A história dos estádios da NFL – NFC

12 de junho de 2017
Tags: 49ers, a liga e a historia, bears, buccaneers, cardinals, cowboys, eagles, Estádios, falcons, giants, lions, marcos garcia, packers, panthers, rams, redskins, saints, seahawks, vikings,

A liga e a historia - L32

Depois de apresentar a história e os números dos estádios das equipes da AFC, a nossa série especial volta destacando agora as casas oficiais dos times da NFC. Como o Metlife Stadium já foi citado anteriormente, no texto de hoje não falaremos do New York Giants, que divide o estádio com o Jets.

LEIA MAIS: A História do 32 Estádios da NFL – AFC

DALLAS COWBOYS logo cowboys
Estádio: AT&T Stadium (Arlington, TX) 

Casa do Dallas Cowboys desde a temporada de 2009, o AT&T Stadium foi construído para substituir o antigo Texas Stadium, que serviu a franquia de 1971 a 2008. Conhecido como “Jerry World”, em homenagem ao principal idealizador do projeto, o General Manager Jerry Jones, o estádio é o quarto maior em capacidade público da NFL e pode ser usado para os mais variados tipos de evento, aumentando sua capacidade para cerca de 105.000 espectadores. Entre as modernidades encontradas no local, destacam-se um telão em alta definição para os torcedores acompanharem os jogos, um teto retrátil instalado especialmente para o estádio e espaço especiais com suítes de luxo. O custo de U$ 1,3 Bilhões é o maior já investido por uma franquia na construção de seu estádio e o “Mundo de Jerry” é hoje uma referência em conforto e estrutura, sendo constantemente escolhido como palco dos eventos esportivos mais importantes dos Estados Unidos.

Curiosidades e Números de AT&T Stadium

  • O maior público do estádio foi registrado em uma partida do Cowboys contra o New York Giants, no primeiro jogo oficial da franquia em sua nova casa. Com a capacidade elevada, 105.121 pessoas acompanharam a derrota do time da casa por 33 a 31, em 21 de setembro de 2009.
  • O estádio já recebeu duas finais universitárias e um Super Bowl. Em 2014, o Final Four do basquete universitário foi sediado em Dallas e em 2015 a primeira final do novo formato do College Football foi disputada no estádio. Em 2011, o Super Bowl XLV, conquistado pelo Green Bay Packers, teve o AT&T Stadium como palco.
  • O “Cotton Bowl”, um dos bowls universitários mais famosos do College Football, é jogado anualmente no estádio do Cowboys desde 2010.
  • O maior público já registrado na história do basquete mundial aconteceu no AT&T Stadium. Em 14 de fevereiro de 2010, mais de 108.000 pessoas acompanharam a vitória do leste sobre o oeste em jogo válido pelo fim de semana das estrelas da NBA.

WASHINGTON REDSKINS logo redskins
Estádio: FedEx Field (Landover, MD) 

09.08.13news-ap-redskins

Inaugurado em 1997, O FedEx Field era chamado de Jack Kent Cooke Stadium em seus primeiros anos, uma homenagem ao antigo dono da franquia, já falecido. Após Dan Snyder comprar o time em 1999, os direitos da nova casa do Washington Redskins foram vendidos para a empresa que há 16 anos dá nome ao estádio e ele ficou conhecido como FedEx Field desde então. No período de 2004 a 2010, foi considerado o maior estádio da NFL em capacidade de público, com condições de receber mais de 91.000 pessoas por jogo. Os números foram caindo ao longo dos últimos cinco anos, motivados pelas fracas campanhas da franquia e por problemas estruturais. Em 2014, Snyder revelou que já está trabalhando no design de um novo estádio para o Redskins e que pensa em deixar o FedEx Field no futuro. O custo da obra foi de U$ 250,5M e ao longo de sua breve história, o estádio já passou por outras duas reformas.

