram: DT Paul Soliai (Falcons) e C Gino Gradkowski (Falcons)

Renovaram: QB/WR Joe Webb, DE Charles Johnson, OT Michael Oher e FB Mike Tolbert

Saíram: P Brad Nortman (Jaguars), CB Charles Tillman (Free Agent), CB Josh Norman (Redskins), SS Roman Harper (Saints), CB Cortland Finnegan (Free Agent), DE Jared Allen (Aposentado) e DT Dwan Edwards (Free Agent)

O atual campeão da NFC não ficou parado e se reforçou para buscar o tão sonhado título de Super Bowl que bateu na trave na temporada passada. Com a aposentadoria de Jared Allen, a equipe agora terá o veterano Paul Soliil para fazer dupla com Kawann Short e pressionar os QBs pelo interior da linha. A diretoria se movimentou bem nas renovações de contrato e tratou logo de preparar um novo acordo para Mike Tolbert – um dos melhores da NFL na posição – e o veterano Charles Johnson, que passou a vida toda defendendo as cores azul e preta. O badalado Josh Norman recebeu a Franchise Tag, mas agora precisa de mais nomes para lhe fazer companhia. Bené Benwikere é o nome da vez, mas sem Charles Tillman e Cortland Finnegan, o elenco precisa de reforços no setor para compor a rotação. Sem muito barulho, o Panthers tratou de manter os atletas importantes para o time, conta com a volta de Kelvin Benjamin e outro grande ano de Cam Newton na próxima temporada.

NOTA: 6,5

logo falcons ATLANTA FALCONS

Chegaram: WR Mohamed Sanu (Bengals), OT Tom Compton (Redskins), LB Courtney Upshaw (Ravens), C Alex Mack (Browns), QB Matt Schaub (Ravens), DE Derrick Shelby (Dolphins) e LB Sean Weatherspoon (Cardinals)

Renovaram: DE Adrian Clayborn e FS Charles Godfrey

Saíram: DT Paul Soliai (Panthers), C Gino Gradkowski (Panthers), WR Roddy White (Free Agent), TE Tony Moeaki (Free Agent), LB Kroy Bierman (Free Agent) e OG Chris Chester (Free Agent)

O Atlanta Falcons começou a temporada passada surpreendendo e terminou decepcionando. Para não repetir o vexame, agora o time busca uma renovação no elenco e trouxe peças interessantes para o próximo campeonato. Roddy White já não é mais o mesmo e, mesmo com toda sua história com a franquia, sua saída já era esperada. Além dele, a equipe se desfez de outros atletas experientes, como Paul Soliai e Kory Bierman. Mesmo pagando caro, a chegada de Mohamed Sanu traz outro ótimo alvo para Matt Ryan e agora o ataque não deverá ser tão dependente assim de Julio Jones. Para as corridas de Devonta Freeman serem ainda melhores, o Falcons acertou em cheio na contratação de Alex Mack – atleta que por muitos anos vem se destacando e se confirmando como um dos melhores – para ser a nova referência da linha ofensiva. A contratação de Courtney Upshaw no pagar das luzes foi um grande achado para melhorar o nível do Front Seven da defesa e pode fazer diferença logo de cara. Vamos aguardar para ver se Vic Beasley se transforma no que todos esperam dele e se o recém-chegado Derrick Shelby vai contribuir mais do que produziu em Miami.

NOTA: 8,0

logo saints NEW ORLEANS SAINTS

Chegaram: LB James Laurinaitis (Rams), DT Nick Fairley (Rams), SS Roman Harper (Panthers) e TE Coby Fleener (Colts)

Renovaram: TE Michael Hoomanawanui, RB Tim Hightower, QB Luke McCown, K Kai Forbath, SS Jamarca Sanford e CB Kyle Wilson

Saíram: WR Marques Colston (Free Agent), RB Khiry Robinson (Jets), FS Rafael Bush (Lions), LB Ramon Humber (Patriots), TE Benjamin Watson (Ravens), OG Jahri Evans (Free Agent), CB Brandon Browner (Seahawks) e LB Anthony Spencer (Free Agent)

Diferente do ano passado – quando teve que trabalhar com quantias negativas no teto salarial, reestruturar contratos e se desfazer de atletas importantes -, a primeira semana do período de contratações foi menos conturbada em New Orleans. Trabalhando com pouco dinheiro, não podíamos esperar muito da diretoria do Saints e, se formos analisar com cautela, as principais contratações do time podem fazer diferença logo de cara. James Laurinaitis é um atleta dedicado, com experiência na NFL e que deve contribuir demais para a defesa da equipe – segunda pior da NFL pelo segundo ano consecutivo. Benjamin Watson teve uma boa temporada substituindo Jimmy Graham, mas com 35 anos de idade já não é mais nenhum garoto e foi tentar a sorte no Ravens. Para o seu lugar, Coby Fleener chega com características parecidas de Graham e pode ter sucesso recebendo passes de Drew Brees. Finalizando, Nick Fairley vai ajudar bastante na linha defensiva e será uma dificuldade para as linha ofensivas adversárias. O que pesa contra o Saints nessa análise foram as saídas de atletas importantes. Sem Marques Colston, agora o time não tem um recebedor de referência e a possibilidade de buscar Laquon Treadwell no Draft começa a fazer sentido. Na linha ofensiva, o experiente Jahri Evans deixou a franquia depois de dez temporadas como titular absoluto.

