quinta-feira, 1 de Março de 2018

Compartilhe

Chegamos a março e temos o primeiro mês sem nenhuma partida da NFL neste início da longa e dolorosa offseason. O período sem jogos é o momento propício para destacarmos algumas estatísticas individuais e curiosidades da última temporada. Hoje falaremos da parte ofensiva separando em três categorias: Quarterbacks, Recebedores e Running Backs.

LEIA MAIS: Dak Prescott: um QB bom com um ano ruim ou o contrário?

Quarterbacks

Começamos pelo ataque aéreo e, neste caso, sem grandes surpresas com velhos conhecidos liderando boa parte das estatísticas. Em relação as jardas totais de passe, Tom Brady, aos 40 anos, liderou o NFL com 4577. Na sequência, tivemos Philip Rivers (LAC) com 4515 e Matt Stafford (DET) com 4446. Um fato interessante é que Brady também foi o QB que mais tentou passes na temporada com 581; seguido por Rivers (575) e Eli Manning (571). Em relação aos passes para TD, Russell Wilson (SEA) foi o líder no quesito com 34 deles. No entanto, algo curioso neste quesito é a performance de Carson Wentz (PHI). O QB do Eagles teve 33 passes para TD, porém em apenas 13 jogos; números que demonstram como a temporada de Wentz era sensacional até a lesão.

Ainda analisando as estatísticas de passe, um número bem importante é o percentual de passes corretos. Neste quesito, Drew Brees (NO) é imbatível com seus inacreditáveis 72% de aproveitamento. A título de comparação, Brady que liderou em jardas aéreas, e Wentz que foi elogiado acima, tiveram 66,3 e 60,2 em porcentagem de aproveitamento respectivamente. Provavelmente a maior curiosidade nestas estatísticas é que Alex Smith (KC) é um dos três QBs (com mais de 2000 jardas aéreas) com a maior média de jardas por passe. Anteriormente conhecido como o rei do passe curto, Smith teve média de 8 jardas por passe, ficando atrás apenas de Brees (8,1) e empatado com Jared Goff (8.0). O novo QB do Redskins também foi o QB com menos interceptações (5) – levando em consideração os jogadores com o mínimo de 3000 jardas – além de ter atingido o melhor rating médio com 104,7; ficando a frente de Brees (103,9) e Brady (102,8).

Olhando pelo lado negativo, o QB mais interceptado da temporada foi DeShone Kizer (CLE) que teve 22 vezes seu passe capturado pelos defensores. Kizer, que visivelmente não estava pronto para jogar, ainda teve o pior aproveitamento (53,6%) entre os QBs com pelo menos 2000 jardas de passe. O Top 3 dos menos precisos tem ainda o QB temporário do Colts, Jacoby Brissett (58,8%), e o limitado jogador do Broncos, Trevor Sieman (59%).

LEIA MAIS: Qual o valor de Nick Foles hoje?

Recebedores

Após destacarmos os jogadores que lançam a bola, é o momento de dar atenção aos atletas que recebem esses passes. E neste “trabalho” ninguém foi mais assíduo do que Jarvis Landry (MIA) que teve 112 recepções na temporada. No entanto, o WR do Dolphins teve “apenas” 987 jardas, o que é pouco em relação a sua quantidade de recepções. Além de Landry, Larry Fitzgerald do Cardinals (109), e Michael Thomas do Saints (104) são os 3 jogadores com mais recepções em 2017. Considerando o número total de jardas recebidas, Antonio Brown (PIT) foi mais uma vez o líder com 1533. Na sequência, temos Julio Jones (ATL) com 1444 e Keenan Allen (LAC) com 1393.

Olhando para a média de jardas por recepção, considerando jogadores com pelo menos 50 recepções, ninguém foi melhor do que Marvin Jones (DET) com 18,8. No topo dos reis das chamadas Big Plays, temos ainda Marquise Goodwin (SF) com 17,2, e T.Y Hilton (IND) com 16,9 de média por cada passe recebido. Uma curiosidade é que Jarvis Landry, líder em recepções na temporada, tem 8,8 jardas de média. Este número o coloca como o pior WR entre os atletas com no mínimo 50 recepções. Todos os outros atletas que atendem estes quesitos, e tem média inferior a Landry, são RBs ou TEs.