Curiosidades e Números do Fedex Field

  • De 2004 a 2010, os torcedores do Redskins dominaram a média de público da liga nos jogos em casa. Em 2005, o público somado nas partidas da equipe no FedEx Field passou das 716.000 pessoas, um recorde da NFL.
  • O maior público do FedEx Field foi registrado em 30 de dezembro de 2007: o Redskins bateu o rival Dallas Cowboys por 26 a 7, atuando na presença de 90.910 torcedores e garantindo uma vaga na pós-temporada.
  • Na partida entre Barcelona e Manchester United disputada em 30 de julho de 2011, o recorde de público para uma partida de futebol na região de Washington foi registrada no FedEx Field. Mais de 81.000 fãs acompanharam a vitória dos ingleses por 2 a 1, em partida válida pela pré-temporada das duas equipes.
  • O estádio recebe anualmente uma partida do College Football entre duas faculdades com raízes afro-americanas. O evento é chamado de “Prince George’s Classic”.

PHILADELPHIA EAGLES logo eagles
Estádio: Lincoln Financial Field (Philadelphia, PA) 

lincoln_580

Casa do Philadelphia Eagles, o Lincoln Financial Field foi inaugurado em 2003, após dois anos de construção. O estádio passou a sediar os jogos da franquia no lugar do Veterans Stadium, que recebia o Eagles desde 1971, mas já não tinha a estrutura necessária para continuar servindo a equipe. A mudança de lar fez muito bem para o time e a torcida, que passou a frequentar um estádio mais moderno e melhorou a média de público. Em 2005, apenas dois anos após a inauguração do Lincoln Financial Field, o Eagles voltou ao Super Bowl, o que não acontecia desde 1980. O estádio custou U$ 512M, é constantemente utilizado para outros tipos de eventos esportivos e para shows musicais.

Curiosidades e Números do Lincoln Financial Field

  • O primeiro jogo de NFL do Lincoln Financial Field foi um Monday Night Football disputado em 8 de setembro de 2003. Jogando em sua nova casa pela primeira vez, o Eagles recebeu o Tampa Bay Buccaneers na abertura da temporada e foi derrotado por 17 a 0.
  • No dia 26 de julho de 2015, o Lincoln Financial Field recebeu a grande final da edição de 2015 da Copa Ouro, que reúne as seleções de futebol da CONCACAF.
  • Em 2013, o estádio do Eagles foi considerado o complexo mais “verde” da NFL, apresentando uma estrutura que permite que 30% da energia consumida dentro do local seja criada de forma natural, por meio de painéis solares e turbinas de vento, por exemplo.
  • O PETA classificou o estádio como um dos mais preparados para receber vegetarianos em sua estrutura. Os restaurantes do Lincoln Financial Field apresentam inúmeras opções sem carne e podem receber todos os tipos de público.

CHICAGO BEARS logo bears
Estádio: Soldier Field (Chicago, IL) 

Soldier_Field_Chicago

Com 90 anos de história, o Soldier Field foi inaugurado em 1924 e serve como casa para o Chicago Bears desde 1971. Com capacidade para 61.000 torcedores, ele é o terceiro menor estádio da liga. Algumas renovações estruturais, a principal delas em 2013, já foram feitas no Soldier Field durante os mais de 40 anos em que o local funciona como casa do Bears. Construído para homenagear heróis de guerra que morreram em combate, o estádio ganhou este nome em 1925 e nunca mais o alterou. O futebol americano se tornou o principal evento esportivo do complexo após o Bears deixar o Wrigley Field em 1970, depois de atuar por mais 50 anos no local ao lado do principal time de beisebol da cidade, o Chicago Cubs. Jogando no Soldier Field, Chicago sediou quatro finais da NFC e ganhou duas delas, contra o Los Angeles Rams em 1985 e contra o New Orleans Saints em 2006.

Curiosidades e Números do Soldier Field

  • O primeiro jogo de futebol americano sediado no Soldier Field foi disputado por duas equipes de High School. Em 4 de outubro de 1924, a Louisville Male High School bateu a Austin Community Academy High School por 26 a 0.
  • Army e Navy decidiram o campeonato nacional universitário no Soldier Field em 1926. Mais de 100.000 pessoas estiveram presentes no estádio, que ainda conseguia receber este número em sua antiga estrutura. Dentro de campo, as duas equipes realizaram um grande jogo, que terminou 21 a 21. Como havia feito a melhor campanha da temporada e ainda estava invicta até chegar a final, Navy ficou com o título.
  • O maior publico do futebol americano universitário foi registrado no Soldier Field: 126.000 pessoas acompanharam a vitória de Notre Dame por 7 a 6 sobre USC, em 26 de novembro de 1927.
  • O estádio foi uma das sedes da copa do mundo de futebol em 1994. Ao longo da competição, seis jogos foram disputados no Soldier Field e a seleção da Alemanha foi a que mais atuou na casa do Bears, batendo Bélgica e Bolivia e empatando contra o Espanha. Todos as partidas contaram com um público de mais de 60.000 torcedores.

