segunda-feira, 16 de Abril de 2018

Compartilhe

Faltam menos de duas semanas para o Draft, principal evento do período de intertemporada da NFL. Entre os dias 26 e 28 de abril as 32 franquias irão selecionar as possíveis novas estrelas da liga que poderão não só impactar na próxima temporada, mas também no futuro do time. Analisamos hoje quais as posições que cada um dos times da AFC deverá atacar no Draft. Amanhã será a vez da NFC.

AFC NORTE

Pittsburgh Steelers

Necessidades: Safety, Linebacker, Quarterback, Running back.

Escolhas: 

1ª Rodada Nº 28
2ª Rodada Nº 60
3ª Rodada Nº 92
5ª Rodada Nº 148 (via SF)
5ª Rodada Nº 165
7ª Rodada Nº 220 (via NYG)
7ª Rodada Nº 246

 

O Steelers perdeu Mike Mitchell e Robert Golden na Free Agency e mesmo com a vinda do ex-Packers Morgan Burnett o time precisa buscar um Safaty no draft, para fazer dupla com Burnett e poder utilizar Sean Davis em rotações na defesa. A lesão de Ryan Shazier abriu um buraco no meio da defesa e o time deverá buscar algum reforço para o grupo de linebackers neste draft. A situação do running back Le’veon Bell está parecendo uma novela, e não é possível prever por quanto tempo ele continuará em Pittsburgh. Esta classe está muito profunda na posição, e com certeza o time pode encontrar um ótimo reforço no segundo dia de draft. O futuro da franquia também deve começar a ser pensado, já que não se sabe quando será a última temporada de Ben Roethlisberger. Seria interessante gastar uma escolha para dar tempo a um jovem QB se desenvolver sob a tutela de Big Ben.

Baltimore Ravens

Necessidades: Wide receiver, Center, Righ Tackle, Linebacker, Tight end.

Escolhas:

1ª Rodada Nº 16
2ª Rodada Nº 52
3ª Rodada Nº 83
4ª Rodada Nº 118
5ª Rodada Nº 154
6ª Rodada Nº 190
6ª Rodada Nº 215 (compensatória)
7ª Rodada Nº 238

 

A defesa de Baltimore é jovem e com ótimos talentos. Um dos únicos pontos que pode ser melhorado neste lado da bola seria um bom linebacker para fazer dupla com C.J. Mosley, que poderia vir ainda na primeira rodada. Agora, o outro lado da bola precisa de ajuda. Flacco precisa de alvos, e mesmo com a vinda de  Michael Crabtree e John Brown, eles não são soluções a longo prazo. O time precisa adicionar recebedores ao seu plantel, seja com wide receivers ou tight ends. Com a saída de Ryan Jensen, o time precisa também de um Center para substituí-lo. E vide a falta que Ricky Wagner fez para a linha ofensiva na última temporada, um right tackle também poderia ser adicionado via draft. A pesar de não ser uma grande necessidade, a classe de cornerbacks é boa esse ano, e o time poderia aproveitar a qualidade dos prospectos para adicionar profundidade à posição.

Cincinnati Bengals

Necessidades: Center, Right Guard, Offensive tackle, Tight end, Linebacker.

Escolhas:

1ª Rodada Nº 21
2ª Rodada Nº 46
3ª Rodada Nº 77
3ª Rodada Nº 100 (compensatória)
5ª Rodada Nº 151
5ª Rodada Nº 158
5ª Rodada Nº 170 (compensatória)
7ª Rodada Nº 249
7ª Rodada Nº 252 (compensatória)
7ª Rodada Nº 253 (compensatória)

 

O Bengals possui uma grande quantidade de escolhas neste draft. Sua linha ofensiva precisa de melhorias de forma geral. Mesmo com a vinda de Cordy Glenn do Buffalo Bills, outro offensive tackle deve ser adicionado, o que é um pouco preocupante vide a baixa quantidade de bons talentos na posição neste draft. Com a saída de Russell Bodine para o Bills, o time pode escolher um center e obter uma melhora na posição. Além disso, a posição de right guard é uma grande fraqueza na linha e com certeza algum jogador deve vir do draft para adereçar esse problema. Mesmo de contrato renovado, Tyler Eifert ainda preocupa devido a suas lesões e adicionar alguém na posição pode ser uma boa idéia, vide a incapacidade dos atuais reservas de render em bom nível. O time também pode utilizar algumas escolhas para adicionar profundidade a secundária (tanto em safeties quanto em cornerbacks) e ao corpo de linebackers, ambas estruturas prejudicadas por lesões na última temporada.