Falando destas outras posições, os três RBs com mais jardas recebidas foram Alvin Kamara (NO) com 826, seguido por Todd Gurley (LA) com 788 e Duke Johnson (CLE) com 693. Considerando o número de recepções, Le’Veon Bell (PIT) com 85, Kamara com 81, e Christian McCaffrey (CAR) com 80; foram os mais requisitados no jogo aéreo. Entre os TEs, Rob Gronkowski (NE), Travis Kelce (KC) e Zach Ertz (PHI) foram os jogadores da posição com o maior número de jardas recebidas com 1084, 1038 e 824 respectivamente. Em relação aos TDs recebidos, ninguém foi mais efetivo na end zone do que o WR DeAndre Hopkins (HOU) com 13 recepções para TD. Jimmy Graham (SEA) e Davante Adams (GB) com 10 TDs cada, completam o nosso pódio.

Running Backs

Se no jogo aéreo tivemos velhos conhecidos e veteranos se destacando, pelo solo os calouros e outros jovens vêm dominando a maioria das estatísticas. O novato Kareem Hunt (KC) liderou a NFL em jardas corridas com 1327. O top 3 da categoria é formado por Todd Gurley (1305) e Le’Veon Bell (1291). Na média de jardas por tentativa temos como líder outro calouro, Alvin Kamara. O RB do Saints teve a incrível marca de 6,1 jardas por tentativa. Aqui vale destacar que o líder neste quesito na HISTÓRIA da NFL entre os RBs é Jamaal Charles que tem 5,4 de média. Além de Kamara, e considerando os RBs que tiveram pelo menos 100 tentativas de corrida, temos ainda Mark Ingram também do Saints, e Kareem Hunt – ambos com 4,9 jardas por corrida – como os melhores da temporada.

O RB com mais tentativas de corrida na temporada foi Le’Veon Bell (PIT) com impressionantes 321. Esta marca deixa uma distância considerável do segundo colocado que foi o RB do Bills, LeSean McCoy, com 287, seguido por Melvin Gordon (LAC) com 284. É interessante notar como Le’Veon Bell foi extremamente exigido em mais uma temporada. Além do altíssimo número de corridas, o RB ainda teve 85 recepções e 655 jardas contribuindo bastante também no jogo aéreo.

Em relação aos TDs, os RBs que mais adentraram a end zone foram Gurley (13), Ingram (12) e na sequência temos três RBs, todos com 9 TDs terrestres: Bell, Jordan Howard (CHI) e Leonard Fournette (JAC). Se houvesse um prêmio na NFL para o jogador que mais anotou TDs, o “artilheiro” da última temporada teria sido Todd Gurley que, além dos TDs terrestres, conseguiu mais seis através de recepções e fechou a temporada com a impressionante marca de 19 TDs em 15 jogos.

Para fechar, mais algumas estatísticas interessantes da temporada 2017:

  • O WR com menos recepções a passar a marca de 1000 jardas foi Marvin Jones (DET) que obteve 1101 jardas com 61 passes recebidos. São 51 recepções a menos que Jarvis Landry que teve 987 jardas.
  • Antonio Brown teve 109,5 jardas recebidas de média por jogo. São 17,6 jardas a mais do que o segundo colocado, DeAndre Hopkins (91,9).
  • Todd Gurley, com seus 19 TDs, conseguiu 114 pontos para o Rams, porém o jogador que mais fez pontos para sua equipe é o Kicker Greg Zuerlein com 158 pontos anotados. Ambos foram aos líderes em suas posições na temporada.
  • Excluindo os RBs, o jogador com o maior número de jardas terrestres é o QB Cam Newton (CAR) com 754. Ele ficou a frente de nomes como Alvin Kamara, DeMarco Murray (TEN) e Jonathan Stewart (CAR).
  • A maior média de jardas terrestres por jogo é do RB Zeke Elliott (DAL) com 98,3. O segundo colocado, considerando jogadores com pelo menos 200 tentativas, é Todd Gurley com 87.0.
  • Elliott teve ainda 242 tentativas de corrida em apenas 10 jogos, com esta média, caso disputasse os 16 jogos, o RB poderia chegar a impressionante marca de 387 tentativas de corrida.
  • Os três QBs que mais sofreram sacks na temporada foram: Jacoby Brissett (52) Matt Stafford (47) e Tyrod Taylor (46).
  • Apenas nove RBs ultrapassaram a marca de 1000 jardas terrestres em 2017. Na temporada anterior, doze corredores conseguiram este feito.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

 

Compartilhe