A aposta de alto risco de Zach Orr

3 de julho de 2017
Tags: fernando mossmann, Notícias do Dia, ravens,

Zach Orr tem sido nos últimos anos uma das peças mais decisivas do sistema defensivo do Baltimore Ravens. Contudo, um sério problema de saúde lhe fez sair dos campos e de todas atividades ligadas ao futebol americano no começo deste ano. Apesar disso, agora, após uma breve aposentadoria, Orr planeja voltar a jogar profissionalmente, devido a uma nova análise sobre sua situação. Mas será que ele ainda tem espaço no elenco do Ravens? Para entender um pouco mais dessa história, vamos conta-la desde o início. No começo deste ano, em janeiro, o linebacker deu uma declaração em que dizia ter descoberto uma grave complicação em seu corpo, que seria o suficiente para lhe impedir de continuar jogando profissionalmente.

LEIA MAIS: A importância de Terrell Suggs na reconstrução defensiva do Baltimore Ravens

A doença congênita é localizada na espinha do atleta, e impede o crescimento de uma das vértebras que a formam. O médico consultado lhe informou na época que, caso continuasse atuando como jogador profissional de um esporte de tanto impacto e força, sobretudo na posição em que joga, Orr estaria sujeito a lidar com consequências muito piores, como paraplegia e até mesmo, na situação mais extrema, porém possível, a morte. Este diagnóstico, é claro, assustou o jogador, como assustaria qualquer um que o recebesse. A sua decisão imediata, como dito anteriormente, foi se afastar completamente de todas as atividades envolvendo o esporte, mas, agora, seis meses depois, Orr diz que pensa em voltar a jogar.

O que acontece é que o jogador do Ravens realizou outras consultas para tirar a prova-real do “veredito” anterior e as notícias foram animadoras. A situação, segundo os novos diagnósticos, não é tão preocupante quanto antes imaginado. Orr realmente possui o problema congênito indicado, mas sua gravidade não é tão grande quanto pensado. Devido a isso, o jogador estaria disposto a voltar aos campos após esse breve tempo ausente.

LEIA MAIS: Breshad Perriman espera ter uma grande temporada

Em entrevista dada a um programa da NFL Network, Orr afirmou: “Após terem me tirado um pouco do gosto do jogo, estou ainda mais faminto por voltar a jogar”. Entretanto, ainda há uma peça desse quebra cabeças que deve ser solucionada: o time pelo qual Orr voltará a entrar em campo. Isto se dá pelo fato dele ser um free agent restrito. Como o Ravens não lhe fez uma oferta de renovação e nem colocou um tender para mante-lo no time por mais uma temporada por conta da aposentadoria, ele agora é um free agent irrestrito e está livre para assinar com qualquer franquia.

O Ravens com certeza não imaginou um possível retorno após aquele diagnóstico de janeiro e por isso não se preocupou com a “papelada”. Agora, o Ravens pode acabar ficando sem seu grande jogador. Segundo fontes próximas, ele visitou o Detroit Lions na última semana e teria gerado interesse de diversas outras equipes. Assim sendo, a equipe de Baltimore deve pensar muito bem antes de fazer qualquer proposta para Orr. Diversos fatores devem ser levados em conta para tomar essa decisão. Por um lado, Orr está identificado com a equipe, com as jogadas utilizadas pelo time, com a torcida e a cidade, e tudo isso favorece a permanência dele com o Ravens. Por outro lado, ainda há riscos para Orr, é uma nova lesão poderia significar a sua saída permanente do esporte. Desta forma, dar rios de dinheiro para o atleta poderia acabar sendo um investimento errado nesse ponto.

Zach Orr sem dúvidas é um grande jogador, que merece respeito e admiração. Entretanto, talvez não seja a hora de fazer loucuras por um jogador como ele. Os 132 tackles, três interceptações, dois fumble recuperados e 5 passes desviados da temporada passada impressionam, mas um investimento errado pode trazer problemas futuros para a equipe. O risco é alto e caso seja compensando, o prêmio também é grande. Com Orr, a defesa que já é forte, ficaria ainda mais competitiva, e como diz aquele velho ditado, “ataques vencem jogos, defesas vencem campeonatos”.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Postagens Relacionadas









Fernando Mossmann é o setorista da AFC NORTE. Analisa Steelers, Ravens, Bengals e Browns às segundas aqui no site. No projeto setoristas, falamos dos 32 times a cada duas semanas! Siga-o no Twitter para acompanhar mais da cobertura dessa divisão e debater sobre as matérias: @Fernando_insL32