As dez melhores contratações da Free Agency

15 de março de 2016
Tags: bears, contratações, eduardo araujo, falcons, free agency, giants, jaguars, jets, melhores, raiders, steelers,

nfl-free-agency

Saaaaaaaaaalve, Salve Moçada, depois de um bom tempo, eu Eduardo Araújo, volto a escrever em nosso amado site. Diferente de como foi na temporada regular, não chego com Power Ranking nem com estatísticas, hoje farei uma analise das dez melhores contratações da Free Agency, aberta oficialmente na ultima quarta-feira (09/03).

O período de transações pode ser considerado o “ano novo” da NFL e o marco para uma nova temporada, afinal, é nele que os times começam a se arrumar visando o próximo campeonato. Como foi ano passado, a Liga dos 32 inovou novamente e vem trazendo um tempo real mais detalhado para você leitor, que é o coração do nosso site.

É difícil falar sobre que equipe está “vencendo” a Free Agency, mas a algum tempo não vejo um time gastar tanto quanto o New York Giants, mas ao menos são jogadores que terão um impacto de imediato, principalmente na defesa. Jaguars, Raiders e Titans são outros que também contrataram muito bem nessa primeira semana. Então vamos logo ao assunto e eleger as dez melhores contratações até aqui:

10º)  Tashaun Gipson (Free Safety) – Jacksonville Jaguars

FA_CP_Final_Gipson

Muitos vão reclamar por Gipson estar nessa posição e perguntar onde está o CB Janoris Jenkins, contratado pelo New york Giants por um valor extremamente alto, e é exatamente por isso que Jenkins não está aqui. Mesmo sendo um bom CB, seu contrato absurdo não reflete o seu talento e, por isso, não o considero melhor contratação que Tashaun Gipson, ex-jogador do Cleveland Browns. O mercado de Safeties talentosos na NFL é muito pequeno e o Jaguars acertou em cheio em buscar o atleta, que em minha análise era o segundo melhor jogador da posição disponível no mercado em questão de talento, atrás apenas de Eric Weddle – que não está nessa lista porque já está com 31 anos. Em apenas quatro anos de NFL, o jogador obteve 14 interceptações e 22 passes desviados – no primeiro ano como profissional foi titular apenas três vezes. Gipson chega para ser mais uma peça talentosa na defesa que o time de Jacksonville está montando e formará a rotação titular da secundaria o lado do ótimo SS Johnathan Cyprien, CB Davon House e do também novo contratado CB Prince Amukamara.

9º) Ladarius Green  (Tight End) – Pittsburgh Steelers

ladarius

Com a aposentadoria de Heath Miller, um dos bons TEs da história, o Steelers se mexeu muito rápido e contratou o melhor TE que estava disponível no mercado O ex-atleta do San Diego Chargers pode não ter um número alto de recepções, jardas ou TDs na carreira, porém o efeito Antonio Gates explica muito bem isso. Green sempre foi uma arma de confiança de Phillip Rivers, é um TE que sabe bloquear muito bem, percorrer suas rotas e pode ser para o poderoso ataque do Steelers algo até a mais que o próprio Heath Miller vinha sendo nos últimos anos.

8º) Matt Forte (Running Back) – New York Jets


“Por que o veterano Matt Forte e não Lamar Miller, que foi contratado pelo Houston Texans?” Acredito que Forte encaixa muito melhor para o Jets do que Miller no ataque do Texans. Em oito temporadas na NFL, o atleta só não passou das 1.000 jardas terrestres em três delas – sendo que em duas bateu na trave com mais de 900 jardas. O diferencial de Forte, além de já ser um jogador consolidado, é aquilo que ele vai trazer ao New York Jets. O veterano é ótimo recebendo passes: são 4.116 jardas aéreas em oito anos de NFL, sendo que, em 2014, ele ficou a pouco menos de 200 jardas de obter 1.000 jardas terrestres e aéreas. Em um ataque que já conta com Brandon Marshall e Eric Decker, Matt Forte ajudará a formar um bom ataque para a gangue verde de New York.

7º) Chris Ivory (Running Back) – Jacksonville Jaguars

FA_CP_Final_Ivory

Há dois anos atrás, trocar qualquer time pelo Jaguars em busca de vitórias seria surreal. Hoje, com o novo ataque da franquia com o QB Blake Bortles e os “Allen Brothers”, já ficou muito mais interessante participar desse ataque. Foi exatamente isso que levou o RB Chris Ivory a escolher a franquia da Flórida. Ivory, assim como Forte, será um grande ajuste para o setor que encheu os olhos de muita gente na ultima temporada. Ele traz a esse ataque uma ótima opção terrestre, deixando o talentoso T.J. Yeldon como opção para passes. É uma muito bem pensada e que completa perfeitamente o ataque do Jaguars. Sem dúvidas foi uma ótima contratação que, ao meu ponto de vista, vai dar certo imediatamente.

6º) Oliver Vernon (Defensive End) – New York Giants

CdNuJ35WIAAapOe

O Giants rasgou dinheiro sem dó. Se não fosse pelo seu contrato absurdo, Oliver Vernon estaria facilmente entre as três primeiras posições dessa lista. Dentro de campo, o DE vai trazer tudo aquilo que faltou para o Giants no último ano: PRESSÃO nos QBs.  Ele é um jogador poderoso, extremamente físico e inteligente que se adaptou rapidamente ao sistema 3-4 implantado pelo Dolphins. Na rotação 4-3 do Giants, com a missão de caçar o QB adversário, ele vai trazer grandes frutos para a defesa da franquia, principalmente porque no interior da linha ele terá a companhia de Johnathan Hankins e do recém contratado Damon Harrison, dois grandes jogadores. Levando cem consideração que o Giants tem um grande coordenador defensivo, Oliver Vernon tem tudo para brilhar já em seu primeiro ano defendendo as novas cores.