NOTA: 7,0

logo buccaneers TAMPA BAY BUCCANEERS

Chegaram: CB Josh Robinson (Vikings), LB Daryl Smith (Ravens), P Bryan Anger (Jaguars), CB Brent Grimes (Dolphins), DE Robert Ayers (Giants) e OG J.R. Sweezy (Seahawks)

Renovaram: FS Chris Conte e RB Doug Martin

Saíram: OG Logan Manikins (Aposentado), LB Bruce Carter (Jets), DT Henry Melton (Free Agent), RB Bobby Rainey (Giants), CB Sterling Moore (Free Agent) e DE Larry English (Free Agent) 

A pior equipe na NFC Sul na temporada passada foi a que se saiu melhor após a primeira semana com o mercado de transferências aberto. Das cinco contratações, quatro podem trazer um impacto imediato no time. Daryl Smith chega com muita experiência nas costas e como um dos melhores da NFL em sua posição para fechar o trio de LBs ao lado do excelente Lavonte David e do jovem talento Kwon Alexander. Brent Grimes não parece ser mais o mesmo de alguns anos atrás, mas pode reencontrar as boas atuações em sua nova casa ao lado de Alterraun Verner. Robert Ayers era um dos poucos destaques da defesa do New York Giants e agora será uma das peças importantes da linha defensiva ao lado do ótimo Gerald McCoy. Para fechar o grupo de novos nomes, J.R. Sweezy pode não ser um dos principais nomes da NFL em sua posição, mas é uma boa aquisição para a jovem linha ofensiva do Buccaneers, que perdeu o veterano Logan Mankins e precisa de nomes para formar uma rotação confiável. Entre as renovações de contrato, devemos destacar o esforço da diretoria par não deixar Doug Martin ir embora. Após um ano espetacular correndo com a bola, o atleta mereceu um novo acordo e a franquia conseguiu isso sem gastar valores exorbitantes.

NOTA: 9,0

NFC OESTE

logo cardinals ARIZONA CARDINALS

Chegaram: DE Chandler Jones (Patriots), SS Tyvon Branch (Chiefs) e OG Evan Mathis (Broncos)

Renovaram: RB Chris Johnson, CB Justin Bethel, TE Jermaine Gresham e QB Drew Stanton

Saíram: OG Jonathan Cooper (Patriots), LB Sean Weatherspoon (Falcons), OT Bradley Sowell (Seahawls), OT Bobby Massie (Bears), LB LaMarr Woodley (Free Agent), DE Jason Babin (Free Agent), DT Cory Redding (Free Agent), LB Dwight Freeney (Free Agent) e FS Rashad Johnson (Titans)

Finalista da NFC na temporada passada, o Arizona Cardinals que chegar ainda mais longe no próximo campeonato. Para isso, vai precisar contornar algumas saídas de jogadores importantes. O contrato de um ano feito para os veteranos Chris Johnson e Dwight Freeney foram extremamente eficazes e eles ajudaram bastante, tanto que Johnson ganhou uma renovação e vai dividir as corridas com o jovem talentoso David Johnson. Para o lugar de Freeney, a diretoria trouxe Chandler Jones para pressionar os QBs adversários ao lado do gigante Calais Campbell. A contratação de Evan Mathis, atual campeão da NFL, dá um toque de experiência e aumenta o nível da linha ofensiva, que se desfez do jovem Jonathan Cooper. A renovação de Justin Bethel foi importante, mas acredito que o Cardinals ainda precise de um atleta a altura de Patrick Peterson e Tyrann Mathieu para completar a secundária. Para a próxima temporada, o time precisar incomodar mais os QBs adversários e achar um nome de confiança para a proteção de Carson Palmer na ponta da linha ofensiva, pois Bobby Massie foi embora e ainda não chegou nenhum substituto.