DETROIT LIONS logo lions
Estádio: Ford Field (Detroit, MI) 

6777646

O Ford Field foi inaugurado em 24 de Agosto de 2002 e é a casa do Detroit Lions desde então. Totalmente coberto, o estádio substituiu o Pontiac Silverdome, que serviu a franquia de 1971 até 2001. Moderno e aconchegante, ele faz uso de grama sintética e pode aumentar a sua capacidade em mais de 15.000 lugares em eventos específicos. O Ford Field recebeu o Super Bowl em uma oportunidade desde a sua construção. Em 2006, o Pittsburgh Steelers bateu o Seattle Seahawks por 21 a 10 e levou o título para casa. Um membro da família Ford, empresa automotiva com sede em Detroit, comanda a franquia desde 1963 e os direitos do estádio foram comprados pela companhia por U$ 40M, em um contrato de 20 anos de duração. O complexo também recebe anualmente um Bowl universitário e já foi sede de eventos de Wrestling e shows musicais.

Curiosidades e Números do Ford Field

  • O estádio é um dos dois complexos usados atualmente pelas equipes da NFL que ainda não recebeu uma partida de pós-temporada desde a sua inauguração em 2002. O outro é o FistEnergy Stadium, casa do Browns.
  • O recorde de público do Ford Field não foi registrado em uma partida de futebol Americano. Em 2007, um total de 80.103 espectadores acompanharam o WestleMania 23, um dos principais eventos do esporte.
  • A edição de 2010 do Frozen Four, as finais do Hóquei Universitário, foi sediada pela primeira vez em sua história em um estádio de futebol americano, usando o Ford Field como palco. Um público de mais de 37.000 pessoas, recorde para um jogo de College Hockey, acompanhou a vitória de Boston College sobre Wisconsin.
  • Por problemas climáticos, o Minnesota Vikings em 2010 e o Buffalo Bills em 2014, tiveram que sediar os seus jogos no Ford Field. O inverno severo das duas cidades não permitiu que os jogos da temporada regular fossem disputados no Metrodome e no Ralph Wilson Stadium nestas duas oportunidades.

GREEN BAY PACKERS logo packers
Estádio: Lambeau Field (Green Bay,WI) 

bilde

Com o nome de New City Stadium, o estádio foi inaugurado em 1957 para servir como a casa do Green Bay Packers, uma das equipes mais tradicionais da NFL. Após oito temporadas, o nome foi modificado para Lambeau Field, em homenagem ao fundador, jogador e treinador Curly Lambeau, uma das grandes estrelas da história da franquia. Em 2013, o estádio passou por uma importante reforma e outros 7.000 lugares foram adicionados atrás da End Zone localizada do lado Sul. Atualmente, o Lambeau Field é considerado o segundo maior estádio da liga em capacidade total e o maior complexo esportivo da região de Wisconsin. Na época de sua construção, o estádio foi o primeiro da NFL a ser construído especificamente para uma equipe de futebol americano, sem precisar dividir o mando do local com o time de beisebol da cidade. Grande ponto turístico de Green Bay, o estádio já passou por diversas reformas e recebeu eventos musicais e jogos de Hóquei.

Curiosidades e Números do Lambeau Field

  • O Green Bay Packers completou 58 temporadas atuando no Lambeau Field em 2014, a maior sequência de uma equipe da NFL. Apenas o Boston Red Sox no Fenway Park e o Chicago Cubs no Wrigley Field, estão há mais tempo atuando em um mesmo estádio do que o Packers.
  • Os ingressos para os jogos do Packers no Lambeau Field se esgotam desde 1960 e há uma lista de espera com mais de 81.000 nomes espera por uma vaga. A presença em massa da torcida transformou o estádio em um dos mais temidos e difíceis de atuar na liga. Em 2007, a revista Sports Illustrated elegeu o Lambeau Field o melhor estádio em experiência para os fãs e atmosfera de jogo.

