quarta-feira, 11 de abril de 2018

Compartilhe

Finalmente chegamos ao mês do Draft! Com as principais semanas da Free Agency ficando para trás e a ocorrência de importantes trocas, as necessidades dos times da NFL ficaram cada vez mais claras. Dito isso, a seguir você pode conferir meu segundo e último Mock do NFL Draft 2018:

Aqui o debate é liberado, então sinta-se livre para comentar aqui no site, pelo Twitter ou Facebook.

1 –logo brownsCleveland Browns – QB Sam Darnold (USC)

O mock começa sem mudanças em relação a última versão. O Browns vai escolher um quarterback com a primeira escolha geral e provavelmente será Sam Darnold. O ex-Trojans é o jogador com maior potencial da classe graças a sua combinação de bom porte físico, precisão nos passes, bom braço, presença de pocket e personalidade.

2 –logo giantsNew York Giants – QB Josh Rosen (UCLA)

Essa é a escolha que realmente acredito que será o “divisor de águas” desse Draft graças aos vários rumos que o Giants pode tomar. Contudo, também repito minha escolha da última versão com a franquia azul de New York selecionando um sucessor para Eli Manning. Josh Rosen é meu QB #1 da classe e o que eu vejo como mais pronto em termos de mecânica de passe, trabalho de pés e inteligência.

3 –logo jetsNew York Jets (via Indianapolis Colts) – QB Josh Allen (Wyoming)

A chance do Jets ter subido no Draft para escolher um jogador que não seja um quarterback é absolutamente zero. Nesse cenário, a escolha ficaria entre Josh Allen e Baker Mayfield, ambos jogadores que tem tido bastante contato com a franquia nas últimas semanas. Contudo, considerando o perfil de jogadores ideal para a posição na visão do GM Mike Maccagnan, é bem provável (apesar de não ser certo) que o time opte por Josh Allen. O prospecto é quase que uma materialização do “sonho” de todo olheiro. Possui ótimas medidas, um braço fantástico e uma excelente personalidade. Entretanto, na parte mental e técnica é onde residem as principais preocupações. Se for bem lapidado, seu potencial é enorme, mas o desafio para transformar o Josh Allen de hoje em um franchise quarterback também será gigantesco.

4 – logo billsBuffalo Bills (via troca projetada com o Browns, via Houston Texans) – QB Baker Mayfield (Oklahoma)

O Bills é um dos times desesperados por um quarterback nesse Draft e um fortíssimo candidato a realizar uma mega-troca em busca de seu signal-caller. E é justamente isso que ocorre nesse cenário com a franquia trocando um pacote de escolhas (incluindo as duas de primeira rodada) pela 4ª escolha geral, a qual poderia ser utilizada em Baker Mayfield. O ex-sooners é um elétrico playmaker com boa precisão nos passes, agilidade para estender as jogadas dentro do pocket e boa mecânica.

5 –logo broncosDenver Broncos – OG Quenton Nelson (Notre Dame)

Com alguns dos principais quarterbacks fora do board, John Elway pode preferir não arriscar nos próximos jogadores disponíveis da posição e optar por reforçar sua OL com o melhor jogador da classe no setor. Alto, extremamente forte e muito desenvolvido tecnicamente, o ex-Irish é o melhor prospecto da posição nos últimos anos e ajudaria bastante tanto na proteção ao quarterback como também na abertura de lacunas para o jogo corrido.

6 –logo coltsIndianapolis Colts (via New York Jets) – EDGE Bradley Chubb (NC State)

Mais uma escolha repetida do meu último mock. Com a caça aos quarterbacks, é esperado que ótimos jogadores de outras posições caiam no Draft. Devido a isso, há a possibilidade  do melhor defensor do Draft ainda estar disponível na escolha do Colts. Além de muito atlético e produtivo, Chubb possui medidas muito boas para a posição, possui técnica para ter sucesso na NFL e ainda uma versatilidade que o torna capaz de atuar em um considerável número de posições no front seven.

7 –logo buccaneersTampa Bay Buccaneers – RB Saquon Barkley (Penn State)

Tendo Peyton Barber e Jacquizz Rodgers como seus principais running backs no elenco, há grandes chances do Bucs selecionar o melhor jogador do Draft nesse cenário para reforçar o seu limitado backfield. Barkley é o melhor prospecto da posição nos últimos 5 anos. O ex-RB de Penn St é o protótipo ideal da posição, com fantásticas capacidades físicas, como explosão e agilidade, e habilidade de contribuir de várias formas seja correndo com a bola, recebendo passes, retornando chutes e até mesmo protegendo o quarterback em blitzes.

