terça-feira, 6 de Março de 2018

Compartilhe

A temporada de 2017 terminou, o Combine já está no meio e a Free Agency logo terá início. Dessa forma, está na hora da Liga dos 32 apresentar seu primeiro mock draft. Muitas vezes esta é uma tarefa ingrata, então vale lembrar que antes que os times realizem suas primeiras contratações do ano é excessivamente complicado de prever o que pode acontecer. Por isso, decidi não deixar a situação ainda mais complexa e evitei trocas neste primeiro mock, que tem por objetivo prever o que acredito que acontecerá na primeira rodada, o que em algumas situações pode ser diferente do que eu faria.

Ao longo do meu tempo acompanhando a NFL, percebi que é complicado criticar de forma excessiva um mock draft, já que ninguém esperava que três recebedores sairiam no top 10 ou que Marshon Lattimore cairia para fora dele em 2017. Com o objetivo de entreter e ajudar o público a se familiarizar com o jogadores que serão selecionados, os mock drafts são simulações das escolhas das equipes na noite do Draft. Abaixo segue o meu primeiro mock do ano, com minhas opiniões sobre o porque de cada time fazer tal escolha.

Aqui o debate é liberado, então sinta-se livre para comentar aqui no site, pelo Twitter ou Facebook.

  1. logo brownsCleveland Browns – QB Sam Darnold (USC)

    Pelo segundo ano seguido, o Cleveland Browns terá a honra (?) de fazer a primeira escolha do Draft. Vindo de uma temporada na qual se tornou apenas o segundo time a ter retrospecto de 0-16, a franquia deve abandonar o experimento DeShone Kizer e investir em um quarterback com esta seleção. Com nomes como Sam Darnold, Josh Rosen, Baker Mayfield, Lamar Jackson e Josh Allen disponíveis, a equipe terá a função de escolher seu passador preferido e os rumores apontam que Darnold, que apresenta o maior teto entre os citados, deve ser o alvo.
  1. logo giantsNew York Giants – QB Josh Rosen (UCLA)
    O New York Giants raramente escolhe tão cedo no Draft. Apesar de ter algumas outras necessidades, o fato de Eli Manning estar dando claros sinais de declínio nos últimos anos junto a uma reformulação da direção e da comissão técnica, podem representar que é a hora da franquia encontrar seu próximo QB. Neste cenário, Josh Rosen parece ser uma opção talentosa, com atitude para encarar a complicada mídia nova-iorquina e o mais pronto dos quarterbacks da classe para ser titular imediatamente.
  1. logo coltsIndianapolis Colts – EDGE Bradley Chubb (NC State)

    Já com seu quarterback da franquia e um novo técnico, o Indianapolis Colts pode usar sua escolha como moeda de troca para algum time desesperado por um QB. No entanto, o time está mudando seu esquema base de defesa de 3-4 para 4-3, o que obriga o GM Chris Ballard a buscar novas peças, que se encaixem melhor nesta formação. Dessa forma, Bradley Chubb, melhor pass rusher do Draft, aparece como uma escolha óbvia.
  1. logo brownsCleveland Browns (via Houston Texans) – DB Minkah Fitzpatrick (Alabama)

    Com a escolha proveniente da troca do Draft do ano passado que terminou na seleção de Deshaun Watson pelo Texans, o Browns terá mais uma oportunidade para adicionar um talento de elite ao seu elenco. Já com uma defesa de front seven profundo, a equipe pode ficar em dúvida entre investir na secundária ou trazer o RB Saquon Barkley. Entre as duas opções, Minkah Fitzpatrick deve ajudar a elevar um setor defensivo já sólido para um patamar de destaque, enquanto um RB pode ser conseguido em uma das três seleções que o time tem na segunda rodada, uma vez que se trata de uma classe bastante profunda na posição.
  1. logo broncosDenver Broncos – OG Quenton Nelson (Notre Dame)

    O Denver Broncos parece um dos fortes candidatos a investir uma grande quantia em um quarterback na Free Agency. Seja conseguindo um acordo com Kirk Cousins ou assinando com um veterano como Case Keenum ou Sam Bradford para realizar a transição para um calouro selecionado no segundo dia de Draft, o correto para a franquia seria selecionar um dos jogadores mais seguros da classe em Quenton Nelson, que solidificaria uma linha ofensiva que teve diversos problemas nos últimos anos.
  1. logo jetsNew York Jets – QB Baker Mayfield (Oklahoma)