Cleveland Browns

Necessidades: Quarterback, Cornerback, Offensive Tackle, Safety, Wide receiver

Escolhas:

1ª Rodada Nº 1
1ª Rodada Nº 4
2ª Rodada Nº 33
2ª Rodada Nº 35 (via HOU)
2ª Rodada Nº 64 (via PHI)
3ª Rodada Nº 65
4ª Rodada Nº 101
4ª Rodada Nº 123 (via CAR)
5ª Rodada Nº 138
5ª Rodada Nº 159 (via KC)
6ª Rodada Nº 175
7ª Rodada Nº 219

 

Mesmo com todo o movimento que o Browns teve em sua free agency, ainda existem muitos pontos a serem melhorados. E o principal deles é a posição de quarterback. Cleveland deve escolher alguém para a posição em sua primeira escolha, e precisa acertar dessa vez. A contratação de Tyrod Taylor veio apenas para servir como ponte para o futuro franchise QB. A assinatura com Chris Hubbard ajudou, mas o time também precisa adicionar um OT no draft, ainda mais com a aposentadoria de Joe Thomas. A franquia contratou Carlos Hyde para melhorar a posição de running back, mas vide a quantidade de escolhas que possui e a profundidade de talentos na classe, o time pode se usar uma escolha para melhorar seu corpo de corredores. A secundária também foi reforçada na free agency, porém o time também deve ir atrás de reforços, tanto em cornerbacks quanto em safities. Além disso, algum recebedor deverá ser adicionado via draft, a pesar da vinda de Jarvis Landry para o time.

 

AFC SUL

Jacksonville Jaguars

Necessidades: Offensive Tackle, Linebacker, Wide receiver e Quarterback

Escolhas:

1ª Rodada Nº 29
2ª Rodada Nº 61
3ª Rodada Nº 93
4ª Rodada Nº 129
6ª Rodada Nº 203
7ª Rodada Nº 230
7ª Rodada Nº 247 (via CIN)

 

A linha ofensiva do Jaguars melhorou com a adição do ex-Panthers Andrew Norwell, mas o time precisa ir atrás de um LT com potencial para começar jogando, vide as dificuldades encontradas por Cam Robinson na última temporada. Com a perda de Allen Robinson, o time precisará de pelo menos um alvo novo para Blake Bortles, mesmo com a vinda dos TE Austin Seferian-Jenkins e Niles Paul. E por falar em Bortles, ele puxa o nível de talento do time para baixo. Seria interessante o Jaguars arriscar uma escolha para tentar desenvolver um franchise QB. A aposentadoria de Paul Posluszny torna necessária a adição de um linebacker ao time.

Tennessee Titans

Necessidades: Edge Rusher, Inside linebacker, Safety,Center/Guard.

Escolhas:

1ª Rodada Nº 25
2ª Rodada Nº 57
3ª Rodada Nº 89
4ª Rodada Nº 125
5ª Rodada Nº 162
6ª Rodada Nº 199

 

Com ambos seus Edge Rushers já com certa idade e indo para seu último ano de contrato, somada a dificuldade do time em causar pressão ao QB adversário sem blitz, o Titans deve utilizar o draft para adicionar um calouro à posição e preferencialmente com uma escolha alta do draft. Avery Williamson era um bom linebacker parando o jogo corrido e mesmo com a chegada Will Compton (que no momento é no máximo um quebra-galho como titular), a posição precisa de carinho. E tendo apenas Kevin Byard e Johnathan Cyprien como safeties titulares, a franquia poderia também gastar uma escolha nessa posição. A linha ofensiva do time é sólida, mas seus jogadores do meio da linha  estão com os contratos próximo do fim, então seria interessante aproveitar a profundidade de Centers e Guards nesta classe e adicionar jogadores destas posições ao elenco.

Indianapolis Colts

Necessidades: Defensive End, Guard, Tackle, Linebacker, Wide receiver.

