Cinco Opções para o Draft 2017 (NFC e AFC Sul)

27 de abril de 2017
Tags: AFC sul, andre oliveira, cinco opcoes, NFC sul, NFL Draft, offseason,

Em pleno Draft Day, chegamos à última parte da série Cinco Opções para o Draft. Após passarmos pelas divisões Norte, Leste e Oeste, é a vez de oferecermos cinco opções de jogadores na primeira rodada para as franquias da NFC e AFC Sul. Como sempre, sinta-se livre para discutir sobre as escolhas na seção de comentários do site, pelo Facebook ou Twitter.

AFC Sul

Jacksonville Jaguarslogo jaguars

4ª Escolha Geral

RB Leonard Fournette (LSU)

Tom Coughlin já está deixando sua marca na mudança de filosofias da franquia e uma das linhas de pensamento do veterano é o valor de um jogo corrido competente. Com nenhum jogador de linha ofensiva bom o suficiente para ser escolhido tão cedo, o Jaguars pode ir atrás do melhor RB. A posição está bastante recheada nessa classe, mas existe apenas um Leonard Fournette. O ex-Tigers possui um estilo de corrida muito físico, além de um excelente porte para a posição, velocidade e muita força.

TE OJ Howard (Alabama)

Ter o melhor Tight End da classe no seu ataque ajudaria o Jaguars não só no jogo aéreo como também no corrido. Além de oferecer a Bortles um alvo de segurança, Howard também é um ótimo bloqueador para o jogo corrido.

DL Jonathan Allen (Alabama)

Além de ser muito forte, Allen é um dos jogadores mais bem desenvolvidos tecnicamente da classe graças a sua rara coordenação de movimentos de mãos, pés e quadril. Uma linha defensiva formada pelo ex-Crimson Tide, Malik Jackson, Dante Fowler e Calais Campbell poderia causar muito barulho na NFL.

SS Jamal Adams (LSU)

O Jaguars contratou recentemente Barry Church, mas com uma escolha tão alta a franquia tem oportunidade de selecionar um jogador especial para a posição. Um prospecto de elite, Adams traria não só agressividade como também um muito importante espírito de liderança para a defesa do Jaguars.

QB Mitchell Trubisky (North Carolina)

Esse cenário seria uma gigantesca surpresa, mas se tratando de Draft, tudo é possível. Caso a franquia decida que já viu o suficiente de Blake Bortles nesses três anos de carreira, poderia selecionar o QB #1 da classe para ser o seu substituto.


Tennessee Titanslogo titans

5ª Escolha Geral

S Jamal Adams (LSU)

Mesmo com investimento na secundária, passar um talento de Strong Safety como Jamal Adams seria absurdo para o Titans que sofreu com a marcação de TE na ultima temporada. Adams é um playmaker de elite e será uma escolha pontual para o Titans poder brigar pela AFC Sul.

CB Marshon Lattimore (Ohio State)

A contratação de Logan Ryan foi excelente para o Titans. Apesar de nunca ter sido um shutdown CB, o ex-NE é um jogador bastante sólido e ainda não atingiu seu auge físico. Contudo, o grupo de Cornerbacks do Titans ainda pode se beneficiar de mais um reforço com enorme potencial. Com talento de Pro Bowl CB, Lattimore é o melhor jogador da posição dessa classe. O show do ex-Buckeyes em Indianapolis combinado com sua igualmente impressionante tape o tornam um bom valor aqui.

TE OJ Howard (Alabama)

Delanie Walker é um jogador muito bom, mas, prestes a completar 33 anos, já está chegando na reta final da carreira. Howard poderia contribuir desde a primeira semana no ataque de Tennessee e eventualmente se tornar o alvo de segurança para Marcus Mariota.

DE Jonathan Allen (Alabama)

Alinhar Allen na mesma linha que Jurrell Casey seria um sonho para qualquer coordenador defensivo. Na defesa 3-4 do Titans, o jogador seria um encaixe natural graças ao seu porte físico, técnica e atleticismo.

WR Mike Williams (Clemson)

Apesar de ser um pouco cedo, o Titans também pode finalmente selecionar um possível WR #1 para receber passes de Marcus Mariota. Williams é o melhor da classe em minha opinião. Possui ótimo porte físico, é veloz e físico para ganhar dos defensive backs em disputas de bola.

18ª Escolha Geral

WR Corey Davis (Western Michigan) e WR John Ross (Washington)

Na segunda escolha da franquia, também há chances dos outros dois melhores WRs da classe estarem disponível. Corey Davis tem tudo que uma franquia da NFL procura em um recebedor confiável. Além de ser alto, rápido e possuir boas mãos, o ex-Broncos é muito agressivo em disputas de bolas e bastante eficiente nas execuções das rotas. Apesar de menor, John Ross é uma opção mais rápida e explosiva do que o companheiro de posição.

DE Taco Charlton (Michigan)

Charlton seria a opção para reforçar linha defensiva com a 18ª escolha. O ex-Wolverines é bastante versátil e possui todos os requisitos do ponto de vista físico para ter sucesso jogando como DE na NFL.

