Norv Turner deixa cargo de coordenador ofensivo do Vikings

2 de novembro de 2016
Tags: Notícias do Dia, paulo cesar, vikings,

hi-res-1f0130c26fe54f1850da27ed017a6bf2_crop_north

Norv Turner, técnico de longa data na NFL com vasta experiência como treinador principal em diversos times desde 1991, anunciou hoje que se demitiu do cargo de coordenador ofensivo do Minnesota Vikings, numa ação que surpreendeu a todos, incluindo o HC Mike Zimmer, que afirmou que “não pressionaria” o agora ex-coordenador depois de duas semanas consecutivas  em que o ataque do Vikings implodiu e foi fator fundamental para a derrocada do time, que tinha cinco vitórias em cinco jogos porém perdeu as duas últimas partidas e já há dúvidas se a equipe é de fato uma das favoritas ao Super Bowl como foi apontado no começo da temporada.

Ele estava com o Vikings desde que Zimmer assumiu como técnico principal, transformando um time inconsistente em uma equipe com uma poderosa defesa e um jovem QB que carregava bastante expectativa para a temporada regular de 2016. Contudo, a lesão que extirpou com a temporada de Adrian Peterson e os gritantes problemas na linha ofensiva da equipe foram fatores fundamentais para as últimas derrotas derrotas que acenderam o sinal amarelo lá pelos lados de Minnesota e com certeza pesaram na decisão que o veterano técnico tomou. Turner emitiu uma nota oficial, em que outras coisas, agradeceu ao Vikings pela oportunidade de comandar a unidade ofensiva: “tenho um tremendo respeito por Zimmer, além de toda a comissão técnica e jogadores, mas acredito neste momento que a melhor opção para o time é que eu me afaste. Agradeço aos donos da equipe pelo meu tempo aqui em Minnesota e espero ver jogadores e técnicos alcançarem sucesso”, declarou.

Mesmo com o ótimo recorde de cinco vitórias em sete jogos, o Vikings é apenas o 23º entre os 32 times da NFL em pontos por partida, com média de pouco mais de 19, e é o penúltimo se o quesito analisado for jardas totais por partida, com menos de 300 por embate. Tais números não são compatíveis com um time postulante ao Super Bowl, que mesmo apoiado em uma dominante defesa, precisa que o ataque ao menos produza jardas e controle o relógio, para dar tempo que a defesa descanse dentro da partida. Em um primeiro momento, Pat Shurmur, então técnico de QBs da equipe, assumirá a função de comandar o ataque como um todo. Vale lembrar que Shurmur tem muita experiência em trabalhar com o QB Sam Bradford, já que ocupou o mesmo cargo enquanto Braford era QB do Rams e do Eagles em um passado recente., agora, assumindo as rédeas de uma unidade no meio da temporada regular, resta saber se Shurmur conseguirá transformar todo esse conhecimento e parceria que tem com Bradford naquilo que o Vikings mais necessita para voltar ao caminho das vitórias: jardas e pontos.

Postagens Relacionadas









Paulo César é o setorista da NFC LESTE. Analisa Giants, Cowboys, Redskins e Eagles às terças e quintas aqui no site. No projeto setoristas, falamos dos 32 times a cada duas semanas! Siga-o no Twitter para acompanhar mais da cobertura dessa divisão e debater sobre as matérias: @PcesarPJunior