8 –logo bearsChicago Bears – LB Tremaine Edmunds (Virginia Tech)

Tremaine Edmunds é o tipo de prospecto que o GM do Bears, Ryan Pace, adora. Mesmo ainda tendo 19 anos, o linebacker possui um porte físico invejável (1,96m e 107kg) e um atleticismo excelente. Como esperado da pouca idade, Edmunds ainda precisa ainda evoluir a parte mental de seu jogo, mas seu potencial é gigantesco. Também há questionamentos com relação a sua posição, mas seu conjunto de habilidades e pouca experiência seria mais uma vantagem do que uma desvantagem nas mãos de Vic Fangio, já que o coordenador defensivo poderia “lapidar” o jogador na posição que achasse mais adequada.

9 –logo 49ersSan Francisco 49ers – DB Minkah Fitzpatrick (Alabama)

Com o seu franchise quarterback garantido pelos próximos anos, o 49ers tem a possibilidade de adicionar mais um pilar para sua defesa com a adição de Minkah Fitzpatrick. Mesmo não sendo o mais atlético da classe, Fitzpatrick se sobressai na parte mental e técnica em relação a outros jogadores da posição. Tudo sobre o ex-DB de Alabama exala football. É extremamente inteligente, possui ótimos instintos e é bastante versátil, além de ser um líder nato.

10 –logo raidersOakland Raiders – CB Denzel Ward (Ohio State)

Resultado de imagem para denzel ward

Repito mais uma escolha do meu mock anterior com o Raiders selecionando novamente Denzel Ward nesse cenário. O ex-Buckeyes é o melhor cornerback da classe na minha opinião e atua em uma posição que é uma enorme necessidade para o Raiders. Apesar de ser ligeiramente pequeno, Ward é bastante rápido, ágil, sabe quando a bola está vindo em sua direção e também possui experiência tanto como outside CB como também atuando de nickel CB.

11 –logo dolphinsMiami Dolphins – LB Roquan Smith (Georgia)

Sem muitas opções para a posição na Free Agency, o Dolphins pode utilizar uma de suas primeiras escolhas no Draft para reforçar o anêmico grupo de linebackers. Smith é um dos melhores prospectos da posição e faz parte do novo perfil de linebackers que está sendo bastante valorizado ao redor da liga. O ex-Bulldogs é veloz, físico, bastante inteligente e capaz de contribuir nas três descidas.

12 –logo brownsCleveland Browns (via troca projetada com o Bills, via Cincinnati Bengals) – CB Josh Jackson (Iowa)

Com o seu potencial franchise quarterback em mãos, o Browns pode focar em reforçar ainda mais outros setores como a secundária. Jackson é um jogador que, apesar da inexperiência e não ser um dos mais velozes, demonstrou bastante promessa pelos Hawkeyes no ano passado. O defensor é alto, possui braços longos e também possui instintos fantásticos para perceber quando a bola vem em sua direção, capacidade muito bem refletida em suas 8 interceptações e 18 passes desviados na última temporada.

13 – logo redskinsWashington Redskins – S Derwin James (Florida State)

A secundária é um dos maiores pontos fracos do Redskins e a escolha de um jogador como Derwin James seria inquestionável. O defensor é um verdadeiro monstro. Além do fantástico porte físico (1,91m e quase 96kg), James é absurdamente explosivo e agressivo. Também possui inteligência, bom instintos e é um jogador bastante versátil.

14 –logo packersGreen Bay Packers – EDGE Harold Landry (Boston College)

Com a vinda de Harold Landry, o Packers receberia uma adição muito bem vinda ao seu pass rush (o que diretamente também auxiliaria sua frágil secundária). O jogador tem potencial para causar impacto imediato na pressão ao quarterback adversário. Landry foi bastante produtivo em Boston College graças a sua combinação de absurda explosão, envergadura e atleticismo.

15 –logo cardinalsArizona Cardinals – QB Lamar Jackson (Louisville)

Com uma clara necessidade na posição de quarterback, a escolha de Lamar Jackson faz total sentido nesse cenário. O quarterback de Louisville é um jogador que particularmente aprecio bastante. Porém, meu maior medo é em relação a como ele será desenvolvido pelos técnicos do que seu conjunto de habilidades em si. O jogador é o jogador mais dinâmico a chegar na NFL em anos. É a verdadeira definição de um dual threat QB. Além de ser absurdamente veloz e ágil, Lamar evoluiu bastante como pocket passer durante sua carreira e ainda tem potencial para ser melhor lapidado nesse quesito, principalmente em relação a sua mecânica de passe e parte mental.