S Jabrill Peppers (Michigan)

Nas mãos certas, a versatilidade de Peppers seria um “prato cheio”. Extremamente talentoso, a capacidade do jogador em atuar como safety e nickel cornerback seria de extrema importância para a defesa do Titans, oferecendo à franquia um jogador capaz de cobrir, perseguir o jogo corrido e até mesmo ser utilizado em blitzes.

CB Gareon Conley (Ohio State)

Com as recentes acusações de estupro (que tudo indica que são falsas), muitos times podem ficar receosos de escolher Conley e o #2 CB da classe pode estar disponível para o Titans nessa escolha. O ex-Buckeyes é um dos defensive backs mais limpos da classe. Possui medidas decentes, históricos de lesões e problemas extracampo limpos, é atlético e igualmente impressionante na tape.


Indianapolis Coltslogo colts

15ª Escolha Geral

LB Reuben Foster (Alabama)

O impacto que Reuben Foster causaria na defesa do Colts seria tão grande quanto sua lista de problemas fora dos campos. Vindo de um front office que nunca teve medo de selecionar jogadores “problemáticos”, Chris Ballard pode muito bem selecionar o ótimo jogador para reforçar o meio da defesa do Colts.

EDGEs Derek Barnett (Tennessee) e Charles Harris (Missouri)

Jabaal Sheard e John Simon não vão solucionar os problemas de pass rush do Colts e a franquia pode muito bem ir atrás de um jovem e talentoso jogador para a posição com essa escolha. Felizmente para Indianapolis, a classe de EDGE rushers está bastante recheada, sendo Barnett e Harris dois dos melhores jogadores da posição.

CB Gareon Conley (Ohio State)

Com exceção do bom  Vontae Davis, o grupo de cornerbacks do Colts é bastante limitado. Podendo contribuir desde a semana  1, Conley formaria uma dupla bastante interessante com o Pro Bowler CB.

RB Christian McCaffrey (Stanford)

Apesar de acreditar que o Colts utilizará essa escolha em um jogador de defesa, caso ainda esteja disponível, McCaffrey tem que ser considerado. O ex-Cardinal é a definição de playmaker. Além de ser ótimo correndo com a bola, é um fantástico recebedor, característica que ajudaria bastante Andrew Luck.


Houston Texanslogo texans

25ª Escolha Geral

QBs DeShone Kizer (Notre Dame), Pat Mahomes (Texas Tech) e Deshaun Watson (Clemson)

Acho difícil Mitchell Trubisky ainda estar disponível nessa escolha, mas o mesmo não pode ser dito dos outros melhores prospectos da posição. Prever onde Kizer, Mahomes e Watson  irão ser selecionados é bastante difícil e caso algum deles esteja disponível aqui, será difícil o Texans não selecioná-lo.

OG Forrest Lamp (Western Kentucky) e OT Garett Bolles (Utah)

Caso opte por reforçar a linha ofensiva, Lamp e Bolles seriam boas opções. Provavelmente jogando de OG na NFL, o jogador de Western Kentucky é um dos prospectos mais “limpos” da classe. É bastante técnico, ágil, atlético e possui uma versatilidade bastante apreciada pelas franquias da NFL hoje em dia. Bolles daria um ao Texans uma opção para substituir Derek Newton, que teve duas lesões seríssimas na última temporada. Apesar de ser bastante “cru”, Bolles é o OT mais atlético da classe e possui um enorme potencial.


NFC Sul

Carolina Pantherslogo panthers

8ª Escolha Geral

RBs Leonard Fournette (LSU) e Christian McCaffrey (Stanford)

O enorme interesse do Panthers nos dois melhores running backs da classe é justificável. Tanto Fournette como McCaffrey são dois fantásticos jogadores, capazes de mudarem o rumo de uma partida cada um a sua maneira. Enquanto o ex-Tigers é um tipo mais físico de corredor, o ex-Cardinal é mais versátil, podendo ajudar no jogo corrido e receber passes de Cam Newton.

TE OJ Howard (Alabama)

Carolina tem mais necessidades em outras posições, mas a franquia tem a possibilidade de selecionar um jogador especial com uma escolha no Top 10 e que traga impacto imediato. Greg Olsen ainda é um excelente TE, mas já possui 32 anos e certamente não é mais nenhum garoto. Além disso, a formação com dois TEs é bastante utilizada pelo Panthers e os 480 snaps que Ed Dickerson  jogou na última temporada certamente seriam melhor aproveitados por alguém com o talento de Howard, o qual além de ser um ótimo recebedor também bloqueia muito bem para o jogo corrido.

FS Malik Hooker (Ohio State)

Apesar de ainda ser um jogador sólido, o recém contratado Mike Adams já possui 36 anos. Hooker não só adicionaria mais vigor como talento na posição. O jogador possui uma raríssima combinação de instintos para posição e um enorme alcance de cobertura.

