Hue Jackson, onde está o seu quarterback da franquia?

29 de maio de 2017
Tags: browns, fernando mossmann, Notícias do Dia,

O Cleveland Browns sofre da falta de um verdadeiro quarterback há anos, décadas. Provavelmente o último bom QB que passou pela franquia foi Tim Couch, selecionado na primeira escolha geral do Draft de 1999. Contudo, ainda assim, foi uma decepção. Ele chegou à equipe representando seu futuro, um jogador para as próximas décadas, e que se tivesse dado certo, talvez ainda estivesse na liga, em seus últimos anos como profissional. Porém, não foi o que aconteceu. Uma série de lesões acabou tirando um possível futuro do atleta, que, antes de se aposentar após a temporada de 2003, em que disputou apenas 10 partidas, ainda conseguiu levar o Browns a sua última aparição em playoffs, em 2002. Desde então, apenas sofrimento, e fãs desapontados com ilusões, e quase nenhuma luz no fim do túnel. Contudo, agora, exatamente agora, o Browns pode estar passando por um grande recomeço.

Como já disse no meu primeiro texto sobre a equipe, Myles Garrett, primeira escolha do time neste último Draft, é um líder nato, muito inteligente e dedicado, e pode ser ele a peça que faltava para as engrenagens girarem e mudarem a perspectiva desta franquia. Ainda assim, um bom quarterback é indispensável atualmente na NFL. A equipe pode ter um ótimo setor defensivo, com nomes de peso, grandes recebedores, e um bom running back, contudo se não houver um QB para ser o maestro e reger o sistema ofensivo, muito dificilmente o time vai chegar a algum lugar. E como está a situação do Browns quanto ao seu QB do futuro? Indefinida, como de praxe.

Na última temporada, o time teve 5 QBs diferente comandando o ataque, muito devido a inconsistência de alguns e lesões de outros: Josh McCown, Cody Kessler, RGIII, Kevin Hogan e Charlie Whitehurst. Destes, apenas Kessler e Hogan continuam para a temporada 2017, contando com a adição de Brock Osweiler e do novato DeShone Kizer. Mas, pode algum destes ser o quarterback de franquia do Browns? Na minha opinião, não. Kevin Hogan é apenas um backup, e olhe lá. Brock Osweiler mostrou talento quando no Broncos, com uma excelente equipe, porém no Texans não compensou o investimento e foi uma grande decepção. Se em Houston o elenco já não era dos melhores, o que encontrará no Browns é ainda inferior. Será que conseguirá desenvolver algo? Também acho que não. Cody Kessler é o homem de confiança de Hue Jackson no momento. Apesar de não ser um grande jogador, ele consegue fazer o básico, e não deve comprometer como outros poderiam. Por isso, provavelmente será o titular da equipe no primeiro jogo da temporada.

Já o último, e mais novo integrante da franquia, DeShone Kizer, ainda é uma incógnita. Foi um bom jogador no seu período atuando pela Universidade de Notre Dame e era um dos melhores atletas da sua posição nesse Draft, mas ainda assim, não há como apostar que ele pode simbolizar o futuro do time, sobretudo com Hue Jackson no comando e uma classe de QBs incrível como a que está por chegar daqui a um ano no próximo Draft. Quando perguntado sobre Kizer, Hue Jackson declarou que o novato ainda precisa aprender muito para ser titular em uma liga profissional, e que a forma como jogou na NCAA não ajudou ele a se desenvolver como podia, tendo jogado praticamente 90% dos snaps na formação shotgun, quase não experiência com jogadas under center, muito importante para um QB profissional. Logo, Kizer deve jogar alguns snaps durante a temporada regular, dependendo da sua evolução e de como a equipe estará, até mesmo alguns jogos completos. O importante é que ele deve ter sua chance, principalmente porque não há motivos para não dar ao garoto uma oportunidade. No entanto, essa pode ser a última chance para estes quatro QBs, ao menos no Browns.

Apesar da reconstrução em andamento, a equipe dificilmente se sairá bem na temporada, e deverá estar novamente entre pelo menos os 10 primeiros a escolher no próximo Draft, o que significa que a franquia poderá tentar apostar em um novo Quarterback, o que seria ótimo, visto que a próxima classe de jogadores vindos da faculdade nesta posição será ótima, com muitos deles jogando em um sistema ofensivo parecido com o profissional, justamente o que Hue Jackson procura, e muito mais confiáveis do que qualquer jogador do elenco atual, como Sam Darnold (apontado como a escolha #1 desde já), Josh Rosen, Josh Allen e Mason Rudolph. Então, Hue Jackson, onde está o seu Franchise Quarterback? Em um futuro próximo, eu diria.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Postagens Relacionadas









Fernando Mossmann é o setorista da AFC NORTE. Analisa Steelers, Ravens, Bengals e Browns às segundas aqui no site. No projeto setoristas, falamos dos 32 times a cada duas semanas! Siga-o no Twitter para acompanhar mais da cobertura dessa divisão e debater sobre as matérias: @Fernando_insL32