MINNESOTA VIKINGS logo vikings
Estádio: U.S. Bank Stadium (Minneapolis,MN) 

estadio vikings

A maior parte da história da franquia está ligada ao Metrodome, estádio em que o Vikings mandou os seus jogos de 1982 até 2014. A vida útil do estádio acabou tendo um fim em 2014, quando o teto do complexo acabou cedendo devido a forte tempestade de neve que castigava a região naquele ano. O último jogo da NFL disputado no Metrodome aconteceu em 29 de dezembro de 2013 e ele foi demolido no ano seguinte para dar lugar a nova casa, o moderno U.S. Bank Stadium. Antes mesmo de ser inaugurado, já é sabido que será a sede do Super Bowl LII, em 2018, e o Final Four da NCAA, em 2019. Em eventos especiais como o Super Bowl, sua capacidade pode chegar a até 73.000 lugares.

Curiosidades e Números do U.S. Bank Stadium

  • Ao custo de pouco mais de um bilhão de dólares, foi bancado pelo Estado de Minnesota em conjunto com a cidade de Minneapolis, o dono do time e investidores de empresas privadas.
  • O U.S. Bank comprou os direitos do estádio por U$ 220M, válido por um período de 25 anos.
  • A empresa responsável pela construção do novo lar do Vikings foi a HKS, que também projetou e construiu o Lucas Oil Stadium (Colts) e o AT&T Stadium (Cowboys).
  • É claro que um estádio tão moderno não deixaria de receber shows: Luke Bryan, cantor country, inaugura o local em termos de eventos musicais no dia 19 de agosto, seguido pelo Metallica no dia 20.
  • O primeiro jogo da NFL por lá se dará na semana 3 da pré-temporada de 2016 contra o San Diego Chargers.

ATLANTA FALCONS logo falcons
Estádio: Mercedes-Benz Stadium (Atlanta, GA) 

img21826363

Após a final da NFC de 2016, o Atlanta Falcons se despediu vitorioso do Georgia Dome. Em seu lugar virá o Mercedes-Benz Stadium, construído ao lado de seu antecessor. Nele, os atuais vice-campeões mandarão seus jogos a partir de 2017 e o estádio verá sua primeira ação de temporada regular no dia 17 de setembro, em partida do Falcons contra o Green Bay Packers. Além disso, ele receberá a final da SEC, a conferência mais forte do College Football, pelos próximos dez anos e sediará o Super Bowl LIII.

Curiosidades e Números do Mercedes-Benz Stadium

  • A construção do estádio custou 1,6 bilhões de dólares segundo estimativas atuais.
  • A final do College Football terá o Mercedes-Benz Stadium como palco em 2018, assim como o Final Four do campeonato universitário de basquete em 2020.
  • O estádio tem cerca de 75.000 lugares em condições normais, mas pode alcançar 83.000 assentos para eventos específicos, como partidas de basquete.

CAROLINA PANTHERS logo panthers
Estádio: Bank Of America Stadium (Charlotte, NC) 

Bank-of-America-Stadium-Carolina-Panthers

Inaugurado em 1996, o estádio do Panthers foi chamado de Carolinas Stadium e Ericsson Stadium até 2004, quando um novo acordo de direitos foi confirmado pela franquia. O estádio foi finalizado um ano depois da primeira temporada do Panthers como uma equipe profissional da NFL e atualmente recebe o Belk Bowl e a final da ACC, uma das conferências mais importantes do College Football. Em seu segundo ano atuando no Bank Of America, o Panthers chegou até a final da NFC e bateu o Cowboys, cenário que se repetiria oito anos depois, quando novamente a franquia voltou a ganhar o título da conferência em casa contra o time de Dallas. Bastante moderno e novo para os padrões da liga, a casa do Panthers passou por uma grande reforma apenas em 2014, visando se tornar sede para um Super Bowl futuro. Mais de U$ 87,5M foram gastos e o estádio ganhou modificações em sua estrutura, dentro e fora do complexo.