NOTA: 8,0

logo seahawks SEATTLE SEAHAWKS

Chegaram: OT Bradley Sowell (Cardinals), CB Brandon Browner (Saints), DT Sealver Siliga (Patriots), DE Chris Clemons (Jaguars) e OG J’Marcus Webb (Raiders)

Renovaram: WR Jermaine Kearse, RB Christine Michael, CB Jeremy Lane, DT Athyba Rubin e P Jon Ryan

Saíram: OT Alvin Bailey (Browns), LB Bruce Irvin (Raiders), DT Brandon Mebane (Chargers), OG J.R. Sweezy (Buccaneers), RB Bryce Brown (Free Agent), RB Marshawn Lynch (Aposentado), RB Fred Jackson (Free Agent), WR Ricardo Lockette (Free Agent) e OT Russell Okung (Broncos)

A partir de agora são novos tempos no Seattle Seahawks. Depois da aposentadoria precoce de Marshawn Lynch, a confiança está toda no jovem talento Thomas Rawls, que estava voando no ano passado até se machucar e perder o restante da temporada. Sinceramente, não acho necessária a contratação de outro corredor neste momento, o atleta mostrou muito potencial e pode assumir o posto sem maiores problemas. A franquia perdeu Russell Okung e investiu para trazer novos nomes para a linha ofensiva, mesmo que Bradley Sowell e J’Marcus Webb não sejam titulares, podem ajudar na rotação e aumentar a proteção a Russell Wilson. Bruce Irvin não vai fazer tanta falta assim, pois K.J. Wright, Bobby Wagner e Cliff Avril ainda conseguem segurar a barra. As renovações de contrato de Jermaine Kearse e Jeremy Lane talvez tenham sido as movimentações mais importantes da equipe de Seattle. O primeiro já está entrosado com o ataque e, com a saída de Ricardo Lockette, a equipe teria que recorrer a 4ª opção na posição ou achar outro substituto no mercado. Enquanto o segundo é titular na “Legion of Boom” e com mais experiência pode melhorar suas atuações e, consequentemente, o nível do setor.

NOTA: 6,5

logo rams LOS ANGELES RAMS

Chegaram: CB Coty Sensabaugh (Titans)

Renovaram: WR Brian Quick, LB Mark Barron, DE Eugene Sims, QB Case Keenum, DE William Hayes e CB Trumaine Johnson

Saíram: CB Janoris Jenkins (Giants), LB James Laurinaitis (Saints), DE Chris Long (Patriots), TE Jared Cook (Packers), FS Rodney McLeod (Eagles) e DT Nick Fairley (Saints)

Se fosse possível, a equipe de Los Angeles gostaria de contar com seus dois CBs principais para a próxima temporada, mas conseguiu fechar negócio com apenas um deles. Trumaine Johnson recebeu a Franchise Tag e fica por pelo menos mais ano, enquanto Janoris Jenkins embarcou para New York. Porém, não ache que o grupo de CBs ficará enfraquecido: E.J. Gaines mostrou lampejos de talento nos últimos anos e Coty Sensabaugh chega para fortalecer a secundária. As dispensas de Chris Long, James Laurinaitis e Jared Cook foram as coisas certas as serem feitas, os três já estão envelhecendo, não rendendo como antes e pesariam bastante no teto salarial do Rams. Mark Barron mudou de posição e agradou no ano passado, tanto que recebeu uma renovação de contrato. O ex-time de St. Louis não fez muito barulho e preferiu apenas renovar contratos importantes, uma filosofia de trabalho a ser seguida e que pode dar certo.

NOTA: 6,5

logo 49ers SAN FRANCISCO 49ERS

Chegaram: QB Thad Lewis (Eagles) e OG Zane Beadles (Jaguars)

Renovaram: DT Ian Williams e K Phil Dawson

Saíram: WR Anquan Boldin (Free Agent), OG Alx Boone (Vikings) e RB Reggie Bush 

Um time da NFL que tem a maior quantia livre no teto salarial deveria estar contratando bem, certo? Mas o San Francisco 49ers recebeu atenção nesta semana mais por causa da novela envolvendo Colin Kaepernick do que por suas movimentações na janela de transferências. Como opção de emergência, a franquia trouxe Thad Lewis, mas mesmo assim a possibilidade de um QB ser escolhido na 7ª escolha geral do próximo Draft ainda é grande. Zane Beadles chegou para ocupar o lugar de Alex Boone, mas dificilmente vai conseguir atuar no mesmo nível. O ponto de destaque no 49ers durante esse período da Free Agency foi a renovação de contrato do jovem talento Ian Williams, que com 26 anos ainda tem muito a oferecer e ajudar nessa defesa. É um posicionamento da diretoria, mas foram pouco negócios feitos e muitas deficiências ainda existentes no elenco da equipe de San Francisco.

NOTA: 4,0

Por Rodrigo Perrotta e Arthur Murta

Postagens Relacionadas









Redação Liga dos 32 Este texto foi produzido em conjunto por dois ou mais membros da equipe Liga dos 32. Twitter: @LigaDos32 // Facebook: fb.com/ligados32 // Instagram.com/ligados32