    Nova York ganhará dois novos quarterbacks no top 10 do Draft. Com a sexta escolha, o Jets precisa evitar ao máximo ter que recorrer aos serviços de Bryce Petty novamente ou sequer dar uma chance para Christian Hackenberg. Assim, Baker Mayfield seria outro QB de personalidade forte na cidade e com a habilidade de levantar o talento limitado ao seu redor.
  1. logo buccaneersTampa Bay Buccaneers – RB Saquon Barkley (Penn State)

    O Tampa Bay Buccaneers cortou o RB Doug Martin nessa offseason e por enquanto tem apenas Peyton Barber como opção na posição em seu elenco. Assim, com um valor como o de Saquon Barkley, tido por muitos como o melhor jogador do Draft, ainda disponível, o GM Jason Licht deve ignorar algumas outras necessidades maiores como as linhas ofensiva e defensiva e selecionar o monstro atlético para dar mais uma arma capaz de desequilibrar uma partida no ataque do Bucs.
  1. logo bearsChicago Bears – WR Calvin Ridley (Alabama)

    Após escolher o QB Mitchell Trubisky na segunda posição geral do último Draft, o Chicago Bears precisa se comprometer a cercá-lo de armas que auxiliem no seu desenvolvimento. Dona de um dos piores grupos de recebedores da NFL, a franquia aparece como futura casa do principal WR da classe, Calvin Ridley, que tem questionamentos sobre sua idade um pouco mais avançada – será um calouro de 24 anos- e por conta de seu tamanho, mas que mostrou ótimas qualidades durante sua passagem pela universidade de Alabama.
  1. logo 49ersSan Francisco 49ers – LB Roquan Smith (Georgia)
    O San Francisco 49ers ganhou vida nova após trocar pelo QB Jimmy Garoppolo no meio da última temporada e vencer todos os jogos nos quais ele foi titular. Depois de torná-lo o jogador mais bem pago da história da liga, será preciso fornecer um time mais forte para que siga empolgando os torcedores da franquia. Junte a isso o fato do LB Reuben Foster ter sido preso nessa offseason e a seleção de Roquan Smith pode tanto suprir uma eventual ausência da escolha de primeira rodada do ano passado quanto se unir a ele para elevar o nível da defesa e formar uma temida dupla de linebackers que pode lembrar os tempos áureos de Patrick Willis e NaVorro Bowman.
  1. logo raidersOakland Raiders – LB Tremaine Edmunds (Virginia Tech)
    O ano de 2017 foi decepcionante para o Oakland Raiders. Contudo, com a mudança para Las Vegas se aproximando e o retorno de Jon Gruden como técnico da equipe, é de se esperar que o GM Reggie McKenzie busque reabastecer o elenco para brigar pelos playoffs novamente. Para isso, melhorar uma defesa abaixo da média é obrigação e a escolha de um LB como Tremaine Edmunds pode gerar muita versatilidade.
  1. logo dolphinsMiami Dolphins – OT Mike McGlinchey (Notre Dame)
    Mais um time na lista dos que foram aos playoffs em 2016, mas caíram drasticamente na última temporada, o Miami Dolphins precisa resolver alguns problemas. Entre eles está a sua linha ofensiva, uma vez que o RT Ja’Wuan James tem seu nome especulado como potencial corte ou peça de troca para liberar espaço na folha salarial. Por isso a escolha de um OT sólido como Mike McGlinchey pode fazer sentido aqui.
  1. logo bengalsCincinnati Bengals – OT Connor Williams (Texas)
    Dono de uma das piores linhas ofensivas da NFL, o Cincinnati Bengals não pode sair desse Draft sem investir de maneira pesada no setor. Todas as posições da OL são bem vindas e um jogador do potencial de Connor Williams, que pode jogar como OT ou eventualmente realizar a transição para OG, é um bom valor aqui para uma necessidade tão extrema.
  1. logo redskinsWashington Redskins – RB Derrius Guice (LSU)
    Kirk Cousins se despedirá de Washington, mas o Redskins já adquiriu seu substituto ao trocar por Alex Smith. Como a equipe é bem construída, um RB que corre com violência que nem Derrius Guice pode se juntar a uma ótima linha ofensiva para construir um ataque muito perigoso, que pode aliviar a pressão da defesa e formar um time bem balanceado.
  1. logo packersGreen Bay Packers – EDGE Marcus Davenport (UTSA)