DE Derek Barnett (Tennessee)

O futuro HoF Julius Peppers e Charles Johnson já foram bons jogadores, mas ambos já passaram de seu auge. Com isso em mente, o Panthers também poderia optar por rejuvenescer o grupo de defensive ends com a escolha de Derek Barnett. O jogador foi um dos mais produtivos do College Football nas últimas temporadas, sendo eficiente no jogo corrido e pressionando os quarterbacks. Barnett tem o melhor uso de mãos de toda a classe, o que o torna capaz de punir os OLs com seus pesados punhos e se desvencilhar dos bloqueios.


New Orleans Saintslogo saints

11ª Escolha Geral

LB Reuben Foster (Alabama)

Se não fosse a lista de problemas fora do campo, Foster provavelmente sairia no Top 5 desse draft. Um agressivo e rápido linebacker, capaz de exercer várias funções no meio da defesa. O ex-Crimson Tide ofereceria uma ajuda muito bem vinda a defesa do Saints.

DEs Derek Barnett (Tennessee) e Taco Charlton (Michigan)

Com exceção do ótimo Cameron Jordan, o Saints não conseguiu muita produtividade de seus edge rushers na última temporada. Tanto Barnett como Charlton seriam adições de qualidade para o front seven do Saints.

CBs Gareon Conley (Ohio State) e Marlon Humphrey (Alabama)

A secundária de New Orleans foi outra grande dor de cabeça para a equipe na última temporada. Reconhecendo isso, a franquia se esforçou para trazer Malcolm Butler em uma troca com o Patriots, mas há poucas chances da mesma se concretizar. Felizmente para New Orleans, a próxima classe é recheada de talentos para a posição, havendo opções como Conley e Humphrey logo para a primeira escolha do time no Draft.

32ª Escolha Geral

CBs Tre’Davious White (LSU), Kevin King (Washington) e Cordrea Tankersley (Clemson)

Para a segunda escolha da franquia na primeira rodada, também há boas opções para a posição de cornerback. White não é um dos cornerbacks mais altos da classe, mas sem dúvidas é um dos melhores na cobertura. Ao contrário do companheiro de posição, King e Tankersley possuem ótimas medidas, mas não são tão “limpos” tecnicamente.

DE Jordan Willis (Kansas State)

Willis seria a opção para a posição de DE com a 32ª escolha. Tendo sido muito produtivo pelo Wildcats, o jogador possui um ótimo porte físico, é incansável, forte e técnico no uso das mãos.

TE David Njoku (Miami)

Se o Saints se cansar da inconsistência de Coby Fleener, pode selecionar David Njoku caso ele esteja disponível. Apesar de não ser o melhor jogador da classe na posição, é o com maior potencial. O ex-Canes possui um excelente porte físico para a posição além de um absurdo atleticismo e explosão para alguém do seu tamanho.


Tampa Bay Buccaneerslogo buccaneers

19ª Escolha Geral

S/LB Jabrill Peppers (Michigan)

Considerando o nível dos safeties no elenco do Bucs, Jabrill Peppers chegaria para causar impacto imediato na defesa de Tampa Bay. A versatilidade do jogador poderia ser muito bem explorada nas mãos do coordenador defensivo Mike Smith.

DE Taco Charlton (Michigan) e Charles Harris (Missouri)

O Bucs também pode utilizar a sua primeira escolha no Draft em uma opção mais jovem que Robert Ayers e mais talentosa que William Gholston.

LB Haason Reddick (Temple)

Mais um bom linebacker da classe, Reddick foi o jogador que mais se beneficiou nesse período pré-draft. Apesar de ter atuado principalmente como um OLB pass rusher no College, o jogador também possui a habilidade de ficar na cobertura graças ao seu raríssimo atleticismo e experiência como DB, posição a qual ele foi recrutado saindo do High School.


Atlanta Falconslogo falcons

31ª Escolha Geral

OG Forrest Lamp (Western Kentucky) e Dan Feeney (Indiana)

A posição de OG é uma das poucas necessidades do elenco do Falcons. Com a aposentadoria do Chris Chester, a franquia pode selecionar o substituto do veterano logo com a 31ª escolha geral.

DEs Jordan Willis (Kansas State) e Malik McDowell (Michigan State)

Willis e McDowell são duas opções diferentes para reforçar a linha defensiva da equipe. O ex-Wildcats é um DE mais clássico, com bom porte físico e alto índice de esforço, enquanto McDowell é absurdamente talentoso e consegue também atuar no interior da linha defensiva. O ex-Spartans pode estar disponível nessa altura por conta dos questionamentos das franquias com relação a sua personalidade.

FS Budda Baker (Washington)

Ricardo Allen é um jogador razoável, mas o Falcons pode optar por selecionar um jogador com maior alcance e explosão para jogar ao lado da escolha de primeira rodada do ano passado, Keanu Neal. Mesmo sendo ligeiramente franzino para a posição, Baker é extremamente agressivo e rápido, além de ter uma personalidade extremamente elogiada por técnicos e olheiros.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Postagens Relacionadas









André Oliveira acompanha NFL desde 2007 e NCAA Football desde 2012. É fã da estratégia e rivalidade envolvida no esporte. Responsável pela cobertura do College Football na coluna Mundo College, todo sábado. No twitter: @AndreO_NFL