5º) Alex Mack (Center) – Atlanta Falcons

alexmack

Três vezes escolhido para o Pro Bowl e um dos melhores jogadores da posição em toda a NFL, esse é a nova fera que o Atlanta Falcons trouxe para dar mais talento a sua linha ofensiva. Alex Mack foi, por 7 anos, homem de confiança no Cleveland Browns, e sempre atuando em alto nível. Após sua lesão na temporada de 2014, o Browns selecionou Cameron Erving no Draft do ano passado já pensando em uma torca envolvendo Mack. O atleta é um ajuste espetacular para o Atlanta Falcons, pois a franquia teve muitos problemas na posição nos últimos anos. Ele irá se juntar aos ótimos LT Jake Matthews e RT Ryan Schareder, sem dúvidas o QB Matt Ryan e o RB Devonta Freeman agradecem demais a nova contratação.

4º) Danny Trevathan (Linebacker) – Chicago Bears

1457558479084_VFJFVkFUSEFOVFcuanBn.original

Essa escolha pode ser polêmica, mas tenho explicações para ela. Danny Trevathan tem quatro anos como profissional, mas, mesmo com pouca experiência, elevou para outro nível a defesa do time de Denver. E, 2013, quando a franquia chegou ao Super Bowl, Trevathan forçou 3 Fumbles, desviou 10 passes, além de distribuir 128 tackles. Em 2014, com uma lesão, perdeu praticamente toda a temporada e, coincidentemente, a defesa do Broncos teve uma pequena queda. O jogador voltou em 2015 e teve uma temporada fantástica. Nas mãos do coordenador defensivo Wade Phillips, ele ajudou a transformar o setor em um dos melhores da história e novamente chegou ao Super Bowl. Juntando todo o talento demonstrado com o acordo que o Chicago Bears conseguiu assinar com ele – muito baixo para aquilo que ele mostrou – Trevathan é, facilmente, uma das melhores contratações deste ano até agora.

3º) Malik Jackson (Defensive Tackle) – Jacksonville Jaguars

FA_CP_MalikJackson_Final

Malik Jackson poderia facilmente ser o número #1 dessa lista de melhores contratações, só não é porque acho muito exagerado dar um contrato de 6 anos e U$ 90M para qualquer jogador que não seja um Franchise Quarterback, J.J Watt, Aaron Donald ou Von Miller. Dentro de campo, o DT consegue desempenhar seu papel de maneira fantástica: é perfeito parando corridas, distribuindo tackles atrás da linha de scrimmage e também consegue chegar aos QBs adversários. Com seu estilo de jogo muito forte, Malik Jackson vai fazer parte de uma linha defensiva muito talentosa, principalmente por já contar com Sen’Derrick Marks, um  DT com as mesmas características, e com o DE Dante Fowler Jr., que tem muito talento e deve mostrar isso em 2016. Como percebemos, é o terceiro jogador do Jaguars nessa lista, o que mostra o quanto o time da Flórida investiu, e desta vez investiu muito bem.

2º) Kelechi Osemele (Offensive Tackle/Offensive Guard) – Oakland Raiders

osemele

Mais uma escolha que pode ser polêmica, porém também tenho uma ótima resposta. Kelechi Osemele, como OG é, indiscutivelmente, um dos melhores da NFL, mas um atleta dessa posição merece ganhar U$ 12M por ano? Além do grande talento, ele possui versatilidade. Osemele é um extraordinário Guard, que por si só já valeria no mínimo de U$ 9M a 10M por ano, mas também desempenha de maneira muito boa a “frágil” – e muito valorizada – posição de LT. Sabemos que na NFL é muito difícil qualquer time achar algum atleta para a linha ofensiva que consiga parar ou atrasar os melhores Pass Rushers adversários. Por tudo isso e pela linha ofensiva que o Raiders já possui, o QB Derek Carr terá mais uma temporada com ótima proteção e vai ajudar a franquia a brigar pelos playoffs.

1º) Damon Harrison (Defensive Tackle) – New York Giants

harrison

“Snacks” Harrison é, facilmente, um dos melhores DTs da NFL. Só por isso ele já estaria ao menos entre as dez melhores contratações. Vamos juntar também o ótimo contrato que o New York Giants conseguiu dar para o ex-atleta do Jets: 5 anos e U$ 46,2M para uma o talento como o de Harrison ficou até barata considerando os grandes valores recebidos por outros atletas da posição, em especial Ndamukong Suh e Malik Jackson. Além disso, o Giants vinha tendo sérios problemas em parar o jogo terrestre nos últimos anos e Damon Harrison é, simplesmente, o melhor defensor de linha contra as corridas Ele fará parte de uma defesa que terá Johnathan Hankins, um dos bons DTs da liga, Jason Pierre-Paul e Oliver Vernon nas pontas como DEs para causarem o caos nos QBs adversários. No New York Jets, Harrison jogava em um sistema 3-4 e também precisava atacar o QB, maneira nenhuma, no 4-3 do Giants, ele não vai precisar se preocupar tanto com a pressão e vai poder realizar com perfeição aquilo que ele faz de melhor, que é parar as corridas dos adversários. Foi uma contratação fantástica e que deve dar muitas alegrias para o lado azul de New York.

Postagens Relacionadas









Eduardo Araujo é apaixonado por esportes americanos desde 2000. Um dos fundadores e Manager Geral do Site, responsável pelo Power Ranking, Ranking L32 e Seleção da Rodada. No twitter: @EduNFL