16 –logo ravensBaltimore Ravens – WR Calvin Ridley (Alabama)

Após tentar desesperadamente adicionar talento ao grupo de recebedores durante a Free Agency, é de se esperar que o Ravens de continuidade a essa intenção durante o Draft. Ridley é o meu WR #1 da classe graça a sua velocidade, agilidade e valiosa capacidade de executar com excelência vários tipos de rotas.

LEIA MAIS: Mock Draft – Eduardo Araújo 1.0

17 – SD Los Angeles Chargers – DT Vita Vea (Washington)

Repetindo mais uma escolha do meu último mock, o Chargers selecionaria Vita Vea para adicionar talento ao seu limitado interior da linha defensiva. O defensive tackle possui porte físico ideal para a posição, além de ser muito forte, podendo contribuir a melhorar a defesa do jogo corrido da equipe e ocasionalmente gerar pressão no interior da linha.

18 –logo seahawksSeattle Seahawks – OT Mike McGlinchey (Notre Dame)

Com uma linha ofensiva que tem estado entre as piores da NFL por um bom tempo, utilizar uma escolha de início de Draft para reforçar o setor faz total sentido para o Seahawks. McGlinchey é o melhor OT da classe em minha opinião, sendo bastante técnico e ágil. De imediato, McGlinchey teria a capacidade de ser o RT titular da franquia, eventualmente substituindo o veterano Duane Brown na posição de LT em um futuro próximo.

19 – logo cowboysDallas Cowboys – DT Maurice Hurst (Michigan)

Reforçar a defesa, principalmente o front seven, tem que ser um dos principais focos do Cowboys nesse Draft. A escolha de Maurice Hurst ofereceria algo diferente do que Dallas possui hoje em sua linha defensiva. O ex-wolverines não é um dos maiores jogadores em sua posição, mas é muito explosivo, possui mãos pesadas e muito produtivo (24.5 tackles para perda de jardas e 10.5 sacks nos últimos 25 jogos). Hurst seria um ótimo encaixe no sistema defensivo de Rod Marinelli, reforçando um grupo que já conta com sólidas opções em Maliek Collins e David Irving.

20 –logo lionsDetroit Lions – DE Marcus Davenport (UTSA)

Independente da formação utilizada por Matt Patricia na defesa do Lions, o Head Coach vai precisar de jogadores talentosos e atléticos para reforçar o setor que foi uma dor de cabeça para o time no ano passado. Similar a Ziggy Ansah saindo do College, Davenport é bastante “cru” na parte técnica mas possui um potencial enorme. O defensor tem tudo que uma franquia procura em um defensive end: explosão, tamanho, envergadura e força. O esforço constante também é uma característica muito importante e apreciada, o qual permite que o jogador não só contribua como pass rusher mas também na defesa contra o jogo corrido.

21 – logo bengalsCincinnati Bengals (via Buffalo Bills) – OG Isaiah Wynn (Georgia)

Após reforçar a posição de LT com a chegada de Cordy Glenn, o Bengals pode utilizar sua primeira escolha para melhor o interior de sua linha ofensiva. Wynn é um jogador bastante experiente, tendo sido titular por muito tempo no Bulldogs como OT. Para a NFL, a posição ideal para o jogador deve ser no interior da linha graças ao seu biótipo físico, técnica e fisicalidade.

22 – logo brownsCleveland Browns (via troca projetada com o Bills, via Kansas City Chiefs) – OT Connor Williams (Texas)

Com duas de suas maiores necessidades atendidas, o Browns poderia utilizar sua terceira escolha de primeira rodada nesse cenário em um jogador com potencial de ser o novo Left Tackle da Franquia. Apesar de sofrer com algumas lesões no ano passado, o ex-Longhorns é bastante talentoso, possuindo um bom tamanho e porte físico, além de uma envergadura adequada e agilidade nos pés.

23 – Resultado de imagem para new england patriots logo pngNew England Patriots (via Los Angeles Rams) – LB Leighton Vander Esch (Boise State)

O Patriots precisa urgentemente de playmakers no lado defensivo e acredito que Vander Esch seria um escolha perfeita. Vander Esch teve apenas um ano como titular em Boise State, mas foi absurdamente produtivo. Com ótimo porte físico e instintos, o defensor pode ter um pouco de dificuldade no início devido a sua inexperiência, mas tem um potencial muito elevado.  Seria muito interessante observar o jogador que Vander Esch poderia se tornar sendo “lapidado” por um técnico como Bill Belichick.