    A lesão de Aaron Rodgers atrapalhou a temporada do Green Bay Packers de maneira maiúscula. Assim, a equipe não avançou aos playoffs e tem uma escolha na metade inicial da primeira rodada. Ela provavelmente será destinada a defesa e um pass rusher seria uma ótima pedida. Muito atlético e dono de sólida produção contra concorrência de nível mais baixo, Marcus Davenport aparenta ter uma boa cotação na liga, o que deve levá-lo a ser selecionado aqui.
  1. logo cardinalsArizona Cardinals – QB Josh Allen (Wyoming)
    As aposentadorias do QB Carson Palmer e do técnico Bruce Arians, forçaram o Arizona Cardinals a mudar radicalmente a cara da franquia. Dessa forma, Steve Wilks foi contratado como treinador e deve querer seu próprio quarterback. Ex-coordenador defensivo do Panthers, ele está acostumado com o estilo de Cam Newton, muito atlético e com um canhão no braço. Guardadas as devidas proporções, Josh Allen pode lembrá-lo dessas características e ser a escolha como novo QB da equipe.
  1. logo ravensBaltimore Ravens – WR Courtland Sutton (SMU)
    Preso ao contrato exorbitante de Joe Flacco, o Baltimore Ravens tem como única opção rodeá-lo de armas explosivas, algo que não aconteceu nos últimos anos. Com a folha salarial apertada, o time provavelmente recorrerá ao Draft para atacar essa necessidade. Assim, um recebedor é o principal alvo nessa escolha e este deve ser Courtland Sutton, que tem um bom porte físico, ótima produção e que vem de um forte desempenho atlético no Combine.
  1. SD Los Angeles Chargers – DT Vita Vea (Washington)
    Recheada de talento, a defesa do Los Angeles Chargers possui uma das melhores duplas de pass rushers da NFL, um grupo sólido de linebackers e uma secundária com grandes jogadores. Para que esta se torne uma unidade de elite, que complementaria de maneira espetacular um forte ataque, falta uma presença marcante no interior da linha, o que pode ser adquirido no enorme e excepcionalmente atlético Vita Vea, excelente contra a corrida e com alguma capacidade para conseguir pressões.
  1. logo seahawksSeattle Seahawks – OG Isaiah Wynn (Georgia)
    Não é segredo para ninguém que a linha ofensiva do Seattle Seahawks é uma atrocidade que força Russell Wilson a correr pela vida constantemente. Pensando nisso, a franquia deve selecionar um dos melhores jogadores disponíveis no setor em Isaiah Wynn, que atuou como LT em Georgia, mas deve migrar para o interior da OL por conta de seu tamanho.
  1. logo cowboysDallas Cowboys – S Derwin James (Florida State)
    O Dallas Cowboys investiu de forma pesada na secundária no último Draft, com a seleção de três cornerbacks. Durante a offseason, tem sido discutida a possibilidade do S Byron Jones ser transferido para CB, o que tornaria safety uma posição de necessidade em uma defesa que ainda tem uma boa margem para evolução. Neste cenário, Derwin James pode ser um grande achado para a franquia de Jerry Jones.
  1. logo lionsDetroit Lions – DT Da’Ron Payne (Alabama)
    Desde que perdeu Ndamukong Suh e Nik Fairley, o Detroit Lions tem problemas para compor uma linha defensiva capaz de pressionar os adversários pelo interior e parar a corrida. Isto ficou ainda mais acentuado com a queda de produção de um envelhecido Haloti Ngata. Por isso, um dos caminhos que o time pode tomar na primeira rodada é selecionar um DT como Da’Ron Payne.
  1. logo billsBuffalo Bills – QB Lamar Jackson (Louisville)
    Após avançar de maneira surpreendente aos playoffs, o Buffalo Bills quer manter esta maré positiva. Como Tyrod Taylor não aparenta ser o preferido dos fãs nem do técnico Sean McDermott e o desastre que foi o experimento Nathan Peterman, a expectativa é que o time mire em um quarterback com uma de suas duas escolhas de primeira rodada e selecione Lamar Jackson.
  1. logo billsBuffalo Bills (via Kansas City Chiefs) – DT Taven Bryan (Florida)
    Depois de escolher seu QB, o Bills deve procurar um subsituto para Marcel Dareus, que foi trocado durante a última temporada e deixou um enorme buraco no miolo da linha defensiva. Para atuar no sentido de sanar esta necessidade, uma DT explosivo como Taven Bryan pode ser interessante.
  1. logo ramsLos Angeles Rams – CB Denzel Ward (Ohio State)
    A primeira temporada de Sean McVay no comando do Los Angeles Rams foi um grande sucesso e mostrou que ele pode montar um grande ataque mesmo com algumas peças abaixo da média. Como o time deve deixar o CB Trumaine Johnson sair durante a Free Agency, Denzel Ward pode ser um alvo para formar uma forte secundária junto do recém adquirido Marcus Peters.