Curiosidades e Números do Bank Of America Stadium

  • O maior público do estádio foi registrado recentemente. Em 18 de novembro de 2013, durante um Monday Night Football, 74.225 pessoas acompanharam a vitória dos donos da casa sobre o New England Patriots por 24 a 20.
  • Durante a sua primeira temporada na liga, em 1995, o Carolina Panthers precisou atuar no estádio da equipe de futebol americano de Clemson, já que Bank Of America Stadium ainda não havia sido construído de forma completa. A primeira partida oficial da franquia em sua nova casa aconteceu em setembro de 1996.
  • Em 2015, o Bank Of America Stadium recebeu um jogo da temporada regular do College Football: no feriado de Labor Day e que marca o primeiro final de semana com jogos no ano, North Carolina e South Carolina se enfrentaram na casa do Panthers.
  • Mais de 69.000 pessoas estiveram presentes na vitória do Liverpool sobre o Milan por 2 a 0 no dia 2 de agosto de 2014, um recorde de público em uma partida de futebol no Bank Of America.

NEW ORLEANS SAINTS logo saints
Estádio: Superdome (New Orleans, LA) 

superdome_580

O Mercedes-Benz Superdome, antigo Louisiana Superdome, é um dos estádios mais tradicionais da NFL e casa do New Orleans Saints desde 1975. Graças a sua localização, capacidade de público e pela praticidade de ser uma arena, o estádio é bastante utilizado para a disputa de eventos esportivos importantes. Ao longo da história, sete Super Bowls foram sediados no Superdome, além de outras quatro finais do futebol universitário e cinco do basquete universitário. O estádio se tornou famoso mundialmente no ano 2006 por abrigar milhares de pessoas afetadas pelo furação Katrina. O próprio Superdome acabou sendo bastante danificado e o Saints teve que disputar o campeonato daquela temporada em outros dois estádios diferentes.

Curiosidades e Números do Superdome

  • O Patriots foi a equipe que mais disputou jogos de Super Bowl no Superdome, com três aparições no total. A única vitória da franquia aconteceu no Super Bowl XXXVI em 2002, contra o St. Louis Rams, por 20 a 17.
  • O Sugar Bowl, um dos mais tradicionais e importantes do College Football, é disputado anualmente no Superdome desde 1974.
  • O estádio já recebeu em sua história várias modalidades esportivas. Estão entre elas o beisebol, o futebol, o Motocross, o Rugby, o Wrestling e a ginástica.
  • O maior público do Superdome aconteceu em um evento de Wrestling, em 2014: 75.167 pessoas lotaram o estádio para acompanhar um dos esportes mais tradicionais dos EUA.

Tampa Bay Buccaneers logo buccaneers
Estádio: Raymond James Stadium (Tampa, FL)

Construído para abrigar o Tampa Bay Buccaneers e a equipe de futebol americano da universidade de South Florida, o Raymond James Stadium foi inaugurado em 1998, substituindo o antigo Tampa Stadium, que servia a franquia desde 1976. Com capacidade para 65.908 torcedores, o estádio tem condições de aumentar para um total de 75.000 lugares em eventos especiais, como o Super Bowl. A casa do Buccaneers já foi o palco da grande final do futebol americano por duas vezes em sua breve história. A curiosidade é que as duas equipes que levaram o título no Raymond James Stadium são da mesma divisão, a AFC Norte. Em 2001, o Baltimore Ravens bateu o New York Giants e em 2009 foi a vez do Pittsburgh Steelers derrotar o Arizona Cardinals. O estádio recebe anualmente o Outback Bowl do College Football e já serviu de casa para seleção americana de futebol e para o Tampa Bay Mutiny, equipe da MLS que representou a região até 2001.