Escolhas:

1ª Rodada Nº 6 (via NYJ)
2ª Rodada Nº 36
2ª Rodada Nº 37
2ª Rodada Nº 49 (via NYJ)
3ª Rodada Nº 67
4ª Rodada Nº 100
5ª Rodada Nº 131
6ª Rodada Nº 164
7ª Rodada Nº 195

 

Um dos times com menos transferências até o momento, o Colts conseguiu melhorar em muito suas escolhas no draft através da troca com o NY Jets, e conseguirá adereçar dessa forma suas necessidades, que não são poucas. Caso Andrew Luck volte a campo nessa temporada ele precisará de proteção para se manter saudável. Dessa forma, o time precisará adicionar talentos tanto ao interior quanto ao exterior de sua linha ofensiva. Além disso, melhorar o corpo de recebedores ajudará em muito a vida de Luck. Na linha defensiva, o time provavelmente terá a oportunidade de draftar Bradley Chubb com a sexta escolha geral, que sozinho melhorará muito a pressão ao QB adversário. Ainda na defesa, o time tem tido dificuldades em marcar tight ends e running backs recebendo a bola no meio da defesa, e poderá adicionar mais que um linebacker para ajudar na defesa.

Houston Texans

Necessidades: Tackle, Guard, Cornerback, Tight end.

Escolhas:

3ª Rodada Nº 68
3ª Rodada Nº 80 (via SEA)
3ª Rodada Nº 98 (compensatória)
4ª Rodada Nº 103
6ª Rodada Nº 177 (via PHI)
6ª Rodada Nº 211 (compensatória)
6ª Rodada Nº 214 (compensatória)
7ª Rodada Nº 222

 

O Texans se encontra em uma posição delicada, já que não possui escolhas nas duas primeiras rodadas. Proteger Deshaun Watson deve ser a prioridade no draft, e com a saída de Duane Brown para o Seahawks um left tackle deve ser adicionado ao elenco. Além disso, mesmo com a chegada de Zach Fulton, o time pode aproveitar a boa classe de guards e adicionar profundidade ao elenco. Watson também poderia utilizar muito bem novas armas, e um tight end (ou um slot receiver) poderia ser muito bem utilizado. A secundária do time cedeu 30 touchdowns aéreos na última temporada, e mesmo com a chegada de  Aaron Colvin o time precisa de mais cornerbacks na defesa. O time também conta com ótimos DE em Whitney Mercilus e Jadeveon Clowney, mas não faria mal adicionar um jogador na posição  para caso alguém se lesione.

AFC LESTE

Buffalo Bills

Necessidades: Quarterback, Linha Ofensiva, Wide Receiver

Escolhas:

1ª Rodada Nº 12 (via CIN)
1ª Rodada Nº 22 (via KC)
2ª Rodada Nº 53
2ª Rodada Nº 56 (via LAR)
3ª Rodada Nº 65 (via CLE)
3ª Rodada Nº 96 (via PHI)
4ª Rodada Nº 117
5ª Rodada Nº 157 (via JAX)
6ª Rodada Nº 173 (via CIN)

 

O Buffalo Bills possui seis escolhas nas três primeiras rodadas do draft. Isso significa que a franquia pode muito bem restabelecer suas áreas necessitadas. Acredita-se que, mesmo com a contratação do quarterback A.J. McCarron, o Bills possa oferecer suas duas escolhas de primeira rodada (12ª e 22ª) por uma escolha entre o top 5. Tal movimentação seria sensata caso a equipe queira selecionar algum dos melhores quarterbacks elegíveis. Sam Darnold, Josh Rosen, Josh Allen e Baker Mayfield certamente serão escolhidos dentre os 5 primeiros. Portanto, ir atrás de um ótimo prospecto na posição faz sentido. Neste caso, como o Jets já adquiriu a terceira escolha do Colts, restam Giants, Browns e Broncos para tentar alguma troca de posição. Josh Rosen seria a escolha perfeita para o futuro da franquia. Agora, Bills mantendo suas escolhas originais, espera-se que o foco seja linha ofensiva e wide receiver. Orlando Brown, offensive tackle, seria um bom substituto de Cordy Glenn, trocado para o Bengals.