  1. logo panthersCarolina Panthers – WR Christian Kirk (Texas A&M)
    Cam Newton precisou tirar leite de pedra com um grupo de recebedores muito abaixo da média em 2017. Como forma de complementar o ataque, um WR é o foco declarado de Ron Rivera e Marty Hurney para o Carolina Panthers nessa offseason. Portanto, Christian Kirk aparece como opção para o final da primeira rodada.
  1. logo titansTennessee Titans – EDGE Harold Landry (Boston College)
    A chegada de um novo treinador de histórico defensivo deve significar que o Tennessee Titans investirá alguns recursos no setor, o que pode ser representado pela figura do pass rusher Harold Landry. O explosivo jogador de Boston College formaria uma forte rotação com a sólida dupla composta por Derrick Morgan e Brian Orakpo e poderia ajudar a franquia a esquecer o fracasso que foi a seleção de Kevin Dodd há dois anos.
  1. logo falconsAtlanta Falcons – OG/C James Daniels (Iowa)
    Dono de um dos elencos mais completos da NFL, o Atlanta Falcons possui poucas necessidades e uma delas provavelmente se encontra na posição de guard. Então, escolher James Daniels pode ser uma opção segura para minimizar tal problema.
  1. logo saintsNew Orleans Saints – LB Rashaan Evans (Alabama)
    Com uma secundária reformulada, o New Orleans Saints teve uma ótima temporada em 2017 e promete repetir o bom desempenho no próximo campeonato. Para que a defesa dê mais um passo a frente, falta um linebacker físico e explosivo patrulhando o meio do campo, o que pode ser conseguido na figura de Rashaan Evans.
  1. logo steelersPittsburgh Steelers – LB Leighton Vander Esch (Boise State)
    Recentemente, o Pittsburgh Steelers comunicou que, conforme o esperado, Ryan Shazier não participará da temporada de 2018. Isto abre um enorme buraco no grupo de LBs da franquia e torna esta uma necessidade urgente. Depois de perder Rashaan Evans por pouco para o Saints, o Steelers ataca seu problema ao pegar Leighton Vander Esch.
  1. logo jaguarsJacksonville Jaguars – OG Will Hernandez (UTEP)
    As seleções de Leonard Fournette e Cam Robinson em 2017 ajudaram a definir um tom de futebol americano pautado na força física e no domínio conquistado a partir das trincheiras para o ataque do Jacksonville Jaguars. Como a defesa já é de elite e precisa de poucos ajustes, nada melhor do que selecionar Will Hernandez, que se encaixa perfeitamente nesse estilo de jogo mais físico.
  1. logo vikings Minnesota Vikings – C Billy Price (Ohio State)
    Quase avançar até o Super Bowl se qualifica como um grande sucesso, mas o Minnesota Vikings certamente deseja mais em 2018. Com uma defesa pronta para ganhar agora e um ataque bem construído, que ainda pode contar com a chegada de Kirk Cousins, o Vikings pode se dar ao luxo de pegar o melhor jogador disponível em Billy Price e ainda fortalecer uma linha ofensiva que melhorou consideravelmente no ano passado ao colocá-lo para jogar ao lado de Pat Elflein, seu antigo colega em Ohio State.
  1. Resultado de imagem para new england patriots logo pngNew England Patriots – CB Josh Jackson (Iowa)
    Mesmo com todos os esforços de Tom Brady, o New England Patriots acabou sucumbindo diante do Eagles no Super Bowl LII muito por conta de sua defesa. Com a iminente saída de Malcolm Butler, a equipe precisará buscar reforços entre os LBs e os CBs. Já que ocorreu uma corrida por jogadores da primeira opção, o investimento deve ir para a secundária, com a seleção de Josh Jackson, um playmaker que forçou oito interceptações no último campeonato universitário.
  1. logo eaglesPhiladelphia Eagles – CB Mike Hughes (UCF)
    O primeiro título da história do Philadelphia Eagles já foi muito comemorado por seus torcedores, mas agora é hora de pensar em defender o posto. Com uma folha salarial extremamente apertada, o GM Howie Roseman terá que cortar alguns jogadores e reabastecer o elenco com outros mais baratos via Draft. No entanto, uma vez que o time tem poucas necessidades claras, pode buscar um atleta talentoso em Mike Hughes para completar uma reformulação no grupo de cornerbacks.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe