Fim da novela: DeShone Kizer será o QB titular do Browns

28 de agosto de 2017
Tags: browns, fernando mossmann, Notícias do Dia,

O Cleveland Browns foi uma das equipes com a offseason mais conturbada da NFL, mas não em relação a problemas físicos de jogadores, nem nada parecido. Ao contrário de muitas outras equipes, o problema do Browns estava na quantidade de opções para a posição de quarterback. É claro que quantidade não significa qualidade, entretanto, quanto mais opções para o treinador, melhor, e Hue Jackson estava cheio delas.

LEIA MAIS: DeShone Kizer impressiona e pode disputar a titularidade com Cody Kessler

Cody Kessler, no começo da offseason, era a aposta mais confiável para a titularidade da posição. Em um 2016 complicadíssimo para o Browns quanto a seus QBs, Kessler foi quem mais se destacou, tendo o mais alto índice de passes completos, mais jardas lançadas, e sendo o que melhor conseguiu guiar o sistema ofensivo da equipe. Entretanto, ao longo destes últimos meses, bastante coisa mudou no elenco do time de Cleveland. Teve a Free Agency onde a equipe perdeu jogadores mas também ganhou alguns reforços, é o Draft, principal fonte de talento para a liga. Desses dois “eventos”, surgiram outros dois nomes para a briga pela posição: Brock Osweiler, ex-jogador do Broncos e do Texans, e DeShone Kizer, novato vindo da Universidade de Notre Dame.

A princípio, nenhum dos dois ameaçava o lugar de Cody Kessler, que, no momento, era tido pelo HC Hue Jackson como seu titular. Contudo, o tempo passa e as coisas mudam. Kessler foi quem mais retrocedeu nesta inter-temporada, e acabou sendo logo ultrapassado por Brock Osweiler. O Training Camp chegou, é o que vimos foi Osweiler se destacando, mas, sobretudo, DeShone Kizer brilhando muito. A vaga antes praticamente garantida de Kessler, estava mudando de rumo e caindo entre Osweiler e Kizer, um dos dois agarraria a oportunidade, e isso, é claro, tinha que ser decidido dentro de campo, como foi.

LEIA MAIS: E se o Browns trouxesse Jimmy Garoppolo para ser o QB titular?

Nos três primeiros jogos da pré temporada, Hue Jackson e sua equipe de coordenadores puderam avaliar melhor o desempenho dos dois jogadores, e, sem sombra de dúvidas, um deles estava um passo a frente do outro, mesmo sendo menos experiente. Kizer foi quem mais brilhou na posição em todas as partidas de pré-temporada até aqui, e fez por merecer o voto de confiança da comissão técnica. O garoto mostrou ter uma boa noção do ritmo de jogo profissional, paciência para achar o melhor recebedor disponível, ótimo posicionamento no pocket, além de trazer a opção de correr com a bola para escapar do pocket e ganhar algumas jardas quando necessário.

O jovem QB disputou a NCAA representando o Fighting Irish, nome da equipe de futebol americano da Universidade de Notre Dame, e, por problemas com a comissão técnica do time, se colocou como elegível no Draft antes do habitual, o que lhe torna o QB mais novo da liga no momento. Apesar da pouca idade, Kizer é considerado maduro, tem buscado aprender bastante nesse período curto de adaptação, e pode ser uma luz no fim do túnel para a incessante busca da franquia de Cleveland por um quarterback para o futuro da equipe.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Postagens Relacionadas









Fernando Mossmann é o setorista da AFC NORTE. Analisa Steelers, Ravens, Bengals e Browns às segundas aqui no site. No projeto setoristas, falamos dos 32 times a cada duas semanas! Siga-o no Twitter para acompanhar mais da cobertura dessa divisão e debater sobre as matérias: @Fernando_insL32