Curiosidades e Números do Raymond James Stadium

  • A estreia oficial do Raymond James Stadium aconteceu em 20 de setembro de 1998. Naquela data, o Tampa Bay Buccaneers bateu o Chicago Bears por 25 a 17 e venceu a sua primeira partida na nova casa em sua história.
  • Em Setembro de 2012, o jogo entre as universidades de South Florida e Florida State registrou o maior público do estádio em uma partida que não fosse o Super Bowl: 69.863 pessoas acompanharam o jogo, mas o recorde total do Raymond James é de 2009, em um show da banda irlandesa U2, em que 72.000 pessoas lotaram o local.
  • Uma das marcas registradas do estádio é a réplica do um navio pirata que fica posicionado atrás de uma das arquibancadas. Quando o Buccaneers anota pontos, o navio solta “tiros de canhão” para celebrar com a torcida. A atração transformou o Raymond James Stadium em um dos estádios mais interessantes de se visitar.
  • Em 2009, uma pesquisa anual com os jogadores profissionais da liga elegeu o gramado do Raymond James como o segundo melhor da NFL.

Arizona Cardinals logo cardinals
Estádio: University Of Phoenix Stadium (Glendale,AZ) 

University-of-Phoenix_Stadium_630x3002

O Arizona Cardinals atuou no Sun Devil Stadium, casa da equipe de futebol americano da universidade de Arizona State, de 1988 até 2006, quando o University Of Phoenix Stadium foi finalmente inaugurado. A passagem pelo antigo estádio era para ter sido breve, mas dificuldades nas negociações do projeto e a crise financeira nos anos 90 fizeram com que a franquia tivesse que adiar o sonho até metade dos anos 2000. Com a nova casa funcionando a partir de 2006, a equipe teve um crescimento significativo de público e passou a ter mais sucesso dentro de campo. Desde a sua inauguração, o estádio do Cardinals se tornou um dos locais mais requisitados pela NFL e pelo College Football, sediando Super Bowls e finais universitárias. A decisão da temporada 2014, vencida pelo New England Patriots foi a segunda disputada no University Of Phoenix Stadium, que já havia recebido o Super Bowl XLII, em 2008, ano em que o Giants venceu o Patriots por 17 a 14. As finais do BCS em 2007 e em 2011 também foram jogadas na casa do Cardinals, que também já foi usada para receber o Final Four do basquete universitário e eventos de Wrestling.

Curiosidades e Números do University Of Phoenix Stadium

  • O estádio é único dos Estados Unidos a utilizar o recurso do “gramado retrátil”, que pode ser retirado de dentro das instalações para ficar exposto ao sol e depois voltar ao seu lugar original nos dias de jogo. Esta opção permite que as dependências do University Of Phoenix Stadium possam ser utilizadas para receber qualquer tipo de evento sem prejudicar o campo de jogo.
  • O recorde de público do estádio foi registrado em 11 de janeiro de 2011, na final universitária do College Football entre Auburn e Oregon. Na partida em que a equipe comandada por Cam Newton se sagrou campeã, 78.603 torcedores acompanharam o confronto.
  • As finais do basquete universitário em 2017 foram disputadas no estádio.
  • O University of Phoenix Stadium recebe o Fiesta Bowl, um dos Bowls mais tradicionais do futebol universitário, desde 2007.

LOS ANGELES RAMS logo rams
Estádio: City of Champions Stadium (Inglewood, California)

estadio rams

Curiosidades e Números do City Of Champions Stadium

  • O nome do estádio é provisório até alguma empresa pagar pelos direitos e deverá ser inaugurado somente em 2019.
  • Nem foi inaugurado ainda, mas já foi escolhido como sede do Super Bowl LV, referente à temporada 2020, a ser disputado em fevereiro de 2021.
  • A capacidade do City of Champions pode ser ampliada para 80.000 pessoas em jogo da NFL ou até 100.000 pessoas a depender do evento. No estádio e arredores, devem ser construídos parques, hotel com 300 quartos, teatro para 6.000 e um estúdio da NFL Network.

SAN FRANCISCO 49ERS logo 49ers
Estádio: Levi’s Stadium (Santa Clara, CA) 

49ers-levi-stadium-640x357

Desde que a NFL se tornou uma liga unificada nos anos 70, o San Francisco 49ers atuou no Candlestick Park e teve muito sucesso em um dos estádios mais tradicionais da liga. A necessidade de renovação e de uma nova casa, porém, acabou se tornando uma realidade para a franquia, que planejava utilizar o espaço de seu antigo estádio para começar um novo projeto. Como as negociações acabaram não avançando, o 49ers buscou uma opção em Santa Clara, subúrbio de San Jose, e conseguiu chegar a um acordo com as autoridades para fechar o negócio. A temporada 2014-2015 foi a primeira da equipe em sua nova casa e o time de San Francisco acabou o ano fora dos playoffs, com uma campanha de 8-8.