Miami Dolphins

Necessidades: Linha Defensiva, Cornerback, Linebacker, Quarterback, Wide Receiver

Escolhas:

1ª Rodada Nº 11
2ª Rodada Nº 42
3ª Rodada Nº 73
4ª Rodada Nº 119 (via CAR)
4ª Rodada Nº 127 (via NE)
7ª Rodada Nº 201 (via SF)
7ª Rodada Nº 203

 

Ndamukong Suh vai fazer falta e o Dolphins sabe disso. Por essa razão, a escolha inevitável na primeira rodada é um defensive tackle ao melhor “estilo Suh”. Vita Vea pode ser esse nome e fazer Suh cair no esquecimento em Miami. Outro ponto sensato aqui seria escolher o melhor prospecto disponível, como Denzel Ward ou Josh Jackson, os quais podem ser o talento que a secundária necessita, já que na temporada passada o setor foi discreto.

 

New York Jets

Necessidades: Quarterback, Linha Ofensiva, Edge

Escolhas:

1ª Rodada Nº 3 (via IND)
3ª Rodada Nº 72
4ª Rodada Nº 103
5ª Rodada Nº 148 (via DAL)
6ª Rodada Nº 165
7ª Rodada Nº 209 (via SEA)

 

Quanto ao Jets, claramente percebe-se que a franquia necessita urgentemente de um quarterback franchise. O time de New York trocou sua 6ª escolha de primeira rodada e uma 5ª escolha de segunda rodada com o Colts, em troca da terceira escolha. É nítido que o Jets busca um dos top quarterbacks disponíveis. Com Browns selecionando Darnold e Josh Rosen sendo a segunda escolha, o foco voltaria para Josh Allen ou Baker Mayfield. Em termos táticos, Mayfield teria melhor encaixe na West Coas offence do New York Jets. De outro lado, o tamanho e braço potente de Josh Allen impressionam. Ou seja, tudo é uma questão de gosto do General Manager Mike Maccagnan.

 

New England Patriots

Necessidades: Linebacker, Left Tackle, Defensive Tackle, Safety

Escolhas:

1ª Rodada Nº 23 (via LAR)
1ª Rodada Nº 31
2ª Rodada Nº 43 (via SF)
2ª Rodada Nº 63
3ª Rodada Nº 95
5ª Rodada Nº 150 (via KC)
7ª Rodada Nº 193 (via CLE)

 

A lesão de Dont’a Hightower em outubro do ano passado fez a defesa de New England deixar a desejar em alguns quesitos. Com duas escolhas de primeira rodada, o Patriots pode preencher a lacuna da saída do veterano left tackle Nate Solder e ainda adicionar talento ao corpo de linebackers. Existe a possibilidade de que o linebacker Rashaan Evans esteja disponível na 22ª escolha. Portanto, escolhê-lo seria racional e ao mesmo tempo estonteante, tendo em vista que se trata de um jogador muito produtivo. Na 31ª escolha, o Patriots pode selecionar um safety ou um jogador de linha ofensiva. Neste ponto, dependeria mais da melhor avaliação. Ou seja, se houver um OL melhor que o primeiro safety disponível, seria a escolha certa. Mas, acredita-se que haverá jogadores de linha ofensiva com bons atributos nas rodadas seguintes. Assim, o Patriots pode focar no safety Ronnie Harrison para incrementar sua secundária.

AFC OESTE

Denver Broncos

Necessidades: Linha Ofensiva, Running back, Defensive back, Linebacker, Edge, Wide Receiver

Escolhas: 

1ª Rodada Nº 5
2ª Rodada Nº 40
3ª Rodada Nº 71
4ª Rodada Nº 102
4ª Rodada Nº 105 (via SF)
5ª Rodada Nº 133
5ª Rodada Nº 151 (via LAR)
5ª Rodada Nº 154 (via ATL)
6ª Rodada Nº 168

 

