quinta-feira, 30 de julho de 2015

Compartilhe

BUF

Duas coisas se destacaram no training camp do Buffalo Bills, uma de forma negativa e outra de forma positiva: o jogo aéreo e o pass rush, respectivamente.

No primeiro, Tyrod Taylor acumulou algumas exibições bem ruins e colocou mais dúvidas sobre seu futuro. Os jogos de pré-temporada serão muito importantes para que ele consiga mostrar mais que está pronto para 2017. Sammy Watkins vinha bem, até ser trocado para o Los Angeles Rams de forma inexplicável. E o calouro Zay Jones, para muitos a maior esperança para que essa unidade funcione, dropou passes e ainda não conseguiu se destacar completamente.

O pass rush, porém, foi sempre muito eficiente e deve ser uma grande arma do Bills na temporada. O undrafted free agent Eddie Yarbrough foi uma máquina, dominando a linha ofensiva e garantindo, sem dúvidas, um lugar no roster – talvez até no time titular. Mas velhos conhecidos como Jerry Hughes também tiveram sua parte de sucesso.

Há preocupações com a saúde do left tackle Cordy Glenn, que parece já estar no sacrifício antes mesmo da temporada começar. O time certamente precisará que ele consiga se manter saudável.

 

Compartilhe

Comments are closed.