Curiosidades e Números do Levi’s Stadium

  • O estádio recebeu o Super Bowl 50 em 7 de fevereiro de 2016, quando o Denver Broncos derrotou o Carolina Panthers por 21 a 10 e se sagrou campão.
  • O estádio foi oficialmente inaugurado em julho de 2014 e a primeira partida disputada no Levi’s Stadium foi entre Seattle Sounders e San Jose Earthquakes, da MLS. Diante de um público de 48.765 torcedores, a equipe da Califórnia derrotou o rival por 1 a 0.
  • Em 21 de fevereiro de 2015, Los Angeles Kings e San Jose Sharks disputaram uma partida da temporada regular da NHL no Levi’s Stadium. Um público de mais de 70.000 pessoas acompanhou a vitória do Kings por 2 a 1.
  • O estádio sediou o WrestleMania 31 em março de 2015 e o evento se tornou o recorde de público da recente história da nova casa do Niners, atraindo 76.976 espectadores.

SEATTLE SEAHAWKS logo seahawks
Estádio: Century Link Field (Seattle,WA)

centurylink-field-650

O Seattle Seahawks joga em seu estádio desde 2002 e o Century Link Field se tornou um dos locais mais temidos entre os times da liga devido a força e o fanatismo da torcida. Chamado de Seahawks Stadium e Qwest Field em seus primeiros anos, o estádio serve como palco também para os jogos do Seattle Sounders, uma das equipes mais importantes da MLS e com médias de públicos superiores a várias equipes do futebol brasileiro. Desde que passou a atuar em sua nova casa, a franquia de Seattle passou de coadjuvante na liga para ser uma das equipes mais competitivas da NFL. Ao todo, a equipe se fez presente em três Super Bowls nos últimos 10 anos e possui um dos melhores recordes jogando em casa entre as 32 franquias. A “home field advantage” alcançada por Seattle vai além dos triunfos em casa. A arquitetura do estádio e a pressão da torcida fazem com que os adversários tenham dificuldade em combinar suas jogadas ofensivas e acabem fazendo um número maior de saídas falsas do que o normal. De 2002 a 2012, foram registrados 143 false starts de equipes adversárias no Century Link Field, a segunda melhor marca da liga, atrás apenas do Minnesota Vikings.

Curiosidades e Números do Century Link Field

  • As torcidas de Seattle e Kansas City vem disputando o recorde de estádio mais barulhento da NFL nos últimos anos. O Seahawks foi dono da marca em duas oportunidades, em setembro e dezembro de 2013, mas o rival voltou a superar a marca na partida disputada contra o New England Patriots durante a temporada regular.
  • Desde a sua inauguração, o estádio já sediou inúmeras partidas de College Football. Entre as universidades que mais vezes atuaram na casa do Seahawks estão o Washington Huskies e o Washington State Cougars, as duas principais equipes universitárias da região.
  • Em eventos ligados ao futebol americano, o estádio pode aumentar a sua capacidade para até 72.000 torcedores. Já pela MLS, o público em jogos normais cai para 39.115 torcedores e em eventos especiais pode chegar até 67.000 pessoas.
  • Em sua segunda temporada no Century Link Field, o Seattle Seahaws terminou o ano invicto dentro de casa, alcançando a marca de 10 vitórias no ano pela primeira vez em 17 anos. A equipe voltaria aos playoffs nas duas temporadas seguintes, vencendo o título da NFC em 2005 e garantindo a sua presença no Super Bowl naquele ano.

Postagens Relacionadas









Marcos Garcia é fã assíduo da NFL desde 2008, já escreveu sobre o assunto por dois anos no Jornaleirosdoesporte.com e está sempre ligado nas novidades da liga e também da NCCA. Responsável pela edição e revisão dos textos publicados no site, por uma matéria semanal e é um dos analistas do Programa Debate NFL, toda quinta, ao vivo aqui no site. No twitter: @markosvinicius6