O Denver Broncos é a maior incógnita neste draft. Sua defesa até que foi bem na temporada passada, sendo a terceira defesa em números gerais (290 jardas por jogo), a quarta defesa contra passes e a quinta defesa contra o jogo corrido. Apesar disso, a linha defensiva teve apenas 33 sacks, ou seja, abaixo de sua média. Um linebacker para jogar ao lado de Von Miller é uma necessidade, além de um edge como Bradley Chubb. Por outro lado, a secundária não anda tão bem: a equipe trocou Aqib Talib para o Rams e precisa de um starter. Denzel Ward, Derwin James ou Minkah Fitzpatrick seriam ótimas escolhas. A idade também é fator considerável, já que Demaryius Thomas e Emmanuel Sanders não possuem mais o vigor de outrora. Case Keenum foi boa contratação na free agency, mas precisa de alvos para poder mostrar trabalho. Por fim, o setor que mais precisa de reformulação é a linha ofensiva, a qual cedeu 52 sacks e figurou na 29ª posição no quesito bloqueio de passe na última temporada. No draft de 2017, a equipe de Denver selecionou o left tackle Garett Bolles e o novato respondeu à altura. Uma boa adição seria escolher o guard Quenton Nelson. A dúvida a respeito da escolha do Denver Broncos se dá pois nesta edição há quarterbacks de alto nível, sendo então prospectados nas primeiras cinco escolhas. Ou seja, certamente o Broncos receberá a ligação de algum time desesperado por um quarterback e pode conseguir aumentar as escolhas de primeira rodada. Seria a opção mais correta: fazer um trade down e selecionar Quenton Nelson e um defensive back, pois é bem difícil que Bradley Chubb esteja disponível abaixo do top 10. Outro cenário pode ser a manutenção da 5ª escolha e selecionar o ótimo RB Saquon Barkley.

 Los Angeles Chargers

Necessidades: Defensive Tackle, Linha Ofensiva, Safety, Linebacker

Escolhas:

1ª Rodada Nº 17
2ª Rodada Nº 48
3ª Rodada Nº 84
4ª Rodada Nº 115
5ª Rodada Nº 146
6ª Rodada Nº 177

 

A defesa do Chargers foi destaque na temporada passada, mas a equipe de Los Angeles sofreu contra o jogo corrido. Foram 131,1 jardas terrestres cedidas por partida, tornando a defesa entre as 10 piores contra o jogo corrido. Por essa razão que é imperativa a escolha de um bom run stuffer na primeira rodada. Caso o defensive tackle Vita Vea esteja disponível, é o escolhido. Mas, se não estiver disponível, tudo bem, os defensive tackles Da’Ron Payne e Maurice Hurts também são ótimos nomes para fortalecer a defesa do Chargers. Porém, pode haver surpresa no draft deste ano. Necessitando de auxílio a Melvin Ingram, não é loucura dizer que a franquia pode escolher um linebacker como Vander Esch ou Rashaan Evans.

Kansas City Chiefs

Necessidades: Edge, Defensive back, Linha Ofensiva

Escolhas:

1ª Rodada
2ª Rodada Nº 54
3ª Rodada Nº 78 (via WSH)
3ª Rodada Nº 86
4ª Rodada Nº 118
4ª Rodada Nº 120 (via LAR)
6ª Rodada Nº 182 (compensatória)
7ª Rodada Nº 207 (via ARI)
7ª Rodada Nº 217 (via TEN)

 

O Chiefs precisa melhorar sua defesa, ainda mais depois da saída do ótimo cornerback Marcus Peters. Ainda que a equipe tenha contratado o jovem CB Kendall Fuller, a secundária precisa de atenção. A questão é que o Chiefs não possui escolhas de primeira rodada, contando apenas com a 54ª escolha na segunda rodada do draft. Selecionar um edge impactante a esta altura do draft é complicado. Caso algum edge como Lorenzo Carter, Sam Hubbard ou Arden Key estiverem disponíveis, são as escolhas mais certeiras. Caso contrário, o foco da equipe de Kansas deveria ser algum defensive back ou linha ofensiva.

Oakland Raiders

Necessidades: Linebacker, Cornerback, Linha Ofensiva, Safety

Escolhas:

1ª Rodada Nº 10
2ª Rodada Nº 41
3ª Rodada Nº 75
4ª Rodada Nº 106
6ª Rodada Nº 171
7ª Rodada Nº 202

 

Com a décima escolha na primeira rodada do draft, o Raiders deve selecionar algum prospecto de cornerback. É bem possível que Minkah Fitzpatrick esteja disponível, sendo o cenário mais provável. Contudo, se Fitzpatrick sair antes, Denzel Ward ou Derwin James são ótimas escolhas para a secundária também. Certamente o linebacker Tremaine Edmunds, um dos melhores do draft na posição, e o defensive tackle Vita Vea também estejam disponíveis. Ou seja, o Raiders possui uma escolha entre os 10 primeiros e, dentro de suas necessidades, terá à disposição jogadores excelentes para escolher. Cabe apenas definir qual é a principal deficiência e suprí-la de imediato.

Compartilhe