Leia textos exclusivos a cada semana sobre todos os times da NFL. Seja um assinante L32

24 – logo panthersCarolina Panthers – WR Courtland Sutton (SMU)

Assim como o Ravens, o Panthers é um time que tem desesperadamente tentado reforçar seu grupo de recebedores durante essa offseason. Com isso em mente, a escolha de Sutton faria sentido aqui caso o cenário atual se realizasse. O recebedor possui uma ótima combinação de altura, porte físico e velocidade, além de ser bastante agressivo na disputa por bolas com defensores e ainda por cima possuir uma decente habilidade em conquistar jardas após a recepção.

25 – logo titansTennessee Titans – LB Rashaan Evans (Alabama)

Com a saída do sólido Avery Williamson, a posição de ILB se tornou uma necessidade ainda maior para o Titans. A vinda de Evans ofereceria a franquia um linebacker realmente capaz de ser efetivo nas três descidas. O ex-Crimson Tide é um jogador bastante experiente e técnico, capaz de cobrir todo o campo e atuar com naturalidade na posição de ILB na atual formação defensiva do time.

26 –logo falconsAtlanta Falcons – OG Will Hernandez (UTEP)

O Falcons conseguiu uma boa e barata adição para dar profundidade ao setor com a contratação do veterano Brandon Fusco. Entretanto um jogador como Hernandez seria uma opção mais jovem e, principalmente, mais talentosa para a posição de RG. O jogador é extremamente dominante bloqueando para o jogo corrido e possui boa técnica e força para sustentar bloqueios para proteger o quarterback.

27 – logo saintsNew Orleans Saints – TE Hayden Hurst (South Carolina)

Após não conseguir “repatriar” Jimmy Graham na Free Agency, é de se esperar que o Saints reforce seu limitado grupo de Tight Ends via Draft. Hurst é o melhor TE do Draft em minha opinião. Possui bom porte físico e altura, é atlético e veloz. O jogador seria capaz de contribuir imediatamente tanto no jogo aéreo como bloqueando para o jogo corrido.

28 – logo steelersPittsburgh Steelers – QB Mason Rudolph (Oklahoma State)

O extenso esforço na avaliação de quarterbacks por parte do Steelers não é por acaso. Com Ben Roethlisberger ameaçando se aposentar todo fim de temporada, a franquia pode decidir que é hora de se aproveitar da ótima classe e selecionar um eventual sucessor para a posição de quarterback. Rudolph é um jogador que tem tido seu nome ligado ao Steelers por um bom tempo. O ex-QB do Cowboys possui um bom conjunto de habilidades que o tornam um potencial franchise quarterback no futuro.

29 – logo jaguarsJacksonville Jaguars – OG/OC Billy Price (Ohio State)

De certa forma “comprometidos” com Blake Bortles e sem muitas necessidades no elenco, a escolha de um jogador como Billy Price faria sentido para o Jaguars nesse cenário. O ex-Buckeyes é um jogador bastante técnico, experiente e versátil, tendo atuado nas três posições no interior da linha.  Substituindo AJ Cann (que está em último ano de contrato), Price formaria um excelente trio ao lado de Brandon Linder e o recém contratado Andrew Norwell.

30 – logo vikings Minnesota Vikings – OC/OG James Daniels (Iowa)

Sem muitas necessidades pelo elenco, reforçar as trincheiras ofensivas é uma das poucas prioridade para o Vikings nesse Draft. Daniels é um jogador muito experiente e ágil, além de também possuir mãos pesadas, boa técnica e ser um excelente atleta.

31 – Resultado de imagem para new england patriots logo pngNew England Patriots – CB Jaire Alexander (Louisville)

Com a segunda escolha da primeira rodada, o Patriots adiciona mais um playmaker defensivo com potencial de causar impacto imediato. Alexander sofreu com lesões no ano passado, mas quando esteve em campo fez sua presença ser notada. Apesar de ser possuir uma altura ligeiramente menor que a ideal, Alexander é um atlético e inteligente cornerback, capaz de antecipar as rotas dos recebedores e causar turnovers.

32 – logo eaglesPhiladelphia Eagles – RB Derrius Guice (LSU)

Também sem muitas necessidades no elenco, o Eagles tem a possibilidade de utilizar sua primeira escolha no Draft no melhor jogador disponível nesse cenário e esse cara é Derrius Guice. O ex-Tigers é um running back extremamente físico, explosivo, veloz e capaz de conquistar longos ganhos a qualquer momento. Guice tem mais potencial que qualquer RB no atual elenco do Eagles, sem falar que poderia ser uma opção mais barata do que Jay Ajayi, o qual está no último ano de contrato.

 


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Leave A Reply